30.3.06

Pais de Deux

Nada como perder a "imunidade parlamentar".
Uma despedida para Jobim, o ex presidente do Supremo, e uma constatação sobre a deputada Angela Guadagnin (PT-SP).

Jorrando

Querem saber das últimas novidades da política paraense, de uma fonte certeira?
Leiam aqui a coluna do Salame, o de Marabá.

Falsas Premissas

Uma síntese de jornalismo, direito e cidadania o texto em que Lucio Flávio Pinto critica a matéria do site Consultor Jurídico, que comenta suas demandas com O Liberal.

Sapateado

Outro que saltita que nem rato é Paulo Okamoto, fintando até a PF.

Sinistro

Em dois posts, agora à tarde, os blogs do Josias e do Noblat começam a desenhar um cenário sombrio envolvendo o ex ministro Palocci. No curto prazo, inclusive.

Boi na Linha

Fonte do blog, vermelha que nem o sangue de Cristo, garante que o PT tentou, até o último momento, atrair o PDT e o PMDB para uma grande composição.
À Giovani Queiroz foi oferecida a vice, e o senado à vereadora Elcione.
O nome para o governo não era o de Mário Cardoso não.

Dia D

Nova Déli vive seus dias D.
D de dilúvios,D de desimcompatibilização.

Embate

Hélio "Bosta" e Gilberto "Vil" protagonizam o mais novo quiprocó dos ministros de Lula. Francamente.

Calote

O retorno do PDT às hostes da União Pelo Pará está causando transtornos na aliança que sustenta Maria do Carmo em Santarém, que enfrenta muitos problemas - de diferenças de orçamentos ao cumprimento de cronogramas - na realização de obras.
Ao ser procurado pelos prestadores dos serviços, o prefeito Everaldo Martins Filho, o popular Beiçola, balança vigorosamente as enormes bochechas e diz "Não".
E segue dando pernada.

Será o Benedito?

Rá.
Amiga do poster telefona para dizer que foi sondada por uma empresa de pesquisa de opinião. Assunto: restrições à cachaça, barulho e violência, três das maiores pragas que assolam a vida dos moradores de Nova Déli.
Inclusive a da entrevistada – que revelou suas respostas - e a deste poster.
Deve o prefeito de Nova Déli ficar de olho nessa pesquisa.
Ele ainda pode consertar, pelo veto, o frankstein ilegal e imoral que saiu da Câmara.
Pode e deve.
Pode também mandar a Guarda Municipal garantir a ordem e a representação popular nas galerias, dando um basta no abafa da turma do barulho, da cachaça e da violência.
Pode e deve.
Aí, quem sabe, pode começar a ser visto com melhores olhos pela opinião pública.
Pode e deve.

A Nova Lista

O colunista Ancelmo Góes, de O Globo, informa que uma nova lista de mensaleiros, com 45 nomes, está sob intensa pressão para ser divulgada.E para não ser, também.
Todos os nomes são do PMDB.

Volta ao Lar

O site Consultor Jurídico “comemora” a chegada ao Brasil, em 60 dias, dos documentos que finalmente vão comprovar, de uma vez por todas, as fraudes do ladrão Paulo Salim Maluf.
Deve retornar em breve à cadeia.

Vítima ou Cúmplice?

Informa o noblog, do site nominimo, que o IBOPE disponibilizou em seu site as informações da pesquisa “Eleitor: Vítima ou Cúmplice”, tema de um comentado post, aqui neste blog.
O IBOPE revela, inclusive, o questionário utilizado na sondagem.
E questionário é ouro em pesquisa, pois tudo começa com a correta formulação da pergunta.
É muito interessante o mundo da pesquisa de opinião. Tire a prova!

29.3.06

O Relatório

Quem quiser ler, está aqui o Relatório Final da CPI do Mensalão.

Fora da Lei

Do Noblat, postado às 13:27

Coisa de bandido
Em todos os tempos, aqui e em qualquer parte, os que vivem à margem do modelo econômico adotado pelos Estados só conseguem avançar se pressionam e ameaçam os que estão de cima.
Se o MST ficasse quietinho esperando que os governos arranjassem terra para quem precisa, não haveria terra. Ou haveria pouca.

Mas daí ao MST destruir laboratórios, casas e outras instalações de propriedades que invade, vai uma diferença enorme.
É coisa de bandido
.

Raridade

O Seventy conta que o vereador Carlos Augusto, líder do PFL na Câmara de Nova Déli, "morde e assopra" o prefeito Duciomar Costa. E diz porque:

Motivo
Assessores municipais descobriram que a prática começou desde que uma afilhada do vereador, que era lotada na Secretaria Municipal de Saúde, foi afastada do cargo. A partir daí, o vereador começou a voltar sua metralhadora, nas sessões da Câmara, para o Palácio Antonio Lemos. Mas sempre abre um sorriso quando vê o prefeito.


Mas esse sorriso o prefeito só vê quando não está em Brasília.

Deixa Comigo

Do Seventy, hoje em O Liberal

Reserva
Mesmo no trato com seus assessores mais próximos, o governador Simão Jatene tem mantido a mais absoluta reserva quanto à sua permanência ou não no cargo, depois de sexta-feira. Tão enigmático, não diz se sai ou se fica. Permanecendo no cargo, Jatene só terá duas alternativas: ou disputa a reeleição ou apóia um outro candidato à sua própria sucessão.

Arredondou a abordagem do tema, o Seventy, e deixa a decisão no colo de quem a tem que tomar: o próprio governador.

Linha de Sucessão

Ainda o Seventy, na edição de hoje

Engenharia
Como a vice-governadora Valéria Pires Franco já deixou o cargo, a eventual saída do governador exigiria uma delicada obra de engenharia política para se chegar ao seu sucessor, aquele que assumiria o cargo para completar o mandato. O primeiro da linha de sucessão é o presidente da Assembléia Legislativa, Mário Couto. Mas este, candidato a deputado federal, não poderá assumir, sob pena de se tornar inelegível. Quer dizer, esta é uma semana de muitas dúvidas, mas também de muitas decisões
.

O blog - longe de querer dar corda em quem não precisa - no lugar do presidente da Assembléia Legislativa, não hesitaria em assumir o cargo.
Mas vamos seguir a obra que o Seventy preferiu deixar em aberto.
O próximo da linha sucessória seria o presidente do TJ, o desembargador Milton Nobre, que assumiria sem problemas, de ordem institucional ou de capacidade pessoal.

Sob Investigação

Depois de Alckmin, mais um governador tucano tem problemas com a propaganda.
É Marconi Perillo, de Goiás, um dos expoentes do baixo clero do PSDB. O STF negou-lhe o pedido de trancamento do inquérito que apura uma dispensa de licitação para propaganda institucional.
Detalhes aqui.

Conspiração

Do blog do Brasiliense, postado hoje.

O governo Lula tenta inviabilizar a votação do relatório do deputado Osmar Serraglio (PMDB-SC), da CPMI dos Correios. Líderes petistas concluíram que, em ano eleitoral, um documento afirmando que o "mensalão" existiu vai virar peça de campanha.
É por isso que o PT prepara um relatório paralelo para derrubar o de Serraglio no plenário da CPMI. A oposição contava com 16 votos para aprovar o relatório de Serraglio, contra 15 do governo. Mas o vice-presidente da comissão, Asdrúbal Bentes (PMDB-PA) - ligado ao deputado "new-lulista" Jader Barbalho (PMDB-PA) - e o deputado Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP), já teriam se passado com mala e cuia para o lado governista.
Enquanto isso, adia-se a votação no plenário do processo de cassação do ex-presidente da Câmara, deputado "mensaleiro" João Paulo Cunha (PT-SP). Cunha teme que o "samba do escárnio", da deputada Angela Guadagnin (PT-SP), acabe influenciando os ilustres parlamentares, que votariam pela sua cassação.
É o fundo do poço, é o fim do caminho...

É o fim da picada a pressão dos peemedebistas paraenses Jader Barbalho e Asdrúbal Bentes.
Vão para campanha os esforços destes parlamentares.

Algumas Sobras

Do colunista Janio de Freitas na Folha de S. Paulo, hoje:

"A intromissão de uma verdade onde nenhuma fora prevista, por princípio e por necessidade, destruiu o plano articulado para a permanência de Antonio Palocci no ministério, mas o que sobrou de inverdades e de aparências enganosas continua adulterando os fatos.

Sobre Lula, por exemplo, consta que só veio a saber do depoimento de Jorge Mattoso ao voltar de Curitiba a Brasília no fim da tarde de segunda-feira, e decidiu demitir Palocci. Irritado, teria até emitido um "Palloci, venha cá".

Pois bem, ao embarcar para Curitiba, ainda na parte da manhã, Lula já recebera duas informações dadas pessoalmente por Jorge Mattoso: o pedido de demissão do presidente da Caixa, apresentado ali mesmo; e sua decisão de dizer, ao depor na Polícia Federal à tarde, que entregara a Palocci o extrato da conta de Francenildo Costa na Caixa, e daí em diante só o ministro da Fazenda poderia explicar.

Lula não se decidiu pela saída de Palocci ao voltar a Brasília. Disso, por sinal, deixou várias pistas. Uma, no discurso em que, contrariando a conduta de sempre, não fez nem a mais leve referência ao cenário político, às críticas a seu governo ou à oposição. Seu abatimento era tão perceptível, que foi mencionado nos relatos imediatos de repórteres de TV e rádio. E Lula já deixara convocados os ministros do chamado conselho político, para a reunião em que, de volta a Brasília, depressa selou formalmente a saída de Palocci.

Se nem Lula foi surpreendido pelo depoimento de Jorge Mattoso, Palocci é que não poderia sê-lo. Mattoso forjou a necessidade de 15 dias para desvendar a quebra de sigilo do caseiro na Caixa, criou uma comissão de sindicância para descobrir a autoria de um ato de que ele mesmo era o autor, lançou o falso desaparecimento do laptop usado na quebra do sigilo, faltou à primeira convocação da PF -e depois de tudo isso, ao voltar de breve ida a São Paulo, estava convencido a dizer a verdade sobre o seu papel na trama para desmoralizar Francenildo. A partir desse ponto, e não de "avaliações de Lula", o episódio mudaria o seu rumo.

O desaparecimento de Palocci por algumas horas, quando repórteres o viram sair de casa no domingo, teve diferentes explicações, iguais na sua falsidade. Palloci conversou por cerca de duas horas com Jorge Mattoso. Em vão. Não conseguiu demovê-lo da nova disposição, que implicaria a saída de ambos do governo e várias outras conseqüências, inclusive policiais e judiciais.

É improvável que Palocci não tenha informado Lula ainda no domingo. Tanto que Lula quis a conversa com Mattoso ainda antes de sair para Curitiba na manhã de segunda. Mesmo que só no domingo ou na segunda Lula tenha sabido a maneira como foi conhecida a conta de Francenildo, há indicações de que já conhecia os depósitos altos na conta desde a quinta-feira 16.

Alguns petistas tiveram também a informação, revelando-se ao se gabarem de esperadas reversões da situação em futuro próximo. A senadora Ideli Salvatti, então feliz com a revelação de depósitos na conta de Francenildo, chegou a narrar sua dedução, na sexta-feira, 17, de que Lula já sabia da descoberta.

A dedução viera do sorriso, apenas um sorriso, com que Lula respondeu à referência da senadora à grave revelação, que o site da "Época" estava fazendo, dos tais depósitos incriminadores. (Desmoralizada a incriminação, a senadora quer outras investigações contra Francenildo: a vingança tem vida própria).

Palloci não precisou escrever às carreiras a carta de "pedido de demissão" que distribuiu aos jornais, pouco depois de selada no Planalto a sua saída. Pôde preparar o longo texto desde que, na véspera, Jorge Mattoso não retrocedeu quanto ao depoimento. O tempo, porém, não foi bastante para impedir Palocci de dizer que não divulgou nem autorizou "nenhuma divulgação sobre informações sigilosas da Caixa".

O extrato foi entregue por Jorge Mattoso a Palocci na noite da quinta-feira e, na sexta, estava no site de uma revista. Na qual trabalha um parente direto do assessor de comunicação de Palocci, Marcelo Netto, assessor de Zélia Cardoso de Mello nos tempos de PC Farias/Collor. É razoável que a Marcelo Netto esteja atribuída a artimanha da entrega à revista e é certo que o extrato saiu das mãos Palocci. Mas não faz diferença uma mentira sua a mais ou a menos."

Recalcitrantes Esporte Clube

Comentarista do blog pede, e o blog publica a lista que a Procuradoria da República está denunciando, para que não fique apenas nas costas de Mário Couto a indevida exclusividade.
Nas palavras da Procuradoria da República:

Depois de desobedecerem à regra eleitoral que proíbe propaganda de candidatos antes do dia 05 de julho, quatro políticos paraenses resolveram ignorar também as ordens do Tribunal Regional Eleitoral que, alertado pelo Ministério Público, mandou retirar outdoors irregulares em Belém e no interior do Pará. Bernardete Ten Caten (PT), Cipriano Sabino (PFL), Mário Couto (PSDB) e Suzana Lobão (PL) mantiveram suas placas de feliz aniversário, mesmo depois de receberem a notificação judicial. Agora, foram denunciados por desobediência e podem até ser presos

Diagnóstico

É reservadíssimo o prognóstico do caso Palocci.
Dê uma entradinha no link ao lado, Deu no Jornal, e veja a grita geral nos jornais brasileiros de hoje.
Em resumo, um caso de polícia.
E deverá ser um dos maiores flancos da campanha de Lula, daqui prá frente.

Jornal de R$ 1,00

O excelente artigo de Paulo Oliveira, jornalista e professor da Universidade Estácio de Sá, no Rio de Janeiro, chama atenção para a disputa do chamado "mercado de jornais populares", em ebulição na Maravilhosa.
Mas o que chama atenção, também, é o seguinte: não vemos artigos dos professores de jornalismo e comunicação nos jornais, sites e blogs de Nova Déli.
Por que será?

Violação Em Série

Do blog do Josias, a denúncia.

O caseiro Francenildo dos Santos Costa está longe de ser a única vítima de violação criminosa de dados sigilosos sob proteção do Estado. A Corregedoria da Receita Federal investiga um caso envolvendo o acesso irregular aos dados fiscais de cerca de 6.000 pessoas físicas e jurídicas. A lista de vítimas inclui juízes, desembargadores, jornalistas, empresários e autoridades do governo.

Leia aqui a matéria completa.

Ação

São injustificáveis as ações do MST na Fazenda Peruano. Ponto.
Da mesma forma que o descumprimento das metas de assentamento dos sem terra pelo governo Lula, ao redor de 60% do prometido.
Ainda assim, a superintendente do INCRA na região conflagrada deixa o cargo, para se candidatar nas eleições de outubro.
Sobra, para o governo do Pará, a confusão. E o temor que a PM apronte outra.
Mas tem que agir sim. Ponto.

Duas Faces

Do Seventy, ontem, entre a vivandeirice (no texto) e a historicidade (no título)

Golpe
O movimento militar que há 42 anos derrubou o governo João Goulart será comemorado no dia 31, em todos os quartéis brasileiros, com a mesma ordem do dia, informa um site de Brasília. Em todas as capitais, estão sendo convidados líderes empresariais e de organizações de trabalhadores. Há quem aposte que os militares poderão lançar um manifesto de advertência diante de tanto escândalo que desaba sobre o governo. Para quem não sabe, hoje, nas pesquisas nacionais, os militares lideram o ranking de credibilidade no país.

Efeito Palocci

Pesquisas encomendadas pelo Palácio do Planalto indicam um pequeno abalo nas intenções de voto de Lula, mas uma queda expressiva na avaliação de governo.
E aqui no Pará, o que dizem as pesquisas?

Castiçal

Gente experiente do mercado – negro, diga-se de passagem – de arte sacra diz que uma história sinuosa cerca o episódio da reforma da Sé.

Recalcitrante

A Procuradoria da República informa:

Mário Couto, que é presidente da Assembléia Legislativa do Pará, também condenado por unanimidade pelo TRE a pagar multa de R$ 53 mil pelos outdoors que dizem "Parabéns para quem trabalha pelo Pará", ainda assim desobedeceu a ordem de retirada, assinada pela juíza eleitoral Angela Serra Sales: as placas continuavam nas ruas no dia 17 de março, duas semanas após a notificação do político.

Não quer obedecer a Justiça Eleitoral, a mão treme de tanto convenio que assina, não publica regularmente o Diário Oficial da AL, e não mostra a relação de parentes e aderentes do Poder que preside. E ainda quer ser senador?

Especialista

Tem muito a ensinar nessa área, o governador de São Paulo e médico Geraldo Alckmin. Seu governo já conseguiu abafar nada menos que 69 CPI’s.
Não é um pouco demais?

28.3.06

"Quanto É"

Do blog do Noblat, sobre o contorcionismo da revista na abordagem das denúncias que acabaram com a carreira do ministro Palocci

Carta aberta ao diretor da ISTOÉ

"ISTOÉ, pelo jeito, não quer afligir mais ninguém, principalmente os poderosos. Deve ser por isso que a ISTOÉ desta semana consegue o milagre de produzir uma matéria sobre o caseiro Nildo, aquele que viu as bandalheiras da "República de Ribeirão Preto", sem citar uma única vez o santo nome de Antonio Palocci.

E discorre sobre a vergonhosa quebra de sigilo do caseiro omitindo acintosamente o nome do assessor de imprensa Marcelo Netto, um dos suspeitos de envolvimento no crime.

Reclamo porque fui eu que escrevi a matéria, e nela constavam os dois nomes – Palocci e Marcelo. Meu texto foi lipoaspirado, desintoxicado dos nomes do ministro e do assessor, e assim publicado. Por isso, recusei assinar a matéria."

O trecho acima é de carta assinada pelo jornalista Luiz Cláudio Cunha, editor de Política da sucursal de Brasília da ISTOÉ, enviada a Carlos José Marques, diretor-editorial da revista, e publicada pelo site do Observatório da Imprensa

Ladeira Abaixo

O Mengão anuncia a contratação de dois reforços.
Contratados ao Nova Iguaçú.
Diz o diretor Kleber Leite que "vieram a custo zero e futebol não é uma ciência exata.
Nem a criatividade dos cartolas.

Ouçam!

Essa é uma história de amor por Belém.
É uma lição de cidadania. Fala por um milhão de almas que moram aqui.
E não aguentam mais o barulho, a violência, a frouxura, e a negociação sob o abafa.
A Câmara reúne, de fato, um número surpreendente de adeptos das aparelhagens.
E, mais grave, da cachaça.
Um e.mail de Rejane Bastos, presidente da Associação dos Amigos do Silêncio, para o filho do vereador que apresentou o projeto que disciplina a questão.

Prezado Nehemias Junior

Estava escrevendo uma mensagem e deu um problema,não sei se chegou uma parte,se não chegou eu dizia:Do jeito que as coisas foram e estão sendo conduzidas,fica impossível levar alguém ao plenário,até porque,as pessoas trabalham e estudam,não podem perder as manhãs nisso.
Quem espera pela Lei,não é uma minoria articulada,que pode ser levada para qualquer lugar a qualquer hora,de forma ensaiada.Trata-se do conjunto da sociedade,que tem suas obrigações.
Seu pai está correndo o risco,de gravar o nome na Lei "Samba do Crioulo Doido II",confusa e ineficaz.
Essas emendas causam confusão e acabarão por legitimar a baderna,com respaldo legal.
A emenda da Vanessa por exemplo,é muito infeliz,pois,está dando direito ao sujeito de fazer barulho em postos.Os 65 decibíes são muito altos,além do mais,existe uma Lei Federal que regula isso.
E por aí vai.
Quando aceitei participar do processo,não imaginava o quanto a maioria dos vereadores está voltada apenas para suas bases e alguns apenas para seus umbigos.O bem estar social passa ao largo.
Parabenizo seu pai pela iniciativa,mostrou sensibilidade ao se preocupar com a sociedade como um todo,mas infelizmente,vou torcer contra esse Frankstein que estão costurando,pois,
dificilmente a polícia vai ter condições de agir de maneira eficaz diante de tanta confusão:dia tal,até tal hora,no posto,barulho até tantos decibéis.
Sinceramente,fiquei preocupada.Estamos perdendo uma grande oportunidade,a CF no art 30,incisos I e II e a Súmula 645 do Supremo,ratificam o poder Municipal de regular o horário de funcionamento do comércio,estamos jogando fora a oportunidade de organizar Belém.

sds

Rejane Bastos

Prêmio Amargo

O Sebrae, responsável pelo certame, não tem nada a ver com isso.
Mas a medalha de bronze concedida à iniciativa da prefeitura de Santarém vale ouro no Tribunal de Contas da União, já de olho no processo de aquisição das mini centrais hidrelétricas, objeto do prêmio.
Mais um problema para a administração do prefeito Everaldo Martins Filho, o Beiçola.

Todos Livres, Todos Soltos*

Do Seventy, sobre desvios na SUDAM, matéria que conhece.

Esqueleto
Matéria da revista 'Istoé' desta semana mostra que a União está gastando R$ 70 milhões por ano para administrar os zumbis Sudam e Sudene, que sofreram desvio de R$ 5 bilhões de reais. Na Sudam, 466 projetos não foram cancelados e 'os donos dos projetos, mesmo aqueles sob suspeita - continuam com chances de botar a mão em mais dinheiro público', diz a revista. E completa: 'Nenhum acusado de cometer irregularidades está preso e, até hoje, o governo não recuperou nenhum centavo'.

Arquivo
A 'Istoé', que registra na matéria um flagrante de lobby explícito, diz que o deputado federal paraense Jader Barbalho, 'acusado pelo Ministério Público de chefiar esquema para desviar dinheiro da Sudam e que foi preso em 2002, conseguiu arquivar o inquérito que o investigava. À época, sua mulher foi acusada de desvio de dinheiro da instituição para a construção de um ranário'.


Parece que Jader teve mais sorte que outros que desviaram os recursos da SUDAM.

* copyright by Ronaldo Brasileinse

Atarefados

Do Seventy, no Liberal de hoje.

Está criado um grande conflito entre Paulo Chaves e o padre José Gonçalo, cura da Sé. O secretário diz que o sacerdote, ao reclamar do projeto de reforma da Catedral, que já havia sido aprovado, fez com que a questão fosse levada à Justiça, retardando o início das obras.
Por conta disso, Chaves acusa o sacerdote de ser o responsável pelo estado atual em que se encontra a Sé e diz que não tem nenhuma responsabilidade sobre a situação. Ele mandou uma segunda carta ao arcebispo dom Orani. A briga promete.

Não devem ter o que fazer, o padre e o secretário, que não puderam se entender a tempo.
Enquanto isso deteriora-se o patrimonio, dilapida-se a Sé, e os fiéis e turistas não tem acesso à igreja. Quem sabe o bispo resolve.

Somos (Quase) Todos Cúmplices

Uma pesquisa inédita revela que o eleitor brasileiro é conivente com a corrupção política e que a falta de ética não é um problema apenas da classe dirigente: 75% dos brasileiros acreditam que cometeriam um dos atos de corrupção listados na pesquisa se estivessem no lugar dos políticos denunciados. “Ao imaginar que poderia cometer um desses atos, o eleitor provavelmente é tolerante com o político que o fizer”, explica a cientista social Sílvia Cervellini, diretora de Atendimento do Ibope Opinião, responsável pelo trabalho.

Assim começa a excelente reportagem de Luis Antonio Riff, no site nominimo, mostrando que os políticos não metem prego sem estopa, e que o discurso da honestidade não tem a prevalência que muita gente pensa nas campanhas políticas.

Bagrinho

Caiu o Assessor Especial de comunicação do governador Geraldo Alckmin, aquele que promete um "banho de ética" no país se for eleito presidente. O Ministério Público de São Paulo investiga as denúncias de fraude nas contas publicitárias da NossaCaixa, o banco estadual paulista.
No meio do fogo cruzado vários veículos de comunicação, inclusive a revista Primeira Leitura, do combativo espadachin Reinaldo de Azevedo, o articulista número 1 do tucanato.

Loucuras Em Série

Da coluna de Eliana Cantanhede, na Folha de São Paulo de hoje.

"A queda de Palocci confirma uma combinação explosiva do governo Lula: desconhecimento, inexperiência e arrogância. Jogar o peso do Estado contra um caseiro que ousou desmentir um ministro já raiava a loucura. Como foi o presidente da CEF quem violou o sigilo bancário e quem entregou em mãos o troféu para o ministro da Fazenda, é pura loucura.
Mas tem a ver com um governo que achava que podia tudo: calar a boca de procuradores, da imprensa e dos funcionários públicos, expulsar um jornalista estrangeiro e estimular borbulhantes casas de lobistas

Faixa

Olho Por Olho

Fontes de Brasília avaliam que a pressão política, com a queda de Palocci e indiciamento de Mattoso, poderá provocar desdobramentos nos tribunais superiores, acelerando o andamento de processos pendentes.
É a velha lei da ação e reação.

Avisa Lá

Alguém precisa avisar o deputado estadual Martinho Carmona (PDT) que seu partido já decidiu, desde a quinta feira da semana passada, apoiar a União Pelo Pará nas eleições de outubro.
Ontem, no intervalo do jornal local da Record, um “combativo” Carmona desancava os índices de competitividade recentemente publicados, que colocam o Pará no vigésimo primeiro lugar da federação.
Tá todo mundo curioso para saber o que falará Carmona nos palanques.
Vai ver que foi pensando nele que o governador Jatene se referiu aos “derrotistas”, dia desses no jornal.
Vai ver que foi sim.

27.3.06

Caiu

As manchetes dos principais on line do país anunciam: o rabecão acaba de passar no Ministério da Fazenda.

Caldeirão

Começou a borbulhar o tacho, no sul do Pará.

Sem Cerimônia

Do blog de Fernando Rodrigues, hospedado no UOL.

Mensaleiros comandam PP e PL
O deputado Valdemar Costa Neto (PL-SP) renunciou ao mandato. Não queria ser cassado. Era acusado de traficâncias com Marcos Valério. O tempo passa, mas Valdemar continua como presidente nacional do PL.
O deputado Pedro Corrêa (PP-PE) foi cassado por ter admitido o recebimento de aproximadamente R$ 700 mil do valerioduto. O tempo vai passando, mas Pedro Corrêa continua a ser o presidente nacional do PP.
O que são PL e PP? Partidos?

Foi Ele

O Estadão on line acaba de anunciar: foi o presidente da Caixa, Jorge Mattoso, quem autorizou a quebra do sigilo bancário do caseiro Nildo, da Casa da Felicidade.
Mattoso acaba de entrar na PF para prestar depoimento.
O blog do Noblat está contando a grave violação de direitos.

Comentarista alerta o blog que mais dois deputados federais paraenses, segundo a Folha de São Paulo, estavam na lista dos faltosos na sessão que absolveu dois mensaleiros, na semana passada. São os deputados Zé Geraldo (PT) e Zé Lima (PP).

Uns e Outros

Ensaboado

Do blog do Josias, agora de manhã.

O presidenciável tucano Geraldo Alckmin disse, veja você, que não será investigada a denúncia de que ele teria direcionado recursos de publicidade da Nossa Caixa, instituição financeira do governo paulista, para favorecer políticos aliados na Assembléia Legislativa. Acha que não há necessidade
"Conversei com o presidente da Nossa Caixa (Carlos Eduardo Monteiro). (A denúncia) Não tem a menor veracidade. O governo do Estado não interfere em banco público", disse
Alckmin (para assinantes da Folha).
Para sorte geral, o Ministério Público de São Paulo pensa de outro modo. Abriu, em dezembro, uma investigação. Algo que Geraldo “Banho de Ética” Alckmin parece apreciar somente no quintal dos outros.

Voto Aberto

“Quero saber Como Meu Representante Vota”, é o mote da campanha lançada pelo PSOL, para eliminar o voto secreto nas sessões do Congresso Nacional.
O blog está de acordo com a iniciativa, que deveria se chamar
“Tenho Direito de Saber Como Meu Representante Vota”.

Trem Bão

Do site de Cláudio Humberto,mostrando a variedade de ações do Congresso.

Trem da alegria na Câmara
Sem alarde, a Câmara dos Deputados aprovou o plano de cargo e carreira dos servidores e incluiu um “contrabando”: criou cinco cargos para cada um dos 513 deputados federais. O trem da alegria é extenso: soma 2.565 novos cargos, que farão a festa dos deputados em pleno ano eleitoral.

Unidos

Comentarista do blog rejeita a idéia da divisão do PSDB em dois grupos, o de Jatene e o de Almir. Lembra que em pouco mais de três anos de governo os dois não brigaram, e que Almir tá pronto para entrar em campo, sim senhor. É só querer.
Acha o bem humorado comentarista que em ano eleitoral a fofoca campeia.
Mas porque o Seventy faria uma fofoca dessas?

A Cozinha de Alckmin

A inteligentsia tucana que cerca o candidato Geraldo Alckmin é mal avaliada em dois artigos neste final de semana. O primeiro, de Mário Sérgio Conti, articulista de nominimo, prende-se a Gabriel Chalita, o secretário de Educação de São Paulo, só laquê.
O segundo de Vinicius Mota, na Pensata da Folha de São Paulo, abre o leque, preocupante

Exemplo

O governador do Paraná, Roberto Requião (PMDB), numa demonstração de oportunismo político, acabou dando um bom exemplo aos seus colegas de cargo. Encaminhou projeto à Assembléia Legislativa do Paraná proibindo o nepotismo no executivo daquele estado, incluindo os Tribunal de Contas e o MPE.
Bem que o executivo e o legislativo paraenses poderiam aproveitar o embalo, né não?Ganhariam muitos votos, pois o nepotismo revolta quem tem, ainda, um pingo de dignidade, muita gente

Reta Final

A situação desesperadora de Duciomar Costa na prefeitura de Nova Déli, os prazos de desincompatibilização, e a decisão do Conselho Nacional de Procuradores, que obriga todos os promotores e procuradores cedidos aos executivos estaduais a voltarem para casa, tudo isso junto desmontou uma parte do secretariado de Jatene.
Mas tem muita gente querendo entrar na barca, mesmo a nove meses do final.
O PDT é o mais novo tripulante.

26.3.06

Enterro

Um cortejo fúnebre desce o rio Amazonas. A favor da maré, caixão fechado.
O Remo se despediu do campeonato paraense e está forésimo da Copa Brasil de 2007.
Lágrimas, muitas, acompanham o féretro.

Abuso de Poder

A desfaçatez, o uso sistemático da mentira, o empenho em desqualificar qualquer denúncia, nada disso constitui novidade no comportamento do governo Lula. Chegou-se nos últimos dias, entretanto, a níveis inéditos de degradação ética, de violência institucional e de afronta às normas da convivência democrática.

Assim começa o explosivo Editorial da Folha de São Paulo de hoje, que voce pode ler aqui.

Banho de Peroba

Manchete da Folha on line, sobre os procedimentos relativos às verbas de comunicação do governo de São Paulo, cujo titular promete um "banho de ética" se ganhar as eleições presidenciais.

O governo Geraldo Alckmin (PSDB) direcionou recursos da Nossa Caixa para favorecer jornais, revistas e programas de rádio e televisão mantidos ou indicados por deputados da base aliada na Assembléia Legislativa.

A matéria pode ser lida aqui.

Voltando Prá Casa

Do site Consultor Jurídico, hospedado no Estadão, sobre os casos de promotores que ocupam cargos de confiança nos governos estaduais.

Agora o Conselho Nacional do Ministério Público pôs fim às amáveis disponibilidades entre duas instituições, remetendo os promotores e procuradores aos cargos para os quais foram preparados e estão sendo pagos. Ao contrário de colocar à disposição seus préstimos a um governo de ocasião, os membros do parquet devem é fiscalizar a administração pública e não guardar com ela o menor traço de engajamento, intimidade ou simpatia.

Aqui no Pará a medida atinge em cheio o secretário de Defesa Social Manoel Santino. O Conselho deu o prazo de tres meses para o retorno.

Estatuto de Gafieira

"A forma insólita e ofensiva usada pela deputada petista Ângela Guadagnin (SP) para comemorar a absolvição de seu colega de bancada na Câmara dos Deputados, João Magno (MG), acusado de ter recebido dinheiro do valerioduto, rebolando o volumoso traseiro no plenário da Casa, foi o atestado de óbito do Conselho de Ética e Decoro Parlamentar".

Trecho do Editorial de "O Estado do Paraná" de hoje, sobre a go go girl Angelita de Los Pilas.

Malha

Mãe do Rio e Novo Repartimento foram os municípios paraenses sorteados para a fiscalização da Controladoria Geral da União. O blog deseja boa sorte a eles.
Macapá foi a única capital a entrar na lista. Coitado do prefeito João Henrique (PSB-AP)

Ligações Perigosas

Ilusão de Ótica

Do Seventy, na edição de hoje, sobre as teses do Nosso Líder.

Trabalho
No discurso que fez na Fiepa, durante a assinatura do decreto regulamentando a lei estadual de florestas, o governador Simão Jatene contrapôs-se à velha dicotomia que distancia o empresariado do operariado. Na visão de Jatene, empresários e operários são igualmente trabalhadores e representam força capaz de ditar, unida pelo voto, os rumos da construção da sociedade
.

Jatene reescreve a sociedade capitalista. Deve ter descoberto, além da exploração da mais valia, algum outro lugar de onde vem o lucro dos capitalistas.Deve sim.

Fico

Do Seventy, na edição de hoje de O Liberal.

Caso permaneça no cargo, Jatene terá duas opções políticas: ou será candidato à reeleição, opção defendida por seus principais auxiliares, ou permanecerá até o final do governo, apoiando outro candidato - no caso, Almir Gabriel.

No dia da inaugú do Hospital Metropolitano, há oito dias, o Seventy deu destaque ao desprendimento e amizade entre Jatene e Almir, como se o ninho tucano fosse uma grande incubadora a aquecer todos os filhos, como se o candidato fosse secundário ao projeto de governo. O blog estranhou os discursos, lembram?
Na edição de hoje o Seventy escancara a verdade: o grupo de Jatene não quer a volta de Almir.
Uma nota dessas acaba com o fim de semana de Almir, à beira do gramado.
Jatene talvez queira continuar. Seus amigos com certeza. O Seventy então...

Argumento

Preocupada em aumentar o “arco da sociedade” prejudicado pela Resolução da Cachaça, relaxada pelo governo que a implantou, a presidente do Sindicato dos Vendedores de Cachaça, Oscarina Silva, elenca até empregados de fábricas de cigarros entre os prejudicados pelas medidas. Patética.

Bolsa

O PMDB vem que vem para as eleições de outubro.
Hildegardo Nunes e Luis Otávio são os nomes mais ventilados no partido.

Terceirona

Memória da Violência

Do Repórter Diário, no Diário de hoje, comentando a agressão sofrida por jornalistas da TV Liberal no estacionamento do Detran.

Jornalistas agredidos
Num rasgo de ousadia, a TV Liberal abordou (sexta-feira) a onda de agressões a jornalistas no Pará - segundo Estado em ocorrências do gênero. Motivo da matéria: cinegrafista da emissora foi surrado por um dono de auto-escola acusado de corrupção. Pontificaram na reportagem o presidente da OAB-PA, Ophir Cavalcante, e a presidente do Sindicato dos Jornalistas, condenando as obstruções ao trabalho da imprensa.

Memória curta
A matéria só não menciona que, há exatos um ano e dois meses, um dos diretores de O Liberal (e da emissora), Ronaldo Maiorana, ajudou a estimular a onda de truculência ao agredir o jornalista Lúcio Flávio Pinto, no restaurante do Parque da Residência. Naquela ocasião, a OAB e o Sindicato dos Jornalistas preferiram silenciar.

A memória do RD também encurtou. Tanto a OAB como o Sindicato dos Jornalistas se manifestaram sim. A bem da memória das duas instituições, antes não o tivessem feito, do jeito que fizeram.
E a agressão do cinegrafista, injustificável, mostra bem as agruras da profissão, onde os operários pagam pelos patrões.

25.3.06

Porque Nova Déli?

O Arquivo 5ª, alternativa deste pôster quando em viagem, como hoje, responde a perguntas de leitores recentes do blog, que têm dificuldade para entender as referências à capital indiana, todas as vezes que tratamos da capital paraense, Republico hoje, então, a história desse apelido.
________________________________________________

Endereço do Blog

Depois do primeiro turno das eleições de 98 fui descansar no Marajó.Levei na mala da pick up 32 pés de bouganville, de quatro cores diferentes, terçados, e muita disposição para roçar, destocar e cercar um terreno de 1000m2 que havia comprado meses antes.Passei quatro dias “descansando” o dia todo, só voltava no fim da tarde prá pousada.Lá conheci um casal de gaúchos que estava correndo o Brasil numa Kombi trailler, com patrocínio de um jornal e de uma revenda Volkswagen,ambos de Novo Hamburgo, RS.Ele fotógrafo, ela artista plástica. Gente simples, mas mui buena.Voltei um dia antes deles, pois o segundo turno foi confirmado e a produtora me chamou de volta. Vésperas do Círio, convidei-os para almoçar o patoso com minha família.Levaram as fotos de suas andanças mundão afora, contaram histórias e lá pelas tantas perguntei o que tinham achado de Belém.Entreolharam-se, e ela começou a falar, descrevendo o centro da cidade, área que melhor conheceu.Descreveu uma cidade que eu conhecia, mas não via.Falou da sujeira, da desorganização no centro comercial com a invasão dos camelôs, da desfiguração do patrimônio histórico, da prostituição e da loucura solta pelas ruas do entorno e na Praça da República. Não esqueceu do trânsito caótico e boçal dos ônibus, dos esgotos a céu aberto, da balbúrdia generalizada.Achou a cidade muito barulhenta e sem definição urbana. Comércios e residências lado a lado.Sete anos depois ela ficaria surpresa se voltasse à Belém.O impossível aconteceu com a cidade: ela piorou muito. A Praça então,coitada.Um vigoroso ponto de drogas viceja bem na esquina da Riachuelo com a 1º de Março e a violência se instalou geral,disputando com as putas nas transgressões e no perigo,pois elas,já velhas,fodem pouco e roubam muito.Os carros som circundam a praça sem parar e a feira dos artesãos – mais paraguaia e sulanca que qualquer outra coisa – começa a tomar conta da praça já na sexta de tarde.Nas calçadas da Presidente Vargas, a mais tradicional avenida do centro da cidade, vende-se de filhotes de cachorro a queijo de coalho do Nordeste.Mafuá é pouco!Quem anda muito por ela vê a gentalha colocando o bilau pra fora, e sem cerimônia, derrama o ácido úrico que empesta as calçadas. As pessoas tomam ônibus no meio da pista.Tudo na cara das autoridades, nas ventas da sociedade.Hoje me lembro que ao final daquele encontro com o casal gaúcho, perguntei qual cidade do mundo lembrava Belém.Entreolharam-se de novo e desta vez ele, voz cavernosa, não contou conversa: Nova Déli.Então é isso, amigos. O blog é domiciliado em Belém.Mas reside em Nova Déli.

24.3.06

Nova Déli?

Amanhã republicarei um post, na seção Arquivo 5ª, que conta a estória de como cheguei à Nova Déli enquanto representação da capital paraense.
As postagens retomam seu curso normal com as edições dos jornais de domingo.

Opinião Não Publicada

Mas quando é que vão publicar uma pesquisa de intenção de voto ao governo do Pará?
Custa tão pouco, vale tanto...
O mistério parece indicar as seguintes possibilidades:
1) ou tem alguém muito na frente, o suficiente para nem se preocupar em divulgá-la agora;
2) ou tá meio embolado e todos têm medo de mostrar os números;
3) ou, por fim, a indefinição é grande o bastante para recomendar cautela para uns, ousadia para outros.
O blog, sem pesquisas, desconfia da alternativa 2.

Vitória de Pirro*

A chapa "Sou Mais Seventy", também apoiada pela Associação dos Docentes da Jacob, antiga Adufpa, foi a mais votada nas eleições para o Diretório Central dos Estudantes da UFPA,500 votos à frente da segunda colocada,"Sou Mais UFPA", que dobrou o número de assentos na representação estudantil no CONSUN
Pelo critério de proporcionalidade, entretanto,a vanguarda do atraso - Sou Mais Seventy - perderá quase a metade das cadeiras que tinha na dita representação.
Ou seja, ganhou, mas não levou.

* Pirro

Destinos

Lula foi prá Vitória. Jatene pro Xingú.

..................................................................

Atualizada às 19:15 H, de um comentarista do blogger:
"E o povo, que não tem para onde ir ?"

Memória

Testemunhas garantem: tanto Jader Barbalho(PMDB-PA) quanto Nicias Ribeiro (PSDB-PA) estavam em Plenário na sessão que liberou os deputados mensaleiros, ante ontem em Brasília. Só não assinaram a lista de presença.
Devem ter se esquecido. Devem sim.

Na Mosca

Da coluna de João Salame, do jornal Opinião, do Sul do Pará.

Xingu
Conforme antecipou esta coluna, o governador Simão Jatene (PSDB) está sendo esperado em São Félix do Xingu nesta sexta-feira (24). E vai. Isso significa que o governador dos paraenses não estará na ampliação das instalações da Alunorte, em Barcarena, no mesmo dia. Jatene será representado pela vice-governadora Valéria Pires Franco (PFL).

Vai fazer falta o governador do paraenses.
Mas o blog, admirador confesso da Vice-Governadora, com todo o respeito, é claro, tem certeza que, em matéria de representação, nenhum estado brasileiro chega aos pés do Pará.
Só que a questão não é de representação, é de aparição mesmo.

Mais Prá Frente

Ainda a coluna de Salame, no Opinião.

Presidente
Caso o presidente Luís Inácio Lula da Silva (PT) confirme sua presença em Barcarena, prestigiando mais uma das iniciativas da Companhia Vale do Rio Doce, o esperado encontro com o governador (para que se tire a limpo quanto realmente a União investiu no Pará nesses anos de domínio petista) ficará para depois.

Tem razão a nota. Vai ficar prá bem depois, prá render bem.
Enquanto isso se escondem, ambos, atrás de jornais e porta vozes.

Peso da Opinião Pública

E, bem humorada, arremata a coluna.

Blogueiros
Os blogueiros que acompanham essa perlenga certamente ficarão decepcionados com a decisão do Palácio dos Despachos, entre eles o blog Quinta Emenda, assinado por Juvêncio de Arruda (www.quintaemenda.blogspot.com). Entre os tucanos prevaleceu a idéia de que o nível de desgaste chegou a um ponto que não dá mais pra fazer jogo de cena com Lula. Pelo jeito, decidiu-se apostar todas as fichas na vitória de Geraldo Alckmin (PSDB).


João Salame acertou mais uma vez.
Os blogs vão ficar tristíssimos, pois queriam o esclarecimento do “jogo de cena”, enfim admitido na nota. Melhor que terminou a cena, e começou o jogo.
O blog respeita a decisão do Palácio dos Despachos, compreende suas limitações, mas acha que os tucanos deveriam pensar numa postura mais republicana para o governador dos paraenses.
Começa a ficar estranho, com uma agenda tão alongada, toda vez que Lula vem “cá”, Jatene se “despacha” prá “lá”. Tal não acontece em nenhum estado do Brasil!
É isso que “prevalece” entre os paraenses, ao menos aos mais atentos.
Já os desgovernados...
E o blog agradece a referencia da coluna e de um leitor de peso, num lugar que tem um peso especial no coração deste poster. (cujo nome completo é Juvêncio Dias de Arruda Câmara.)
Afinal, tem três tios-avos ex prefeitos de Marabá, o primeiro deles inclusive, empresta seu nome ao Palácio Legislativo da cidade, Augusto Dias.
Leonel e Josico Vergolino foram os outros dois.
Mas o blog, triste, reconhece: Salame 3 x 0 Blog

Balança

Tucano de alta plumagem, mas tanta que quase não consegue voar, admite para o blog que Dudu está causando muita preocupação no ninho. Ele quer porque quer ficar em Brasília.
E ele deve “contaminar o parceiro” no eleitorado de Nova Déli, diz o preocupado tucano.
Para compensar, diz,vão "jogar muito dinheiro na capital".
O blog acha que não vai dar tempo de reverter esse quadro de rejeição fantástico que se abateu sobre Dudu, a tempo destas eleições.
Para 2008, quem sabe?

Livre, Leve e Solta

De fora do relatório final da CPI da Biopirataria, assinado por Sarney Filho – sua assessora Joana Pessoa e o ex marido Marcílio Monteiro idem – Ana Júlia volta a pensar na hipótese de se candidatar ao governo do estado. Sarney Pai adoça Jader.
Quem sabe até o anima a vir ao Senado?
Já pensaram?

Menos Um. Mais Um

O ex prefeito de Jacareacanga, Eduardo Azevedo não é do PSDB, como informado na nota Gang Desbaratada, postada aqui no dia 20, que contava a história da Quadrilha dos Remédios, desmontada pela Polícia Federal no Oeste do Pará.

Embora eleito pelo PSC, Eduardo hoje se alinha com o PV, chefiado no Pará pelo Chefe da Casa Civil do governo do Pará.

Com isso cai de 4 para 3 o número de prefeitos tucanos envolvidos na quadrilha.

E o PV sai do zero.

23.3.06

O Circo










Nós os milhões de palhaços
O outdoor acima circula na Internet com um retrato fiel do momento dramático da política brasileira. Uma alternativa bem humorada à indignação generalizada contra a palhaçada que se pratica no picadeiro do Congresso.


Postado por Tutty Vasques, no noblog,o blog de nominimo

Ausentes

A Secretaria Geral da Câmara não registrou a presença de tres deputados paraenses, entre os 70 que faltaram à sessão que livrou a cara de mais dois mensaleiros.
Foram os deputados Jader Barbalho (PMDB), Nicías Ribeiro (PSDB) e Zequinha Marinho(PSC).
Segundo o presidente do Conselho de Ética da Câmara, deputado Ricardo Izar (PTB-SP), a ausência de um número tão grande de parlamentares foi decisiva na absolvição dos acusados.

--------------------------------------------------------------------------

Atualizado às 20:45

O blog recebeu há pouco, da Assessoria Parlamentar do deputado Zequinha Marinho (PSC-PA) o comunicado abaixo, postado à consideração dos leitores, agradecendo a agilidade e atenção da Assessoria do deputado.

O Vôo Brasília-Palmas sai pontualmente de Brasília às (16:12).
O deputado Zequinha Marinho embarcou neste horário e tomou um carro para não se atrasar para compromisso político anteriormente agendado com o partido o qual preside no Estado em Conceição do Araguaia, sul do Pará, muito antes da decisão da Mesa da Câmara de agendar a votação de cassação dos dois deputados citados pelo pôster.

Por outrossim, já tramita na Casa PEC para derrubar o caráter secreto na votação deste tipo de processo. O que revelará à sociedade de uma vez por todas quem tem compromisso com a moralidade parlamentar. Atenciosamente,
Assessoria de Imprensa
Gabinete Deputado Federal Zequinha Marinho (PSC/PA)

Fora do Ar

Depois de oito anos de veiculação ininterrupta, saiu do ar o premiado programa Minuto da Universidade, veiculado pela TV Liberal.
Desde dezembro sem patrocínio, período em que foi assinado pelas Organizações Rômulo Maiorana enquanto se buscava um patrocinador, o programa foi retirado sem nenhuma comunicação à UFPA.
No ar ficam seis empregos diretos, e quatro estagiários do curso de Comunicação Social, bancados, junto com todas as despesas de produção do Minuto, pela Fadesp ao longo desses anos.
Nos planos a reorientação do projeto Academia Amazônia, com um novo plano de mídia, a ser oferecido à outras emissoras de tv.

E Aí, Jatene?

Pronto.O Seventy confirma a vinda de Lula ao Pará amanhã.
Só a de Lula.
Prá onde será que Jatene vai viajar desta vez?
O blog torce por Barcarena.

Má Educação

O Seventy de hoje, em nota políticamente correta, conta a história de um cadete capixaba que estuda no Instituto de Ensino de Segurança do Pará que, ao ter seu carro roubado, de dentro do estacionamento do Instituto, foi comunicar a ocorrência ao diretor e foi punido.
E o diretor, quem pune?

Sobe ou Desce?

O Seventy vem dizendo hoje que o ministro do Turismo faz elogios ao setor de turismo no Pará, credenciado, segundo ele, para ser a futura porta de entrada do turismo estrangeiro na Amazonia. Que bom.
Devem estar errados os empresários do trade, que no mesmo Seventy, no início desta semana, entregaram um documento com propostas ao governo do Pará, preocupados com as estatísticas do setor, que caiu 17% no ano passado.

Eleição Plebiscitária

A manutenção da verticalização ontem, no Supremo, pode levar a eleição presidencial de 2006 a ser decidida num turno só. O mesmo pode acontecer em alguns estados.Em vários estados, aliás.
O Pará entre eles.

Arroz de Festa

Figurinha fácil na ponte aérea Belém-Brasília, o prefeito Duciomar Costa não consegue se separar da capital federal.


Drink

Interrompidas duas vezes, ontem, as negociações entre a Câmara de Nova Déli e os festeiros que querem a cachaça até altas horas. Motivo: animos exaltados.
Mas se a Polícia afrouxou, como é que a Câmara vai segurar?
Cachaça, violência e frouxura: o coquetel da segurança pública.
A estória do desemprego é papo furadésimo.
Se a festa começar e terminar mais cedo todo mundo vai e ninguém fica sem emprego.
É rápido que o povo se acostuma.
Impactos negativos sobre o turismo? Mentira!
Só se for o turismo sexual. O turista que investe, compra, se hospeda e deixa grana na cidade não frequenta essas festas porcarias de aparelhagens.
O blog garante que a população é contra a cachaça.
Alguém ousa publicar uma pesquisa?

Dicionário de Sinônimos

Remo=Paissandu= vexame

Feira Livre

Do Repórter Diário, no Diário do Pará de hoje.

Divididos
O presidente regional do PDT, Giovani Queiroz, levou duas opções de pedidos para a reunião que teve, esta semana, com a cúpula do PSDB. Em troca do apoio de seu partido aos tucanos, nas eleições deste ano, ele quer a Seduc ou o Detran. Ao mesmo tempo, outros três deputados da bancada do PDT se reuniram com o senador Luiz Otávio, do PMDB, também propondo acordo por cargos

Isonomia

Quando é que a Assembléia Legislativa eliminará o nepotismo de seus quadros?
Poderiam começar informando à sociedade paraense a relação de parentes e aderentes de cada parlamentar. Que tal, Mário Couto?

Troca

Do Repórter Diário, no Diário do Pará de hoje.

Heitor Pinheiro está limpando as gavetas na Fumbel. Ocupará o lugar de Izabela Jatene, filha do governador, no Pró-Paz.

Quente

O clima indica que o “chefe” da Casa da Felicidade pode cair hoje.
Com “raiva,muita raiva no coração”.
Ora,ministro, faça-nos rir.

Ligações Perigosas

Do site de Cláudio Humberto.

Suspeitos são todos do PT gaúcho
São do PT gaúcho, ligados ao ex-ministro Olívio Dutra, os suspeitos do crime de quebrar ilegalmente o sigilo bancário do caseiro Francenildo Costa, o “Nildo”, que confirmou a ligação do ministro Antônio Pallocci com a mansão do lobby, em Brasília: o presidente da Caixa, Jorge Mattoso, amigo de Felipe Belisário Wermus (vulgo ”Luiz Favre”), de histórico trotskista como Palocci, e Clarisse Copetti, “guardiã” de segurança da informação da Caixa.

Batom na cueca
Vice-presidente de Tecnologia da Caixa, Clarice Copetti (que depõe hoje na CPI dos Bingos) é mulher de Cesar Alvarez, do PT gaúcho. Ele trabalha a poucos passos do gabinete do presidente Lula, no 3º andar do Planalto.

‘Nildo’ conectado
César Alvarez foi secretário da Indústria e Comércio nos governos do PT em Porto Alegre, hoje é subsecretário-geral da Presidência e coordena o programa “PC Conectado”, dividindo a mesma parede do gabinete de Lula.

Quorum

Vinte por cento dos deputados não estava em Plenário, ontem, na sessão que absolveu mais dois mensaleiros da cassação.
São ou não são uns malandros, diga lá?

22.3.06

Varada

Está mantida pelo Supremo Tribunal Federal a regra da verticalização.
Tomem, deputados horizontais. Procuraram né?

Tarado

Trecho da declaração do procurador da República Renato Resende, após o interrogatório do meliante Donizete Pires, que terminou agora há pouco em Santarém.

"O acusado é delinquente ambiental compulsivo. Trabalha na destruição da Floresta Amazônica qual formiga incansável. Mais do que comprovado o imenso perigo que José Donizetti Pires de Oliveira apresenta para o convívio social. O estado democrático de direito não pode permitir que um indivíduo, além de ocupar terras públicas ilegalmente, ainda agrida cidadãos brasileiros que estão gozando do seu direito constitucional de manifestação pacífica"

6 Por 1/2 Dúzia

Do blog do Noblat, há pouco, mostrando o que não pode ser feito pelos candidatos nas eleições de 2006.

*Proibidos showmícios.
*Proibidos o uso e a distribuição de camisetas, bonés, canetas, chaveiros e brindes.
*Proibida a propaganda de candidato ou partido em jornais e revistas.
*Uma comissão da Câmara tem até 10 de junho para fixar o limite de gastos de cada candidato. Se não o fizer, caberá a cada partido estipular o gasto (o texto original delegava tal tarefa à Justiça Eleitoral. Agora, se a comissão não limitar, a farra está liberada. Cada um gasta o que quiser).
*Proibida a divulgação de pesquisas no período que antecede 15 dias das eleições.
*Os candidatos não precisam divulgar os gastos pela internet durante a campanha. Somente 30 dias depois das eleições.
*A administração pública fica proibida de doar bens, valores ou benefícios em ano de eleições.
*Candidatos radialistas e apresentadores de televisão devem deixar suas funções na data da convenção do partido.


São pífias as alterações, uma delas, a dos comícios, claramente ilegal.
Quais são os problemas com os bonés, canetas, chaveiros e brindes, limitados instrumentos de marketing?
Não haverá limites de gastos, querem apostar?
A proibição das pesquisas, justamente no período em que se consolida a decisão do voto,é uma pegadinha de mau gosto, pois abre espaço para o boato em detrimento do instrumento científico. Divulgação de gastos depois da campanha pela internet? Ora, isso já existe, apenas foi formalizado.
A data da convenção dos partidos - prazo limite para que radialistas e apresentadores de tv saiam do ar - na prática, é cinco dias antes do prazo permitido para o início da campanha.
Ou seja, inócua.
Vai embora em boa hora essa legislatura brasileira. Aliás, vai atrasada.
Tomara que pouquíssimos voltem. Mas bem pouquinhos...quase ninguém.

Papelões

Do Diário do Pará, trecho de matéria do Caderno Cidades.

O ex-prefeito de Belém Edmilson Rodrigues não compareceu à convocação para prestar depoimento à CPI que apura denúncias de que os descontos realizados em folha de pagamento de servidores municipais ao INSS não foram repassados ao instituto. De acordo com o presidente da CPI, Nehemias Valentim, o inquérito seguirá. “Ele teve oportunidade de defesa garantida. Se não fez uso, agora vai ser julgado à revelia. O relatório será enviado ao Ministério Público e às autoridades jurídicas”, disse.

É um desrespeito a Câmara, ao menos enquanto instituição, a ausência do ex prefeito de Nova Déli. E o presidente da CPI desrespeitou a cidade ao afrouxar na Resolução da Cachaça.
0 x 0.

A Premio

Até agora seus colegas evangélicos se perguntam aonde estava com a cabeça o vereador Nhemias Valentim (PSDB) ,ao dar uma entrevista, no Jornal da Record, defendendo uma solução "negociada" para a Resolução da Cachaça.
Foi vergonhosa a "afrouxada" que os vereadores deram, submetendo-se à minoria de festeiros e donos de aparelhagens, cuja associação é comandada por Fabrício Gama, assessor do deputado André Dias (PSDB).
E acabou a discussão.
A cachaça venceu. A violência vai continuar

Perdido

No Mattoso sem cachorro. Assim está o presidente da Caixa Economica Federal.

Destaque Nacional

O Liberal é destaque também, e principalmente, no site do Observatório da Imprensa, que não gosta nenhum pouco do que observa naquele jornal.

Prêmio

IVC: o maior premio jamais concedido aos leitores de O Liberal

Dúvida

Lula vem? Jatene vai?

Falta o Principal: a Verdade

Do artigo de Lúcio Flávio Pinto, em O Estado do Tapajós.

A direção de redação do jornal não tem o menor pudor de violentar a integridade dos fatos conforme sua vontade e conveniência. Priva a opinião pública de saber o que realmente acontece. Fornece-lhe a mais nefanda das informações: a informação truncada, manipulada, a meia-verdade que distorce mais do que a mentira assumida, aberta, escancarada.O jornal perdeu o sentido de sua responsabilidade. Vive a se superar nessa sucessão de desrespeitos ao compromisso profissional, ético e moral. A que andar do subsolo da descrença descerá no próximo episódio?

Leia a íntegra do artigo, um golpe no fígado, aqui.

In Versus Cantamus

De Jota Ninos, poeta,jornalista e escrivão judicial, comentarista do blog.Gente muito boa.

Infelizmente Vou Contar"
Hoje IVC é quem manda,
falou tá falado
não tem discussão",
parafraseia o poeta,

Indivíduo Vetusto e Carente,
em busca da informação renitente
numa folha de jornal
Mas como encontrar a verdade liberal?
Libertas quae sera Veritate?

Onde esconderam os exemplares vivos
de uma verificação que há muito não foi feita?
Infelizmente Vou Contar:
no meio do caminho
havia uma regra
Ivo viu a uva
e o IVC não viu você...

Se há maior gana
em tudo isso,
que dirá o sumiço
de tantas folhas jogadas
ao léu e ao beiral...
Funde-se, já, um novo periódico:"New Déli Beiral"!

(Juventy, o editor que não se emenda, depois de quinta)
Isto Você Conhece...

Revolta

Importante liderança empresarial, da “velha guarda da Portela”, informou ao blog que, impressionado com a unanimidade da reação na diretoria da entidade que participa, mandou imprimir e distribuir cópias da Carta do reitor ao Liberal para todos os associados da tradicional instituição.
“Foi a maneira que encontramos de posicionar a entidade no episódio”, disse a liderança.

Escândalo IVC

Na mesma ocasião, o empresário considerou "gravíssimo" o resultado da auditoria do IVC no jornal."E são evidentes os prejuízos aos anunciantes", arrematou.

Pinochio

Em ofício enviado à direção de O Liberal, a UFPA repele, mais umavez, os termos da nota da edição on line do jornal, objeto de post ontem aqui no Quinta, em que o problemático Liberal desinformava seus leitores ao citar a própria UFPA como fonte da dita.
Mentira, simples e pura. Não se emenda o jornal ivecezado.
Já seus leitores...

Moral?

Da coluna de Elio Gaspari, em O Globo de hoje.

Uma coisa é lutar contra a corrupção, bem outra é manipular essa luta. Essa foi a principal bandalheira petista. O surto moralista dos tucanos é falso como os depoimentos dos comissários petistas nas CPIs

Leia a íntegra aqui.

Fábrica de Encrencas

Do Repórter Diário, no Diário do Pará de hoje.

A novela da compra do hospital Sírio Libanês, onde a Prefeitura de Belém pretende abrigar o PSM, ganhou mais um capítulo. Moradores de seis casas, na Barão do Triunfo, próximo à Duque (na lateral do hospital), receberam notificação da Secretaria Municipal de Assuntos Jurídicos, informando que serão desapropriados de seus imóveis, declarados como de utilidade pública. Só que o preço proposto pela PMB foi considerado um insulto pelos moradores

É impressionante a capacidade de arrumar encrencas da administração deNova Déli.
O prefeito? Tá em Brasília, é claro.
Mas o que diabos Dudu tanto gosta de fazer em Brasília que não sai de lá?

Rotina

Nada mudou em Santarém com a viagem de Maria do Carmo, do PT, à São Paulo e Brasília.
Foi ontem e só volta no fim de semana.
O vice, Delano Riker, do PDT, continua Secretário de Agricultura.
O município segue comandado pelo prefeito Everaldo Martins Filho, o perigoso Beiçola.

21.3.06

Coerência

Do blog do Jeso, sobre as alianças que se formam para as eleições de outubro.

As cúpulas do PSDB e PDT reúnem logo mais à noite na Hotel Sagres, em Belém, em mais uma rodada de negociações, para selar aliança política na eleição deste ano.
As negociações giram em torno da Seduc (Secretaria de Educação).O PDT impõe a seguinte condição: quer a secretaria em "pacote fechado".
Ou seja, com poder de nomear em todas as UREs, espécie de sucursais regionais da Seduc espalhadas por todo o Estado.
O PSDB hesita.Mas as duas partes querem bater o martelo no acordo ainda hoje.

Só não batam com muita força para não despertarem a ira de Covas e Brizola.
O PDT moveu mais de 20 ações contra o PSDB, uma delas pedindo o impeachment de Jatene.
Deu um trabalhão ao governador.
E o PSDB respondeu com 18 ações.

Exemplo

O blog reverencia o chines Gong Duoruo, que mesmo aos 105 anos, continua na luta.
Tomara que este poster faça o mesmo.

Campanha

Trecho da matéria de O Liberal on line de agora há pouco, que mesmo desmentido, segue mal informando seus leitores, verificadíssimos, ao dizer que uma das chapas candidatas ao DCE tem o apoio da reitoria da instituição.

Neste ano, cinco chapas concorrem ao pleito. Mas a disputa tende a ficar entre a Chapa 3 “Sou mais UFPA”, que conta com o apoio da reitoria da instituição, e a Chapa 4 “Dias de Luta”, que defende um movimento estudantil autônomo e é apoiada pela maioria dos Centros Acadêmicos da Universidade.

A chapa "Dias de Luta" também ficou conhecida como "Sou Mais Seventy".
E o que é pior: no rodapé está dito que a fonte , pasmem com a violência, é a própria UFPA.

Sinuca de Bico

É cruel a situação de Antonio Palocci descrita no blog do Noblat..
Mais cruel impossível.

Efeito Cascata

Marabá é o primeiro município do interior a relaxar a "Lei Seca".
O exemplo de Belém, relaxada na sexta, encorajou o prefeito de uma das mais violentas cidades do estado a seguir os passos de Nova Déli.
Está muito próximo da desmoralização completa a mais importante iniciativa das autoridades em conter a violência.
É lamentável, e preocupante, na medida em que as alternativas de contenção à bandidagem diminuem perigosamente.

Rateio

Da coluna de João Salame, no Jornal Opinião, de Marabá.

Acordo
Um acordo está em marcha no sul do Pará. Se o ex-prefeito de Conceição do Araguaia, Alberto Branco (PSDB), desistir de sua candidatura a deputado estadual para apoiar o ex-prefeito Mário Moreira (PSDB), este se compromete a apoiar a candidatura de Wandenkolk Gonçalves (PSDB) a deputado federal.

Outro
Existe ainda uma outra possibilidade que circula nos bastidores. O grupo de Mário Moreira indicaria o próximo secretário de Agricultura do Estado em substituição a Wandenkolk, com o compromisso de apoiar a sua candidatura. A conferir.

O Encontro

Tres dias separam Lula e Jatene do encontro que poderá começar a desvendar o mistério da transferencia dos recursos federais ao Pará. Serão R$ 5 bilhões, como disse o presidente em Marabá? Muito menos do que isso, como retorquiu o governador? Serão R$ 9 bilhões como anunciou o deputado estadual Mário Cardoso (PT)?
Lula vem? Jatene vai?

Fim do Mistério?

A Folha de São Paulo já desvendou o mistério da quebra ilegal do sigilo bancário do caseiro da Casa da Felicidade. Segundo conta o blog do Noblat, foi a Caixa.

Práticas Obscuras

Editorial de O Globo de hoje, sobre a greve dos desembargadores do TJ de Minas Gerais.

Só a defesa impudente de práticas administrativas obscuras e de privilégios inadmissíveis numa democracia moderna pode explicar atitudes imoderadas como a ameaça de paralisação anunciada pelos 117 desembargadores do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, em protesto contra a proibição do nepotismo pelo Conselho Nacional de Justiça e o cumprimento da decisão constitucional que limita os salários dos juízes em R$ 24.500.

Leia mais aqui.

Esse Não

O blog não vai contratar o IVC para auditar sua circulação.

Velho Oeste

Do Repórter Diário,hoje no Diário do Pará.

Tiros na rádio
Três tiros disparados contra o prédio da Rádio Comunitária de Juruti (RCJ) calaram a entrevista do ex-prefeito do município, Isaías Batista, do PMDB, neste final de semana. No microfone, Batista criticava duramente a administração municipal quando foi interrompido. O autor dos disparos, identificado como Manduca, é assessor do atual prefeito, Henrique da Costa, do PT. A Polícia local acompanha o caso.

Isaias é um dos ex prefeitos que terá a prisão solicitada pela Procuradoria da República no caso da Quadrilha dos Remédios. Deverá ficar em local seguro logo logo.

Versão

Não se fala de outra coisa em Monte Alegre, o mais lindo sítio urbano de todo o Amazonas paraense. O episódio que envolveu o ex prefeito daquela cidade, Jardel Vasconcelos, foi diferente do noticiado nos jornais da capital. Em campanha pela esposa, candidata a deputada estadual pelo PFL, Jardel teria descido a maçaranduba no prefeito de Óbidos,em comunidades rurais da cidade vizinha.
Magoado, digamos, o prefeito mandou dar um susto nos “invasores”. Os “gentilezas” de lá teriam exagerado, e por pouco não ocorreu uma tragédia.

Triste Episódio

O episódio das liminares que cercearam o depoimento do caseiro da Casa da Felicidade, onde os petistas de Ribeirão Preto faziam todo tipo de saliência, tem contornos ridículos.
Todo mundo soube os termos, ou a falta deles, que rolavam na mansão.
Todo mundo viu o esforço, ou a falta dele, em não levar o caso até o esclarecimento final.
Apesar do senador Tião Viana (PT-AC) e do STF

20.3.06

Cercados

A Receita Federal começa a fechar o cerco em cima das fábricas de refrigerantes.
Motivo: falsificação e evasão fiscal. Dependendo do tamanho da produção, diferentes prazos de adequação às medidas foram estabelecidos.As menores fábricas terão prazo até 31 de dezembro do ano que vem. A partir daí terão que instalar medidores de vazão.
Uma espécie de IVC de líquidos.

Corno Manso

Demorei meio século para descobrir que prefiro ser corno manso, ou seja, se tiver que ser traído, algo de que ninguém que conheço escapou, prefiro a mansidão à brabeza. Se uma mulher quiser ou precisar trair, não vai ser a braveza do marido ou sua mansidão que impedirão. Talvez um manso até seja menos traído por ser, quem sabe, mais amoroso.

Calma pessoal, não é a minha autocrítica. Ou, pelo menos, ainda não.
É um trecho do delicioso ensaio de Hermelindo Neder, compositor premiado internacionalmente em trilhas sonoras de cinema, e Doutor em Comunicação e Semiótica pela PUC de São Paulo.
É um, digamos, manual para quem vai chegar lá.
Todos, segundo o autor.

Preocupação Desnecessária

Do Seventy, hoje em O Liberal.

A Arquidiocese está preocupadíssima. Todos os indícios e as primeiras investigações da Polícia fazem crer que as hóstias furtadas da capela de Lourdes seriam usadas mesmo em rituais satânicos.

A população pode ficar despreocupada. Elas não funcionam em nenhum dos dois rituais.
Mas tem que ser registrado o bom humor da nota do Seventy, em plena segunda feira.

Gang Desbaratada

Do blog do Jeso, postado agora há pouco em Santarém.

“Essas pessoas só temem a cadeia”.
A declaração é do procurador da República Renato Resende em entrevista à GAZETA na última sexta-feira. Por isso, decidiu por abrir ação criminal contra os acusados de participação da chamada "quadrilha dos remédios".
Só depois, então, pretende ajuizar ação civil, para que devolvam ao erário público todo o dinheiro desviado.Para Renato Resende, a indenização pura e simples deste tipo de fraude não tem sido capaz de amedrontar as pessoas que a praticam.
Daí porque resolveu adotar outra estratégia.“Pouco importa que passem apenas cinco dias na cadeia. O importante é que sejam presos. E é isso que eles temem”, disse o procurador, nascido no Rio de Janeiro.
Resende ressalta que a crença na impunidade por parte da quadrilha era tão grande que “não tiveram a preocupação em apagar as pegadas”. Os documentos e computadores apreendidos semana passada em poder do contabilista José Ronaldo Costa atestam o amadorismo das fraudes.“O esquema é simples, de fácil constatação e que mostra a audácia dos criminosos que usurpam os recursos públicos”, afirmou. “A ausência de órgãos federais na região propicia o aparecimento desse tipo de quadrilha”.

Veja no link a relação dos prefeitos e ex-prefeitos que fazem parte da quadrilha.
Além deles um contador e tres empresários, do ramo de distribuição de medicamentos, estão relacionados pelo Procurador Federal Renato Resende na quadrilha dos remédios.
Preste bem atenção para ver em que palanque essa gang vai subir nas próximas eleições, ou para qual candidato a deputado ou governador eles vão pedir o seu voto.
Se é que estarão nas ruas.

--------------------------------------------------------------------------

Atualizada às 13:23

Comentarista do blog ressalva que o Procurador Federal Renato Resende, embora nascido no Rio de Janeiro, é de família paraenseE a relação dos prefeitos envolvidos tem 4 filiados ao PSDB, 3 do PMDB e 1 do PP e PTB.

Caminhão de Grana

Além da limpeza do lixo em "Orora" do Pará, fonte do blog informa a destinação de mais tres convenios ,assinados pelo presidente da Assembléia Legislativa, deputado Mário Couto (PSDB-PA), daqueles que só aparece o número no Diário Oficial da Assembléia, edição semestral.
Uma praça em Santana do Araguaia, uma fábrica de blokrets em São João do Araguaia, e benefícios na Ilha do Mosqueiro.
Vai se eleger o Mário. Mas assim até eu.

----------------------------------------------------------------------------------

Atualizada às 14:27

Fonte do blog chama atenção para os reparos devidos: não são os convenios que não são especificados, como postado acima, e sim as portarias de diárias e passagens.Nos dois casos, publicados na edição semestral do Diário Oficial da Assembléia Legislativa do Pará.

Tortura

Mais um campo de concentração americano é descoberto, desta vez no Iraque.
Um centro de tortura completo, estilo Bush, que vai se consolidando como o maior genocida da virada do século.

Alô PF!

A Polícia Federal tem a missão de apresentar, o mais rápido possível, os bandidos responsáveis pela quebra do sigilo bancário do caseiro da Casa da Felicidade dos petistas em Brasília.
De preferência algemados.
E depois das fotos de praxe encaminha-los à cela.
Nunca foi tão fácil pegar os meliantes.

Carbono

Da coluna de Guilherme Augusto, sempre mais, no Diário do Pará de hoje

Da lama
Abaixo da cintura, está valendo tudo na Universidade Federal do Pará.A coluna recebeu a informação de que será lançado em breve o jornal “Beira da Lama”, uma espécie de contraponto ao jornal “Beira do Rio”, de responsabilidade da Ufpa.

Porta-voz
O mais novo pasquim, que deverá circular na Ufpa, sede e campi do interior, a partir de 1° de abril, olha o dia da mentira de novo aí, se apresenta como independente, sarcástico e irônico, e pretendente ser a voz, livre e solta, dos críticos à administração atual, na reitoria, centros e campi

O nome do "mais novo pasquim" - ótima essa, Guilherme - é apropriadíssimo, e remete-o ao pasquim que lhe inspira. Será que o IVC vai audita-lo também?

Esqueceram de Mim

Do blog do Noblat, ontem a noite.

Simon quer expulsar Renan, Sarney e Suassuana

O senador Pedro Simon (PMDB-RS) preparou para entregar na próxima terça-feira à Executiva do PMDB um pedido de expulsão de José Sarney, Renan Calheiros e Ney Suassuna. Simon acusa os três de trabalharem contra o partido ao entrar na Justiça para cancelar as prévias deste domingo.

E o Jader? Porque não tá nessa lista de Simon?

Contagem Regressiva


Faltam quatro dias para o encontro entre Jatene e Lula.

Ô Raça...

Não é verdade que Dudu teria sido visto boiando nas águas que invadiram as entupidas ruas de Nova Déli, com as chuvas do sábado.

Estratégias de Marketing

Do Seventy, circulando ontem em O Liberal.

Conhecedor da administração do governador Simão Jatene, com quem convive desde 2003 nas batalhas travadas em Brasília pela revisão do pacto federativo e compensação às desoneradas exportações, Alckmin disse que o Pará é 'um bom exemplo de que a política brasileira pode melhorar'. Lembrou que o Pará, assim como São Paulo, sob Mário Covas, reergueu-se de cenário político devastador no qual o governo não tinha dinheiro sequer para pagar o funcionalismo.

Bem orientado, Seventy começa a “colar” o Nosso Líder em Alckmin.
Aposta de risco, mas não há alternativa. Melhor assim, do que em Dudu, de quem foi padrinho político e maior financiador, segundo o site www.contasabertas.org.br.
Mas o argumento do Seventy, ou de Jatene, ou de ambos, quer sugerir que só existem duas candidaturas na disputa em 2006: o passado, personificado no couro de Jader, e o presente, o PSDB, seja qual for o grupo do PSDB.
Ignora solenemente, à moda tucana, os outros candidatos na disputa.
Meia verdade, meia mentira.

Juízo Perfeito

O PDT ajuizou mais de 20 ações contra o PSDB do Pará.
O PSDB ajuizou 18 ações contra o mesmo PDT.
Agora estão por um fio de se juntarem, a pedir votos ao eleitor.
O PDT, inclusive, querendo abocanhar a SEDUC já, agora, antes das eleições.
A SEDUC, veja só!
Brizola e Covas estão mortos mesmo. Mortinhos da Silva.

Contra Mão

Matéria ilustrada, ontem no Liberal, informa aos seus minguantes leitores que o jornal recebeu um premio da Confederação Nacional dos Diretores Lojistas, entre outros requisitos, pela “confiabilidade de suas informações e amplitude de cobertura”.
Exatamente o contrário do que diz o IVC. Que coisa, hein?

Apostas

Num dos cenários sondados pelo Datafolha, a soma dos votos de Heloisa Helena, Roberto Freire, Rigotto, Eymael, Cristovam Buarque, mais os indecisos, atinge 26%. Mais que Alckmin.
Um quarto do eleitorado não quer Lula e Alckmin, não quer PSDB e PT.
É essa galera que vai decidir a eleição. No primeiro ou no segundo turno, se houver.
Deve haver.

Suspense

A torcida do Flamengo tá na maior expectativa.
Pelo início do Campeonato Brasileiro.
O Botafogo está na final do Campeonato Carioca.

19.3.06

Pessoas

15/9/1933

"Há em tudo o que fazemos
uma razão (?) singular:
É que não é o que queremos.
Faz-se porque nós vivemos,
E viver é não pensar.
Se alguém pensasse na vida,
morria de pensamento.
Por isso a vida vivida
É essa coisa esquecida
Entre um momento e um momento.
Mas nada importa que o seja
ou até que deixe de o ser:
Mal é que a moral nos reja,
Bom é que ninguém nos veja;
Entre isso fica viver"

Fernando Pessoa

Matando a Pau

Manchete da matéria do Jornal Pessoal, de Lúcio Flávio Pinto, já nas bancas de Nova Déli, sobre a carta que o reitor da UFPA mandou para O Liberal, convidando-o para conhecer a universidade.

Verdade: produto em falta na redação de O Liberal.

Poucas Palavras

Do Estadão on line, o ministro Edson Vidigal( futuro PMDB-MA) responde às críticas a respeito de sua lambança nas liminares das prévias do PMDB, que estão acontecendo em todo o Brasil, menos em oito estados.Nem os doze que prometia a ala governista, nem os cinco que diziam os anti-Lula.
E Vidigal comprova a velha tese: quem não tem nada a dizer, não diz nada mesmo.

"Não posso ser candidato se eu não sou filiado a nenhum partido. Já requeri o meu pedido de aposentadoria, mas enquanto eu não for aposentado, eu sou juiz", disse Vidigal.

Prestígio

Não há mais dúvidas. Depois do PSDB, é o PSOL o partido que mais influência tem no Liberal.
E seu editorial de hoje, que tem muita dificuldade mas consegue não dizer coisa com coisa, aumenta as suspeitas: deve haver uma chapa "Sou Mais Seventy" concorrendo ao Diretório Central dos Estudantes na UFPA.

Queda Livre

Do Seventy,edição de hoje do verificado Liberal.

Pressa
A mudança do gabinete do prefeito Duciomar Costa para as antigas instalações da Petrobrás, no Tapanã, foi apressada. Marcada para junho ou julho, a transferência pode ser antecipada. Motivo: a queda de um pedaço do reboco do Antônio Lemos


Corre Dudu, corre que a casa tá caindo.

Aparências, Nada Mais

Em duas notas, uma no Seventy outra no Quiquiqui, O Liberal de hoje deixa escapar uma situação um pouco diferente das notas da edição de ontem, sábado, quando deu destaque à união tucana no Pará.
Vamos ao Seventy.

Cotado também para sair ( candidato)está Sérgio Leão, atual secretário especial de Governo. Mas este, se deixar o cargo, será por determinação expressa de Jatene.

Agora, ao Quiquiqui.

O secretário Especial, Sérgio Leão, sairá do governo dia 31. Não decidiu se disputará ou não as próximas eleições pelo PFL, no qual está inscrito. De qualquer forma, está numa espécie de plantão. Se o grupo liderado pelo governador Simão Jatene decidir, Leão vai à luta por qualquer cargo.

Plantão? Resta claro que há dois grupos tucanos, e que Sérgio Leão, gente boa, é a diferença. Muito ligado à Jatene, será a cota, por assim dizer, de Jatene na chapa de Almir.
Os chefes dos dois grupos foram educados, nos discursos de inaugú do Hospital.
Mas ainda vai rolar muita água debaixo dessa ponte.

Brincadeira de Criança

Timidez ou educação. Deve ter sido por isso que nenhum dos entrevistados da Troppo, a revista de O Liberal, ao responder a enquete “De que você mais gostava de brincar quando criança” deu a resposta que o blog daria: de médico.
Mas que tem gente que mentiu, ah tem!

Caminhão de Votos

Do Repórter Diário, no Diário do Pará de hoje.

Viva a Assembléia!
O presidente da AL, deputado Mário Couto, reuniu em farto regabofe representantes de suas bases eleitorais - mais de 100. Na alegre reunião, bradava que não terá adversários na disputa por uma cadeira na Câmara Federal. As canetadas justificam toda essa confiança. O orçamento da Assembléia vem sendo rateado em convênios quase diários para saciar as fomes das bases do deputado. Com a palavra, os Tribunais de Contas e o Ministério Público.

Quem precisa falar também é o Diário Oficial da Assembléia Legislativa – lembram dele? - que está demorando seis meses pra ser publicado, e quando sai, é com uma longa relação de convênios não detalhados. Tem até, veja só, convenio de limpeza de lixo de cidade do interior. Felizmente não tem “hospitaus”.

--------------------------------------------------------------------------
Atualizada às 10:08

Um leitor anonimo declina ao blog a cidade objeto do convenio do lixo.
Foi "Orora" do Pará.

Dever de Estado

Da coluna de João Salame, no Liberal Sul do Pará, poucos exemplares vendidos, segundo o IVC.

Previsão
O prefeito Valciney Gomes está esperando para o próximo dia 24 a visita do governador Simão Jatene (PSDB) a Palestina do Pará, para inaugurar obras e ruas pavimentadas dentro do programa Asfalto na Cidade. Em São Félix do Xingu é grande também a expectativa em relação à presença do go-vernador no mesmo dia.

O blog acha que os prefeitos vão esperar sentados, com todo o respeito, é claro.
O Wandinho pode ir no lugar dele, não pode Salame?
Jatene não deverá faltar ao encontro com Lula no dia 24, em Barcarena.
Não é mesmo Jatene?

Afrouxando a Rosca

Da coluna do Guilherme Augusto, que raramente sai à noite, no Diário de hoje.

Doa a quem doer
Ainda no programa da RBA, o delegado geral da Polícia Civil, Luiz Fernandes Rocha, esgrimiu números em que mostra a queda da ocorrência de homicídios na cidade para garantir que a resolução que estabelece hora para fechamento de casas noturnas vai continuar sem data para acabar e, até, ser ampliada com o aumento do contingente policial

Começa assim
O delegado só não contava com a afrouxada na medida determinada por seu superior

Sob Nova Direção

Observador atento da cena jornalística paraense comenta com o blog que nem parece que o jornalismo da TV Liberal é da mesma empresa de O Liberal, tão diferentes que ficaram, depois da chegada do novo editor-geral, o mineiro Álvaro Borges, indicado pela Rede Globo.
De fato, a edição de sexta do JL 2 foi profissional, talvez a melhor edição até agora, da nova direção.

18.3.06

Coitado do Carvalhido

Do blog do Noblat, agora há pouco,uma tristeza.

Olha o Vidigal aí, gente!
Do site do Superior Tribunal de Justiça (STJ):

"O ministro Edson Vidigal, presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), acaba de decidir: não há motivos para reconsiderar sua decisão anterior. Assim, está mantida a liminar que impede a realização da convenção extraordinária do Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB) marcada para este domingo, 19 de março
."

Vidigal havia concedido na noite de quinta-feira liminar cancelando as prévias do PMDB marcadas para amanhã. O que favorecia os governistas, liderados por Renan Calheiros (PMDB-AL) e José Sarney (PMDB-AP).
Mas ala liderada pelo presidente do PMDB, Michel Temer, e pelos pré-candidatos Anthony Garotinho e Germano Rigotto conseguiram na noite de ontem uma liminar do ministro Hamilton Carvalhido que mantinha as prévias.
Vidigal, ligado politicamente a Sarney, estava no Maranhão. Chegou hoje cedo e anulou a decisão de Carvalhido agora à noite.
Temer promete recorrer. Mas já avisou que, se não reverter a situação, as prévias devem ocorrer mesmo assim. Pelo menos como um tipo de consulta.

Fim Adiado

Os deputados estaduais do Amapá, verdadeiras fadas, estão dando trabalho à sociedade amapaense. Não querem de jeito nenhum acabar com o nepotismo naquele estado.
Como será que vai ser por aqui?

Quadrilha

Uma grande quadrilha, que envolve pelo menos nove ex prefeitos, está sendo desbaratada pela Polícia Federal e pelo Ministério Público Federal no Oeste do Pará. Desviavam recursos públicos através de compras ivecezadas em conluio com distribuidoras de produtos farmaceuticos. Em dez dias deverá estar pronta a denúncia do MPF.
Assim que for encaminhada à Justiça o blog publicará os nomes dos meliantes, para que os paraenses saibam quem são, e em que palanque subirão em outubro.
(com informações do blog do Jeso)

Diferença

Do Seventy, auditado e revelado, hoje em O Liberal

Almir Gabriel aumentou o mistério sobre quem será o candidato ao governo do Estado da União pelo Pará. Ontem, no discurso que fez na inauguração do Hospital Metropolitano, mandou o recado: 'Eu quero, Jatene, que você continue como governador'

Fonte do blog garante que Almir disse o seguinte:

Jatene, se voce quiser se recandidatar eu lhe apoio. O importante não é o nome mas o projeto de governo

É bem diferente, não?

Silêncio Constrangedor

Na sexta edição após a denúncia de fraude nos números de sua circulação, O Liberal continua calado. Mas não é só ele que está calado.

Verde Desbotado

De Xico Vargas, no blog do nominimo.

Estão sendo recebidas da pior maneira possível nos quartéis as notícias sobre a negociação entre o Comando Militar do Leste e comandantes do tráfico de drogas para a devolução das armas roubadas na madrugada do último dia 3.
Diante das informações que têm conseguido confirmar – como o envolvimento pessoal do general comandante – jovens oficiais dão curso a um sentimento de grande frustração.
Fruto talvez do autoritarismo característico da profissão, esses militares têm dito que prefeririam tomar todas as favelas, ainda que com o uso das armas e todo o risco que isso implica, até botar as mãos no último traficante.
Mesmo que as armas levadas do Estabelecimento Central de Transporte nunca mais fosse encontradas. O que mais dói, segundo alguns depoimentos, é o Exercito ter aceitado primeiro desocupar as áreas dominadas pelo Comando Vermelho para depois receber o que lhe pertencia

Por que Será?

De Tutty Vasques, no blog do nominimo.

Ô, raça!
É impressionante como os publicitários são desunidos. Não se ouve uma voz do ramo em defesa de Duda Mendonça.

Gata Sobe No Telhado

Do blog do Jeso, revelando o banho Maria em que se encontra a secretária da Prefeitura Municipal de Santarém, comandada por Everaldo Martins Filho, o popular Beiçola.

Fritura
Por que o secretário de Governo, Inácio Corrêa, não faz a defesa firme e incisiva de Valéria Lima (Infra-Estrutura), sob bombardeio cerrado de todos os lados?

Gang

A Folha de São Paulo de hoje mostra que a banda governista do PMDB era comandada por um bandido, José Borba, que continua no que ela chama de "comando informal do partido".

Agenda

Dia 24, sexta feira da próxima semana, encontro com Lula em Barcarena, viu Jatene?
Ele não morde. Vá lá e diga-lhe o que perdeu a chance de dizer em Marabá.

Predador Em Cana
















Hamilton do Vale/TV Guarani

Ele desmatou a maior área na Amazonia no ano passado.
Grilou terras públicas.Invadiu terras destinadas à reforma agrária.
Acumula multas milionárias no Ibama.
Há duas semanas arrasou um protesto do Greenpeace em Santarém, investindo contra fotógrafos e ameaçando jornalistas.
Tá bom, ou querem mais?
Pois bem, ontem a Polícia Federal pôs as algemas no facínora Donizete Oliveira, sob ordens da Justiça Federal.
Agora ele chora aonde mamãe não pode ouvir.

A Cachaça Venceu

Durou apenas quatro dias a vigência da resolução do Conselho Estadual de Segurança Pública que determinava o fechamento dos bares à meia noite.
Santino - pressionado pelo Sindicato dos Botecos e pelos donos de aparelhagem, pisando em cima do Conselho, e de uma manifestação da Justiça que negou-lhes a liminar contra a resolução – ratificou a verdadeira intenção deste governo na área da segurança pública.
A sociedade paraense, estarrecida, assiste a ausência de determinação, a falta de firmeza das autoridades, e mostra quem verdadeiramente manda no pedaço: a turma da cachaça.
Uma vergonha.

17.3.06

Estupro

Do blog do Jeso, sobre aquele jornal que agora todo mundo sabe o tamanho.

O Liberal em Santarém

Deflorada a caixa-preta do IVC, a cristalina realidade: O Liberal vende pouco mais de 100 exemplares em Santarém.Até o semanário-trash do Almeida (O Impacto) bate na folha dos Maiorana.

Greve Imoral

Veja só esta notícia aqui, um retrato do Brasil.
Os 120 desembargadores do TJ de Minas Gerais vão fazer greve na segunda,20, por causa da resolução do Conselho Nacional de Justiça contra o nepotismo.
O CNJ deveria aposentar todos, e oxigenar a justiça mineira, abaladíssima depois dessa afronta à sociedade e à ordem.

Terra A Vista

Mais uma pinçada do Seventy,de hoje.

O coordenador-geral do MST, João Pedro Stédile, esteve ontem em Parauapebas e Marabá, em reunião com lideranças locais dos sem-terra.

Elas

Do Seventy, edição de hoje do auditado O Liberal.

A presidente da Pastoral das Crianças, Zilda Arns, assinou ontem vários convênios com o Estado e fez questão de ressaltar o trabalho da vice-governadora Valéria Pires Franco, a quem chamou de 'bonita e inteligente'.

O blog também admira essas qualidades de Valéria. E acha o mesmo de D. Zilda, com mais respeito ainda.

Imóvel

Do Seventy, requentadíssima, hoje em O Liberal.

Esquerda
Comentário do prefeito de Belém, Duciomar Costa, ontem, no aeroporto de Brasília, quando lhe indagavam sobre as razões de estar com o braço esquerdo na tipóia: 'Imobilizei a esquerda'.


A tipóia do prefeito é apenas a aparência. Na essência, ele está todo imobilizado.
É por isso que o parceiro Jatene entrou em campo.

Apócrifo

Um panfleto distribuído nas imediações do hospital na hora de sua inaugú,classifica como privatista o modelo de gestão.Questão vencida, ao menos enquanto a ação não transita em julgado.
Um "Comitê Em Defesa da Saúde e Educação Pública" assina (?) o papelucho.

Mamãe Eu Quero

Do Estado do Tapajós on line.

Agentes da Polícia Civil e militares da PM fizeram uma blitz na madrugada de hoje em casas noturnas e bares de Santarém que vendiam bebidas alcoólicas depois da meia-noite, o que é proibido por uma resolução do Conselho Superior de Segurança Pública do Pará. Em alguns estabelecimentos houve reações dos clientes e a polícia foi vaiada.

Bem, reações de clientes já eram esperadas. Se exagerarem, a Polícia deve levar.
E vaia de bêbado não vale, diz o velho chiste.

Nosso Líder

O governador Jatene estava radiante. Especialista em Teoria do Estado, disse que "o povo não é federal,estadual ou municipal". Como Alckmin, também fez considerações ao modelo de gestão do hospital, apostando em seu sucesso, valorizando a importância que a hierarquia tem no atendimento médico-hospitalar. Esse hospital, disse ele, vem completar uma lacuna no atendimento à saúde pública da região metropolitana e nordeste do estado.
Agradeceu as palavras de Almir, e disse que, ao contrário do que muitos achavam, eles não brigaram. Começaram e terminaram o governo amigos do mesmo jeito, arrematou.
Mas porque será que deram tanta ênfase à questão?

Picolé de Chuchu

O governador de São Paulo, o médico Geraldo Alckmin, foi no estilo habitual. Racional, educado.
Deteve-se no modelo,bem sucedido em seu estado e em outras unidades da federação.
Não perdeu tempo com Lula.

Nos Vai

À unanimidade, o discurso mais fora de foco, o do presidente da Assembléia Legislativa, deputado Mário Couto (PSDB). Falou em estradas, viajou, rodou e quase esqueceu de louvar os "hospitaus" que estão em obras. Foi uma gargalhada geral, no plural.
Um discurso classificado como pífio.