15.12.06

Das Ruas aos Tribunais

Acinte, absurdo e ilegal.
Vozes de um leitor, de um cientista político e - atenção que já começaram a bater as panelas - de um ministro do TSE.

Um comentário:

ALESSANDRO AMARO disse...

Vou dar minha cara para bater mas preciso ser coerente com o que penso.
E também cumpre esclarecer logo de início que não sou e nem tenho parentes ou amigos beneficiados pelo dito aumento salarial.
De acordo com a nossa constituição o Brasil adota o sistema de tripartição de poderes.
Os parlamentares são agentes políticos com o mesmo grau de importância que tem os chefes do executivo e os membros do Poder Judiciário.
Sendo assim porque os parlamentares federais não podem receber o mesmo que um Juiz de Direito com pouco mais 24 anos de idade e que mal saiu da faculdade.
Esta semana foi publicado edital para o cargo de auditor do TCU que oferece salário de R$ 20.000,00.
O auditor do TCU cumpre papel mais importante para a sociedade que o parlamentar? claro que não e nem quero aqui dizer que o parlamentar é mais importante que o auditor, pois ambas as funções são importantes para a construção da democracia, por isto tais agentes públicos devem ser bem remunerados.
O parlamento é da essência da democracia e como tal deve ser respeitado. Pelo parlamento passaram todos os Presidentes que assumiram pós ditadura militar. Se existe corrupção no parlamento esta deve ser combatida pelos órgãos competentes, mas não podemos levar na mesma vala comum todos os parlamentares. Se o parlamento não funciona a contento este é um problema que deve ser combatido pela sociedade.
Acho que existe no parlamento distorções muito mais graves que essa. Porque não acabar com a possibilidade de parlamentares nomearem parentes para ocupar cargo em comissão? Porque uma pessoa que não obteve um único voto pode ser senador por 6 anos(Flexa Ribeiro) ou 4 anos(Senador que assumirá no lugar da Ana Júlia).
Não procuro ser o dono da verdade mas o bom debate é da essência da democracia.