13.12.06

Ex Coligado

Estão sendo creditados ao deputado Vic Pires Franco, do PFL, dois votos do candidato derrotado Mário Cardoso nas eleições do TCM.
Vic anda "por aqui" com Jatene , como pode ser lido em várias e muitas "caixinhas" de comentários aqui no Quinta.
Os mais atilados dizem que teriam sido os deputado Luís "laqueadura" Seffer e Cipriano Sabino.

10 comentários:

Anônimo disse...

Caro Juvêncio,
Em respeito aos seus leitores e ao Quinta, faço questão de deixar bem claro o meu posicionamento quanto a votação de ontem.
Falei daqui de Brasília por diversas vezes pelo telefone com os deputados do PFL.Ouvi do líder do meu partido, deputado Luis Afonso Seffer a certeza de que o nosso partido estava unido pelo nome do deputado Zeca Araújo, com uma única excessão, o deputado Cipriano Sabino que teria feito um acordo com o PT em troca de apoio a sua candidatura ao TCE.
Quero deixar também registrado que só soube da candidatura do deputado Cipriano Sabino a uma vaga no TCE, por terceiros e não por ele, como acho que deveria ter feito. Falei diversas vezes com o deputado Marcio Miranda, que me relatava o andamento da votação.Entre as duas votações, ele recebeu o celular das mãos de um deputado governista ou jatenista, onde estava na linha a nossa governadora eleita Ana Júlia.De uma forma bem direta e respeitosa, o deputado Marcio ouviu a governadora e falou de seu compromisso com o partido e com o deputado Zeca Araújo. Agiu corretamente e ouviu de mim o seguinte comentário: com certeza ela vai respeitar mais você a partir de agora, pois viu que vc é de cuprir compromissos. E os compromissos estão acabando.
Você esqueceu,Juvêncio, de mencionar no seu post o meu comentário assinado de apoio a candidatura do deputado Zeca Araújo.Seria um absurdo jogarmos no lixo um acordo feito para a eleição do deputado, que inclusive deixou de ser candidato, justamente a espera dessa vaga no TCM. Se o nosso governador tivesse indicado os nomes tão logo saiu a decisão do Supremo Tribunal Federal, em junho desse ano, nós não estaríamos passando por todos esses problemas.
Quanto aos meus comentários, reafirmo um por um.
Graças a Deus fiquei marcado na política como um homem de palavra, sempre cumprindo meus compromissos e de meu partido.
Faço questão também de informar que durante a votação, fiquei ao telefone com o secretário Sérgio Leão.
Para finalizar, informei todos os passos da votacao para o governador Almir Gabriel e comemorei o resultado ao seu lado. E todos sabem que ate hoje ele so aceita falar sobre politica com pouquissimas pessoas.Pra bom entendedor e fonte sua, essa informacao ja basta.
Atenciosamente,
Vic Pires Franco
Deputado Federal e Presidente do PFL .

Juvencio de Arruda disse...

Obrigado, mais uma vez, deputado, por suas considerações e pela sua consideração, com este blog e seus leitores, que já se acostumaram com sua presença, e dela, certamente, sentirão falta nas suas férias.
Tenho certeza que minha fonte entendeu.
Um abraço.

Anônimo disse...

Luluquefala dá o seu piteco:
Até parece que há um complô estadual-governamental contra o PFL e o seu presidente,marido da nossa vice, querida por todos,principalmente pelos mais humildes. ( me desculpem se sou fã de carteirinha dela). Eu disse dela, não do seu marido.
Acho que isso é coisa de quem está com a consciência pesada por algum pecado cometido recentemente. Só pode.
Na minha humilde opinião, e ponha humilde nisso, só uma pessoa tem o direito de fazer uma avaliação sobre o comportamento do PFL e seu deputado gostoso e bom de voto.Chama-se Almir Gabriel.
E como ele não fala, não ouve e quer distancia de alguns por enquanto, só esperando um tempo.
Mas uma coisa é certa, um dia ele fala!

Juvencio de Arruda disse...

Puxa, Lulu, eu também estou curioso prá ouvir o ex governador.

francisco rocha junior disse...

Deputado, então a notícia do blog não procede? Só houve um voto do PFL para o deputado Mário Cardoso? E, só por curiosidade, qual vai ser a posição do seu partido em relação à atitude do dep. Cipriano?

Juvencio de Arruda disse...

Ahaha..há outras toponímias deliciosas também, embora mal cheirosas...rsrsrsrs

Anônimo disse...

Francisco Rocha,
Como presidente do meu partido, o PFL, não tenho o direito de duvidar dos votos dos meus companheiros. Confio e continuarei confiando em todos.
Tudo o que respondi na nota acima é verdadeiro e todas as testemunhas estão vivas para confirmar palavra por palavra.
O posicionamento do PFL foi claro e transparente no apoio integral ao Deputado Zeca Araújo. Integral!
E eu fiz questão de deixar registrado nesse blog, bem antes da votação esse nosso compromisso.
Compromisso é compromisso e o PFL cumpre compromissos.
Se o Deputado Cipriano Sabino, por ser candidato a uma vaga no TCE fez algum tipo de acordo paralelo e votou de outra forma, isso é um problema dele, pessoal.
Quanto a candidatura do deputado Cipriano Sabino ao TCE, volto a repetir, soube pelos jornais.
O que sei como presidente do PFL, através dos meus companheiros de partido é que o governador está apoiando o deputado Bira Barbosa e conversando com cada um dos nossos deputados, e acho muito natural. Até porque o PFL faz parte da União pelo Pará, que é comandada pelo nosso governador.
Não posso deixar de registrar que soube pelo próprio governador o seu apoio ao nome do deputado Bira Barbosa, antes sequer de saber,como presidente do PFL, que o outro candidato era justamente o deputado Cipriano Sabino, do meu partido. E eu soube posteriormente ao telefonema do governador.
Mais uma vez, faço questão de afirmar que todos os deputados do PFL são testemunhas do que estou relatando.
Para finalizar, tenho certeza de que os nossos deputados saberão decidir o que for melhor para as suas consciências e para o nosso Pará.
Atenciosamente,
Vic Pires Franco
Deputado Federal
Presidente do PFL

Anônimo disse...

Luluquefala pergunta:
E quem não está porraqui com o jatene, queridinho?
Tu não é daqui não?

Anônimo disse...

O que se fala na Assembléia é que foi justamente o deputado Vick Pires que mudou o voto de abstenção da primeira votação, enquadrando um dos seus deputados que dias antes teria recebido um grande mimo do governo tucano.
Na segunda votação o deputado, com o rabo entre as pernas, voto no deputado Zeca Araújo.
O que se falava nas rodas de conversas é que Vick só fez ligar para o seu deputado lembrando que o que se dá também se tira.
O deputado deve ter interpretado que era um recado do governador Jatene. Pode até ter sido.
O outro voto de traição veio justamente do PSDB. Uma deputada insatisfeita e não eleita votou com Mario Cardoso na primeira vez, e depois de uma conversa ao pé do ouvido com o deputado André Dias e com o próprio governador de telefone, mudou o seu voto.
Informação direta do aniversário do dep André Dias.
Zoé Matos Filho

Anônimo disse...

Podem creditar a mim o que quiserem.Não me importo.
O que me interessa é que a pessoa mais interessada nesse processo, o ex deputado e agora Conselheiro do TCM,Zeca Araújo sempre soube da minha posição e nunca teve dúvidas disso. Outra pessoa que soube da minha posição foi a nossa governadora Ana Júlia, e com certeza entendeu minha posição de compromisso assumido. E quem me conhece na política, sabe que não sou de deixar de cumprir todos os meus compromissos.Todos!
Agora uma coisa não deixo de registrar claramente: sou contra a indicação do deputado Bira Barbosa para o TCE. E a minha posição é pública. Pena que eu não possa votar no dia. Pena mesmo...
Vic Pires Franco