29.3.06

Conspiração

Do blog do Brasiliense, postado hoje.

O governo Lula tenta inviabilizar a votação do relatório do deputado Osmar Serraglio (PMDB-SC), da CPMI dos Correios. Líderes petistas concluíram que, em ano eleitoral, um documento afirmando que o "mensalão" existiu vai virar peça de campanha.
É por isso que o PT prepara um relatório paralelo para derrubar o de Serraglio no plenário da CPMI. A oposição contava com 16 votos para aprovar o relatório de Serraglio, contra 15 do governo. Mas o vice-presidente da comissão, Asdrúbal Bentes (PMDB-PA) - ligado ao deputado "new-lulista" Jader Barbalho (PMDB-PA) - e o deputado Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP), já teriam se passado com mala e cuia para o lado governista.
Enquanto isso, adia-se a votação no plenário do processo de cassação do ex-presidente da Câmara, deputado "mensaleiro" João Paulo Cunha (PT-SP). Cunha teme que o "samba do escárnio", da deputada Angela Guadagnin (PT-SP), acabe influenciando os ilustres parlamentares, que votariam pela sua cassação.
É o fundo do poço, é o fim do caminho...

É o fim da picada a pressão dos peemedebistas paraenses Jader Barbalho e Asdrúbal Bentes.
Vão para campanha os esforços destes parlamentares.

2 comentários:

Anônimo disse...

Só vão...

Juvencio de Arruda disse...

Pô, mas tem mais é que ir mesmo.