27.10.05

Sérgio Traça

( www.belemtemdisso.com.br)



----------------------------------------------------------------------------------

Saí da maternidade e fui morar bem na frente desse coreto. Até os quatro anos,quando me mudei,brinquei muito nele. Era O Palácio e sua conquista, animadíssima. Escalar essas pedras era ótimo.
Exatos 50 anos depois, muitos endereços nas costas, volto a morar na frente dele, no edifício ao lado do primeiro.
Fica na belíssima Praça da República, onde pontificam a estátua de Ariadne, uma obra de arte; o Theatro da Paz ,uma escala menor do Scala milanês; o Theatro Waldemar Henrique,dizem que um dos melhores teatros experimentais do Brasil;o Núcleo de Artes da UFPA,um centenário prédio erguido para abrigar uma Feira da Indústria;um chafariz de ferro espetacular,cercado de açaís;dois coretos enormes,ufa...hora de chegar nele,o bar mais charmoso da cidade, o Bar do Parque.No barato 70% da praça na sombra. Paris tropical, decadente vintage.
Mas namorar que é bom, não. Nunca namorei por lá.

6 comentários:

Anônimo disse...

camarada tu tens muita história. Fico imaginando quando estiveres na velhice. E, acredito, que ainda está muito longe.

neucivaldo moreira

juvencio de arruda disse...

Eh eh,mas está bem mais perto que a sua.Enquanto isso vamos contar as estórias.Prazer em ve-lo pór aqui,professor.Grande abraço.

Ale disse...

Nunca namorei também por lá, não me agrada demonstrações ao público...rs. Mas já fui "quase assaltada" várias vezes naquelas imediações...

juvencio de arruda disse...

Bem,isso está cada vez pior.Mas tem aquela que bandido não assalta vizinho não é?Eu nada tenho contra se agarrar em público..r.Bj

Jana disse...

Eu não tive o prazer e o calor de estar em Belém ainda, mas já namorei em coreto, sim. Numa cidadezinha mineira chamada Baependi, onde meu avô foi prefeito!!!!! Era uma família mezzo intelectual, mezzo reacionária...

juvencio de arruda disse...

Poxa, voce bem que podia postar essa história,hem Jana?Temos uma origem parecida.Tem uma (grande)cidade do Pará onde tres tios-avos meus foram prefeitos!E Belém espera por voces.Bj