26.10.05

A Zona de Sarney

Sempre tive José Sarney na conta da figura mais sombria da República. Há 40 anos no poder e o Maranhão na mais completa miséria. Enfraquecido na política do estado, refugiou-se no Amapá, onde circula em péssimas companhias.
Uma delas, talvez a mais ridícula, toma posse hoje no Senado. Podem chamá-lo de Gilvan Borges.
Ontem, pela enésima vez, tentou aprovar uma medida criando uma zona franca nas áreas de seu interesse, com graves prejuízos à economia brasileira. Derrotado, ameaçou paralisar as votações do Congresso, segundo o Blog do Josias.
A insistência de Sarney em fazer essa Zona merece uma investigação.

2 comentários:

Ancestral disse...

É bom saber que não é paranóia minha considerar esse senhor como mais um dos homens soturnos, de olhos vidrados e alma oca que se alimentam da miséria de seu povo! Abração!

Juvencio de Arruda disse...

Paranóia geral.