30.7.07

Bola Rolando!

A blogosfera apronta mais uma: o blog do Lauande voltou ao batente!

24 comentários:

Lafayette disse...

Juvêncio, através do blog do Alencar, conheci (um comentário que ele fez lá) e comecei a frequentar o blog do Lauande.

Nunca comentei ali. Era mais um dos blog's que passo, leio e saio (tem dessas coisas).

Uma pena o que aconteceu e acontece com muita gente nesse Brasil.

A bandeira levantada pelos amigos, reais e virtuais, do Lauande deve ter resultado... aliás, merece ter resultado!

Tento, aqui, dar um pouco de contribuição.

Quando tiver retrato falado ou fotografia do(s) meliante(s), entrem em contato com o jornalista Walrimar Santos, assessor de Comunicação da Polícia Civil do Pará.

A Polícia Civil tem um blog, o "PROCURADOS PELA POLÍCIA CIVIL DO PARÁ":
http://policiacivildopara.blogspot.com/

O efeito multiplicador da rede mundial de computadores é de conhecimento de todos.

Aliás, boas idéias devem ser divulgadas, portanto, convoco a todos a "favoritar" nos seus blog's, tal sítio de divulgação pública.

Além, claro, de subir pra ribalta (como tu dirias) em seus blog's, postagem divulgando-o.

Este e outros crimes devem ser desvendados, e, o(s) assassino(s) preso(s). Urgente!

Juvencio de Arruda disse...

Olá, caríssimo Lafayette.
Vou encaminhar sua (boa0 sugestão.
Estamos nos recuperando da perda, o que não vai demorar com a corajosa e humanista idéia da família de lauande, de pronto encampada pelo nobre José de Alencar. Apareça e cpomente por lá, com sua marca registrada, o bom humor.
Abs

-----

Já estava sentindo sua ausência por aqui. Me disseram que vc foi visto chorando as mágoas numa barraca, em Salinas, dizendo "Obina...Obina.."...eheh

Lafayette disse...

É... a idéia é boa, mas como disse no meu blog, não conheci o Lauande, como, também, cada dia, não conhecemos vários corações bons que está morrendo aos montes, meu caro, aos montes!

Outrossim (rsrsrs), O Obina está, claramente, fora de forma, só espero que nos dois jogos que faltam para cumprirmos, ele esteja tinindo (by Gueiros).

Ah, e em Salinas também soube, por fonte especial, que você é louco pra morar em Icoaraci, lá pras bandas dos vendedores de cocos da parte alta da praia do Cruzeiro. Confere?

Juvencio de Arruda disse...

...ahahah

A informação não confere. Já morei por lá, nos idos de 1986. Muito legal!
Mas o alvo agora é a Pérola, daqui uns tres anos.

E qual é o enderêço do seu blog, Lafayette?

Lafayette disse...

Lá vai: xipaia.wordpress.com

Advirto-o que é, apenas, um local que escrevo e divulgo algo... assim... sei lá... entende?

Juvencio de Arruda disse...

Beleza! vou lá...e sem essa de meda, Lafayette...rs...meta a careta e pronto.
Valeu!

Lafayette disse...

Obrigado pela visita!

Xipaia é (ou era?) o nome de uma nação indígena, lá pras bandas do Xingú. Em cheio.

Por ser um povo amável (guerreiro quando não tinha jeito mais), foi praticamente dizimado!

O "praticamente" é porque, parece, ainda restam uns 5 que moram num bairro lá em Altamira.

Não sou jipeiro... eu tenho um jipe! rsrsrsrs

Sai da "uol" para o "wordpress". Venha que não te arrependerás. O meu guru bloguístico, o Ricardo Freire, do Viaje na Viagem (tõ no meu blogroll), foi quem me deu a dica.

O wordpress informa tudo pra você sobre quem, quando, como, onde, IP, o caminho... tudo sobre a navegação em volta do blog.

Tudo de graça!

Mas, se ainda quiseres aprimorar, têm umas ferramentas pagas (barato pelo custo X benefício) que, aí, vira palhaçada, como diria uma amigo meu carioca!

Juvencio de Arruda disse...

Pô, Lafayette, a bronca é que eu sou 99,9% analógico. Prá qualquer coisinha tenho que pedir ajuda aos filhotes...que nunca tão ái prá nada e enrolam, com certa facilidade, o vetusto responsável.
Mas tenho ouvido elogios ao wordpress, para onde migrou a minha gurú da blogsofera, Alê-Lain (ainda com o link antigo aqui no Quinta)
Estou no meu terceiro jipe. Primeiro uma Camper 92, depois um Willys 73, e agora um Cherokee 98.
Não saio mais desta faixa.

Anônimo disse...

Juca,
Morei em 76 em Icoaracy , de frente pra praia do Cruzeiro , numa puta casa alugada pela empresa que eu trabalhava . Ia a pé pro Matapi (existirá ainda essa delícia de restaurante?) ficava a menos de 100 m e voltava sei lá como.Quantas vezes achei que estava anoitecendo e na verdade amanhecia , com o sol dourando a Guamá e eu trocando dia pela noite.
Uma beleza !!!!!!
Tadeu

Juvencio de Arruda disse...

Pode crer, Tadeu. Morei na menor casa da Rua do Cruzeiro, entre a Primavera ( do lado dos Klautau) e a das irmãs do Santa Rosa, um belíssimo chalé que as diabinhas destruíram, erguendo um mondrongo em cima.
Por algumas vezes tb perdi a sensação do tempo por lá...rs
O dono dos freezers de côco, o negro Ocimar, bem na frente de casa, era o último remanescente da famosa Gang do Veraneio.
Ficamos amigos, tomava conta da minha casa quando viajava ( autorizado a fazer xixi no quintal, em troca...rs)
Mas não sei te dizer se o Matapi continua aberto.
Bons tempos.
Abs

Lafayette disse...

Êpa, amigo do Ocimar? rsrsrsrs

Também dei com a cara do cara por aquelas bandas! Cara de cara feia de braba, mas era só a cara, depois da temporada (longa) no presídio! rsrsrsrs

Ele também cuidava da casa, mas não em troca da mijada providencial, mas, sim, da indicação de sua barraca pra quem fosse me visitar por lá.

Agora, diga a verdade, você foi mais feliz quando tinha o Willys 73, né não?

O meu é muito mais zerado que aquele seu, é um 79 tinindo, que, por ora está no estaleiro fazendo um pequena reforma (motor diesel, carroceria de fibra, suspensão etc etc).

Ter um Willys é que nem ter um puta paraguaia como amante: gasta pra porra, mas nos dá um prazer tremendo! rsrsrsrsrs

Lafayette disse...

Ah, e parece que o Matapi fechou as portas!

Mas o Na Telha continua firme!

Juvencio de Arruda disse...

Cara feia e aquele enorme cordão de ouro, lembra?
No exato dia em que deixou o São José, onde "tirou" 8 anos, pegou um busãi e foi pro Outeiro.
Lá, neste dia, conheceu aquele que viria a ser sua esposa. O sogrão, já velho, é que era o dono dos freezers, que ele passou a administrar, a moça era filha única.
Quanto ao teu rsrsrs, é verdade.
Certa feita encontrei-o num sábado de manhã cedo conversando com um cara, nos banco da Primavera, que ficava na rua.
Quando o cara foi embora ele me disse quem era: Louro da Matinha...rsrsrs
Icoaraci é o que há...ou o que foi...rsrs

----

O Wiilys é imbativel. Sem papo!

----
Tadeu e Lafayette, conselheiros do clube...eheh.

Anônimo disse...

Icoaraciense pé redondo diz:
Opa! O Restaurante Matapi ainda funciona! Quem fechou as portas por aqui recentemente foi o restaurante Célio´s... Deu lugar a uma pizzaria famosa.

Anônimo disse...

Juca e Lafayette
Ocimar e Na Telha não habitavam a area ainda , merda , como eu tô velho.Morava numa casa de esquina , rua da praia com a rua principal que ia dar no centro , era uma casa pequena no meio de um terreno e tanto , com um puta quintal que dava pro quintal de nossa "pizzaiola" que nos vendia pizzas de camarão diretamente do Maranhão.Por conta da "ira" provocada por esses camarões , eu gastava metade do meu salário em peixadas e cerpas no Matapí.
Que ninguém nos leia
Abs
Tadeu

Juvencio de Arruda disse...

Pé Redondo, bom saber notícias da Vila. Comia umas lagostas de vez em quando no Célio's.
Quando a grana dava, pois eu não era Tadeu.

----

Tadeu, ahahahaha, sem chances de não ser lido. Têje prêso!...rsrsrs

Lafayette disse...

Mas, falando em Icoaraci, a "curva do Cruzeiro" tá uma vergonha!

Ali, pros lado da casa dos Klautau, tem barracas, gafieiras e o diabo, enfeiando o lugar belo!

Quando começaram a "abrir" um bar do lado da Igreja, falei pra minha mulher: ...deu-se! Vão acabar com o local.

Dito e feito!

Quando começaram as obras de revitalização daquela orla, e os coqueiros foram, momentaneamete deslocados pro lado da casa dos Klautau, falei: ...deu-se de novo!

A orla ficou pronta, os coqueiros voltaram, mas as barraquinhas ficaram, vendendo agora cervejas, e o escambáu!

A quem valei-me!

Ah, o Ocimar era casado com a "dona" de 4 barracas de cocos.

Anônimo disse...

Pé redondo , diga lá ,o Matapí ainda é do Sergio e do Tadeu , ainda fica na descida de frente pra praia???????
Porra vontade de pegar um avião e chamar todos vcs pra tomar umas geladas lá.
Grana , Juvêncio , que grana??
Era assistente químico de um curtume (Curbel) ganhava pra encher a cara , namorar cá e acolá , fumar pizzas maranhenses (me entreguei de novo ,vixe tô preso ), comer uns peixes e ainda assim fui feliz pra caramba.
Abs
Tadeu

Juvencio de Arruda disse...

Venha, Tadeu. A gente te espera.
Pé Redondo, chuta aí...

Lafayette disse...

Ei, pelo que me lembro, o Matapi, ultimamente (uns 6 anos atrás) era comandado pela Mércia, ou Marcinha para os amigos.

Bia disse...

Lendo esses meninos, desconfio que fiz curso pra anjo...rrsrsrs...

Beijão, Juca.

Juvencio de Arruda disse...

Eses meninos danados que nos fomos?...rs
Voce tem razão, querida!
Ahahah...
Beijão

Anônimo disse...

Bia ,
Com esse nome , certamente és um anjo , afinal és xará do anjo que hoje me guarda. rsrsrsrs
Bjs
Tadeu

Anônimo disse...

Icoaraciense Pé Redondo diz: O Matapi hoje é administrado pelo Tadeu irmão do Finado Sèrgio (sim o Sérgio faleceu há +/-07anos). Após a morte do Sérgio quem assumiu o restô até ontem (01/08), foi a D.Odiléia (viúva do Sérgio) e sua filha Marcinha. Hoje falei com o Tadeu lá na beira e ele me informou em primeirissima mão que estará assumindo apertir de hoje o nosso querido restaurante Matapi.
Há mais uma notícia triste: A "pizzaiola" NITA viajou pesado, desta para melhor...