29.7.07

Esfregando na Cara

Lauande era baixinho, mas brabo. Falava alto. Quando encontrava um amigo, num supermercado por exemplo, gritava logo "Ei Fulano!"
Certa vez um irmão dele andou levando uns sopapos da Brigada Cabana - uma falange de cunho fascistóide que medrava naquela época - na saída de uma daquelas assembléias/catarse dos velhos ( e saudosos, né pessoal?) tempos do PT.
Lauande descobriu que por trás das cortinas estava o ex secretário de Educação de Edmilson na prefeitura de Nova Déli, o nacional Luís Araújo, mais conhecido como Canetão.
Pouco tempo depois encontraram-se no hall de um hotel em Abaetetuba, Lauande acompanhado de um primo apelidado de Pezão.
O falecido deu-lhe um tapa nas costas, naquele limite entre o cumprimento e a porrada. Medroso conhecido, Canetão tentou minimizar, ao que Lauande, por duas ou tres vezes, esfregou-lhe a mão espalmada na cara, ainda naquele meio termo, e disse-lhe o diabo.
O dono do hotel ainda tentou sair de trás do balcão, a exigir respeito no ambiente, mas Pezão, até então quieto no canto, adiantou-se e avisou: "Não se meta".
E o cara voltou, convencido.
Canetão, trêmulo, ouviu calado a dura de Lauande.
E nunca mais frescou com ninguém da família.

----

Canetão foi visto diversas vezes em meio aos dejetos que ocuparam a UFPA no mes passado. O nacional, que - pasmem! - foi presidente do INEP no início do governo Lula, é um dos símbolos de parte dos problemas que Edmilson vai enfrentar na campanha, principalmente se tentar voltar em companhia de gente como a assoreada Neide Solimões e outros afluentes mais rasos ainda.

-----

Pessoal, o corpo de Eduardo André Risuenho Lauande está sendo velado, neste momento, na Capela de Santo Antonio de Lisboa, em Batista Campos, ( entrada pela Av. Conselheiro Furtado) de onde sairá ás 10:00 para o Cemitério Max Domini.

5 comentários:

Mari disse...

Grande perda Juca. Apesar de não conhecer o Lauande, estou muito triste. Fiz uma homenagem a ele em meu blog. Que descanse em paz...

Mari

Juvencio de Arruda disse...

Foi sim, minha querida.Acabo de chegr de lá. Estavam muitos amigos, companheiros de partido e da polítca, alunos, autoridades...todos arrasados.
Abs

Edyr Augusto disse...

Estou chocado. Nem sei o que dizer.
Abs

Juvencio de Arruda disse...

Ô meu vizinho querido...nem me fale.
Abs

Anônimo disse...

Lauande, que Deus o tenha, era notório tomador de porrada da Convergência Socialista, nos idos dos anos oitenta. Certa vez foi colocado a ponta pés para fora de uma reunião por um militante da falange trotskista. Era chamado de "comunista domesticado". Em que pese tudo isso, era um bom homem. Mas essa de esfregar a mão na cara de alguém, só mesmo como história póstuma, Juquinha.