30.7.07

É Êle!

O blog cometeu um erro no post A Pedra No Caminho, de ontem.
Não é a deputada estadual Bernadete ten Caten (PT) que se movimenta para ser a candidata petista a prefeitura de Marabá no ano que vem, mas seu marido, Luis Carlos Pies, atual secretário-adjunto da secretaria de Planejamento do Pará, onde é um dos responsáveis pela implementação do PTP, o Planejamento Territorial Participativo.
Filósofo, pedagogo e advogado, tem larga experiência como professor e educador propular, e trabalhou por longos anos na Fase e na CPT, no Sudeste do Pará.
Tem experiência na política também.
Foi candidato a prefeito de Marabá em 1996; candidato a vice-prefeito do mesmo município em 1988 e 2004; candidato a deputado estadual em 1998; e eleito vereador de Marabá para o mandato de 2001 a 2004.
Luis Carlos é um dos fundadores e dirigente do PT em Marabá, além de ter integrado a direção estadual da legenda.

----

No resto, o post anterior está de pé.

6 comentários:

crisblog disse...

Bom dia Juca.

Filósofo, pedagogo e advogado?...

Caramba !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!


Beijos.

Juvencio de Arruda disse...

Bom dia, minha querida.
Como vês, o nome de Luis qualifica a disputa.
Bjs e boa semana prá ti.

Quaradouro disse...

Quando vereador, a mais interessante e consistente propositura apresentada pelo pedagogo e filósofo foi a desapropriação de um lote urbano, no bairro Liberdade,onde uma viúva com renca de filhos vive de horticultura precária e passa fome no inverno, quando a chuva estraga tudo. A desapropriação proposta, que não foi avante na Casa, indenizaria a viúva em R$ 3 mil e depois ela iria, talvez, morar debaixo da ponte.
Outra: quem fundou o PT em Marabá foram Ademir Martins, Raimundo Gomes da Cruz Neto e outros militantes do extinto MDB. Luis Carlos, quando chegou a Marabá, o partido já estava estruturado há anos.

Juvencio de Arruda disse...

Luis Carlos, é com vc.

Antonia Carvalho presidente do PT de Marabá disse...

Luiz Carlos chegou em Marabá no dia 13 de fevereiro de 1984 para trabalhar como agente de pastoral na Diocese local. A primeira reunião, visando a fundação do PT municipal, foi coordenada por ele em 05 de abril do mesmo ano, na casa da Maria Costureira, situada à Folha 20, Quadra 06, Lote 24. A fundação formal, com a eleição da primeira comissão provisória registrada no TRE foi realizada no dia 12 de dezembro, na casa de Orlando Solino, na Rua São Francisco, 2345 - Bairro Cidade Nova. Ademir Martins e Raimundo Gomes da Cruz Neto filiaram-se ao PT em 08 de março de 1986. Ademir Braz continua filiado ao PMDB, sendo que em 2004 deu uma importante contribuição, assessorando a coordenação da Campanha da chapa Asdrúbal Bentes (PMDB) para prefeito e Luiz Carlos (PT) vice.

Juvencio de Arruda disse...

Uma coisinha só, Antonia: é o mesmo Asdrúbal que fez a mais bem sucedida dobradinha com Bernadete nas eleições de 2206?
É o mesmo PMDB que levou o PT ao governo, na mesma eleição?
Quer dizer que o partido serve aos interesses de vcs, mas não ao trabalho do Ademir Braz?
Então tá.
Bem que sua nota oficial poderia se abster das últimas quatro linhas. Seria perfeita.
Abs