29.6.06

Reviravolta

A candidatura de Priante (PMDB) ao governo, a possível ida de Josué Bengtson (PTB) como seu vice, e o possível up grade de Mário Couto (PSDB) ao senado, segundo uma felpuda raposa da política paraense, causa um verdadeiro frisson entre os candidatos a deputado federal.
É possivel que algo como a metade dos prefeitos do estado - isso mesmo, a metade - estaria comprometida com esses tres candidatos.
Agora é mais quem está correndo em cima deles.

3 comentários:

Anônimo disse...

Se isso se concretizar dificilmente o Almir sobrevivera. Ainda de quebra vem Carmona e uma ala do PDT

abraços

Joatan

Juvencio de Arruda disse...

Realmente é uma chapa forte.Anima maisum pouco a campanha, não é verdade? É sempre muitoruim quando o jogo está decidido de véspera.
Mas os impactos só poderão sere avaliados com precisão com os números.Vamos aguardar as pesquisas, que não vão demorar a sair.
Quanto ao Carmona, sei não, não tem prestígio, e voto, para decidir nada.
E qual será a parte do PDT que pula fora?
Um abraço Joatã.

Anônimo disse...

Fora Anhanga disse...

O pastor não aceitou nem conversar sobre a possibilidade de ser vice do primo do Anhanga. Não foi nem sondado e se fosse não aceitaria, teria ele dito para mais de uma pessoa.E o Dudu, ao que parece, fez muitas axigências. Talvez daquelas de quem não quer participar. Aí fica tudo como antes, caminhando mesmo com o Dr. Almir Gabriel, esse , sim, com diploma.
Na verdade, o que Brasília quer é levar o embate para o segundo turno. Confirmada a candidatura da Ana Júlia, o Priante serve de apoio para a soma de votos junto com o Edmilson. Pelo menos, por enquanto, é esse o quadro.
E o Anhanga, hemmmmmm, amarelou, mais uma vez.
Quem tem, tem medoooo