27.6.06

Rififi

Um prefeito, do Acará, e seus vereadores aliados, teriam sido expulsos de um comite eleitoral ontem em Nova Déli.

11 comentários:

Anônimo disse...

Tucano de bico grande diz...
O prefeito de Acará, João Ricardo, que é do PSB foi recebido ontem no comitê proviosório do tucano Almir Gabriel. Junto com 12 lideranças, entre elas vereadores do município, papeou bastante e tomou um bom café. Amargo só mesmo para o Almir que, como muita gente sabe, só toma café amargo e, agora, copm menos cigarros.
se houve expulsão foi em outro comitê, talvez, até, por essa visita com cafezinho e tudo mais...

Juvencio de Arruda disse...

Obrigao por contraditar a nota, Tucano de Bico Grande.
Aguardo a manifestação da fonte peemedebista,que até hoje não falhou com o blog, com mais detalhes, ou o silencio.

CJK disse...

A carapuça serviu, logo se apresentou um representante de um comitê; o poster não havia identificado o local do rififi.
Talvez o gosto do cafézinho estivesse um pouco amargo: quando o prefeito do Acará educadamente argumentava que para apoiar o candidato oficial não gostaria de subir no mesmo palanque da ex-prefeita do município, o candidato irritou-se, e, bem no seu estilo, passou a dar uma "bronca" no prefeito, naquele estilo professor de antigamente e menino de escola.
O prefeito, segundo a versão dele mesmo, "engrossou", e disparou também umas respostas malcriadas ("seu velho", "não te apoio desse jeito") e retirou-se com seus vereadores.
O pessoal que frequenta as pistas de pouso internacionais, Heathrow, Charles de Gaulle, e aquela outra de Paris, estão tentando agora colocar panos quentes.
Talvez consigam.
Agora, amigo Juca, só quero esclarecer que sou supra-partidário, tenho trânsito em diversas instâncias, daí minha efetividade e, modestamente, minha pontaria certeira nos comentários.

Juvencio de Arruda disse...

Ok,Cjk, mais rápido do que eu pensava. Obrigado pelos esclarecimentos. Como disse no comentário acima, voce nunca havia falhado.Mas se realmente o prefeito socialista disse essas coisas a Almir, o rififi foi grave.
Ou foi uma boutade do prefeito acaraense.

Tucano do Bico Grande, publicada réplica e tréplica, sugiro aguardarmos mais um tempo, e ver quem o prefeito irá apoiar,e se subirá no mesmo palanque da ex-prefeita, objeto da discórdia ao que parece.
Obrigado também a voce.

Anônimo disse...

Tucano do bico grande diz...
É claro que o prefeito não vai subir no palanque tucano. A lei é clara nesse sentido: sendo ele do PSB, necessariamente, só poderá estar no palanque aliançado que, com certeza, não será tucano. Mas pode dar o jeito de apoiar por fora, se quiser. É certo, também, que não estará com a ex-prefeita por motivos óbvios: são adversários ferrenhos no município.
Quanto a "bronca" do candidato tucano, pode até ter acontecido, bem ao seu estilo, alguma lição professoral, mas nada diferente do que ele faz com frequência e que, nessa altura da vida, quem o conhece já até se acostumou. É um estilo, goste ou não. Pela informações apuradas posso garantir que o prefeito de Acará, se não conhecia o estilo e pode ter estranhado, saiu entendento o "homem". Até porque chamar de "seu velho" é malcriação demais...

Juvencio de Arruda disse...

Obrigado,Tucano do BG.
Volte sempre ao blog.

CJK disse...

Estou satisfeito com a repercussão da nota.
Apenas um último reparo e esclarecimento útil aos ilustrados leitores do blog: não há qualquer impedimento legal para um prefeito do PSB subir no palanque de quem quer que seja, pois ele não é candidato a nada nesta eleição, não existindo qualquer sanção política ou jurídica à sua declaração de voto. Pode assim o prefeito socialista apoiar o candidato oficial diretamente, "por dentro", inclusive "subindo no palanque", caso assim deseje.
Juca, parabéns pela afluência ao blog nos últimos dias.

Juvencio de Arruda disse...

Muito obrigado,Cjk. Também fiquei satisfeito com os comentários.
Quanto a afluencia do blog, deve-se muito, mas muito mais mesmo aos comentaristas, as fontes,e ao momento - gostoso,importante, saudável, apesar de tudo - que vivemos quando começa o "tempo da política", como diz o caboco.
Abs.

Anônimo disse...

Tucano do bico grande diz...
Cjk, sem querer polemizar, se o PSB coligar aqui com o PT o prefeito de Acará só vai poder subir no palanque petista, certo?
Está livre, por enquanto, porque não tem candidato a presidente.E ainda não coligou por essas bandas. Lembrando bem , talvez, até fique livre mesmo, por causa das muitas broncas do seu cacique Ademir Andrade. E o Pt, santo do pau ôco, não vai querer coligar. Será???

CJK disse...

A minha análise é jurídica e não moral: quem não é candidato pode subir em qualquer palanque, sem sofrer qualquer penalização.
A hipótese é a seguinte: se o PSB pertencer a uma coligação contrária ao PSDB, os candidatos do PSB que apoiarem publicamente ao PSDB poderão ter o registro de suas candidaturas cancelados, a requerimento de seu partido.
Ocorre que o prefeito não é candidato a nada, a eleição será na circunscrição estadual e não municipal, portanto o possível apoio a outra coligação não tem conseqüências legais.
By the way, devemos nos sentir prestigiados, visto que esta nossa troca de informações foi parar na coluna "Repórter Diário" de hoje.

Juvencio de Arruda disse...

É verdade,Cjk, se bem que sem o brilho e o estilo do debate aqui do Quinta...eheh.
Bom dia prá voce.