28.6.06

Sondagem

O peso e o perfil da mídia, nos últimos dias, parecem sugerir que estamos bem no meio de um "campo" de uma pesquisa de opinião. Parecem sim.

2 comentários:

CJK disse...

Falando em campo: "campo contaminado" foi a justificativa para a não divulgação dos resultados da segunda pesquisa da Vox Populi (pois foi realizada uma primeira), que chegou a ser anunciada por um jornal local.
Um outro grande instituto de pesquisas nacionais já confidenciou que só fará pesquisa no Pará com equipe de fora, por não confiar no "campo" local.
Trocando em miúdos: o "vale-tudo" poítico está sendo manejado por profissionais, a briga é para pastor alemão, vira-lata como nós não deve se enxerir.

Juvencio de Arruda disse...

Entre um latido e outro, eu ouvi esta versão da contaminação do campo.Não extamente como voce descreve, mas que o campo teria sido afetado pelas decisões sobre a verticalização,decidida à época.
Gostaria de ouvir o Vox sobre isso, pois achei a tese esdrúxula.
Quanto a contratação de pesquisadores de fora para fazer o campo...é possível,embora desnecessário e mais caro.
Há técnicas sufucientemente seguras para conferencia de campo,Cjk.
Seguríssimas, aliás.
Descrevo-a sinteticamente:
o coordenador de campo verifica, por amostragem,parte dos questionários aplicados,procurando o entrevistado pouco tempo depois da entrevista, e confere parte das respostas anotadas pelo pesquisador.Isto é feito regularmente, até para evitar que o pesquisador preguiçoso, ou intencionalmente bem disposto, desvie o resultado da amostra.
Mas, na dúvida, estou um gatinho...rs...esperando a próxima rodada que, desconfio, já está acontecendo.Daí o post.
Abs