9.9.08

Buscando Apoio

O professor Carlos Maneschy, candidato à reitor da UFPA, foi beijar a mão, por assim dizer, do chefe da Casa Civil do governo do Pará, seu colega de universidade Claudio Puty.
Disse que quer ser o candidato do reitor, e que tem petistas ilustres em sua companhia na eleição. Citou o cientista político Edyr Veiga, a historiadora Edilza Fontes e o ex prefeito do campus, o técnico Marcos Vinicius.

-----

Noutro front, espera-se para hoje o fechamento da chapa que resgata a candidatura da atual vice reitora Regina Feio, talvez com Licurgo Brito na vice.

8 comentários:

Anônimo disse...

Fex certo o Puty é gente boa minha gente.

JUNIOR disse...

Será seu Juca,o que estou sabendo é que um endereço muito procurado por Maneschy é um que fica no prédio da RBA,alias que a bem da verdade também estaria na agenda de Alex Fiuza para futura visita.

Anônimo disse...

Pelo que eu sei o Maneschy foi convidado para um almoço que aconteceu em lugar publico.
A conversa foi depois do lançamento da candidatura do Maneschy lá no Autitorio do Profissional que, pelo que dizem, lotou.
O Puty nao mete prego sem estopa, soube do sucesso, pelos seus olheiros, e quis logo se adiantar.
Quem estava no Boteco da 11 pode ver.

Anônimo disse...

O Maneschy já é candidato, queiram ou não e da maioria da comunidade universitaria.

Juvencio de Arruda disse...

Junior, faz muito bem o professor Maneschy em garimpar apoios. O mesmo vale para o reitor se, em final do mandato, visitar o Sobrancelhudo, que lhe apoiou em 2001. Politique obligé.

Juvencio de Arruda disse...

Vadias das 23:19 e 23:42.
Chorem, reclamem, agridam.
Adoro vê-las assim...eheh

Anônimo disse...

Desculpe, Juca, mas vou divergir de vc. Vou de Oposição: Ana Tancredi JÁ!

Anônimo disse...

Caro juquinha, quando vejo seus comentários sobre política, volto a ser petista de carteirinha.