31.7.06

Improbidade

Recomeçou a saga do prefeito de Nova Déli, Duciomar Costa, com a Justiça.
O Ministério Público, o federal, ajuizou ação de improbidade administrativa contra o alcaide, sua chefe de gabinete, e mais dois secretários de sua desastrada administração.
Na ação o MPF chama atenção para a tentativa da prefeitura em enganar o MPF, a Justiça e a Polícia Federal, readesivando os carros comprados com recursos da saúde e encaminhados à Guarda Municipal.
Em que pese terem sido apresentados ostensivamente em desfiles pelas ruas da cidade, as autoridades municipais ainda tiveram a cara de pau de acusar o MPF de abuso de poder, caracterizando "manobras astuciosas que configuram emprego irregular de verbas públicas, desvio na finalidade de aplicação de recursos públicos, divulgação de publicidade institucional enganosa, inversão da ordem de atos inerentes a licitações e contratos administrativos e fraudeprocessual".
Bem, não é a primeira vez , nem será a última que Dudu tenta driblar a Lei.

5 comentários:

Anônimo disse...

Espero sinceramente que isto não dê em pizza!
Estamos cansados de ações que não dão em nada!
Estamos cansados de politicagem seja de que setor for!

Marilene disse...

E isso é só o começo....

Juvencio de Arruda disse...

Ao Anonimo: infelizmente não depende só do MPF.

À Marilene :tomara, amiga, tomara.

Direito & Esquerdo disse...

Dom Juca,
Espero que o MPF vá bem fundo, porque neste mato tem mais coelho.
O Edmilson "solzinho", agradece é claro!
Abs

Juvencio de Arruda disse...

Fala, Dom Bruno,há quanto tempo!
Bem, voce entende desse assunto.Tomara que os coelhos sejam descobertos...e que a cajadada desça sobra suas cabeçorras.
Abs