28.2.06

360º

Frase do deputado Mário Couto sobre os projetos que reduzem as férias parlamentares de 90 para 55 dias, no caderno Painel, em O Liberal de hoje, em matéria cujo subtítulo diz:
Pressionados pela opinião pública, vários deputados já apresentaram projetos de redução da folga do Legislativo e de eliminação ou diminuição do pagamento.

“Estamos muito conscientes de que é preciso mudar

É deputado, e preciso mudar mesmo. E muito. Nem imaginam o quanto.

2 comentários:

Jubal Cabral Filho disse...

Sua manchete inspira os primórdios do Legislativo? Sem férias, sem remuneração, sem assinaturas de convênios, sem nepotismo, sem...sem...sem?
Ah! Bom.

Juvencio de Arruda disse...

Talvez eu tenha exagerado um pouco,na angulação,digamos.
Com trinta dias de férias,com remuneração digna,sem assinaturas de convenio,sem nepotismo, sem homofobias,sem atitudes contra o caráter laico do estado, sem perseguições à imprensa,ao judiciário e à opinião pública...e mais um sem número de restrições.
Com uma coisa: a noção de que po mandato é umarepresentação e não umasoma de atos de voluntarismos.