30.8.07

Escapou

Foi baleado ontem por volta das 21:00 h, durante um assalto ao ônibus em que se dirigia para casa, o jornalista, compositor e músico Walter Freitas, assessor do Instituto de Artes do Pará.
Aliviado em R$ 110,00 e o celular, Walter passa bem. A bala transfixou-lhe a perna sem maiores danos.

10 comentários:

Blog da Periferia disse...

Está cada vez mais dureza viver nos bairros afastados. É preciso agir com força para controlar as armas na mão da bandidagem. Nos tempos do Sabonte e sua gang, lá pelos anos 70, na vala da Dr. Moraes, os pilantras respeitavam pelo menos os moradores do setor.
Agora não se livra mais a cara de ninguém!!

Val-André Mutran disse...

Não é só na periferia não meu amigo.
Hoje, os assessores parlamentares Fábio Queiroz e Daniel de Sá, foram
interceptados na Transamazônica há 20 kms de Novo Repartimento, Sul do Pará, quando dirigiam a caminhonete em que trabalham, por quatro assaltantes de estrada armados de revólveres 38 e espingarda calibre .22, quando retornavam de uma reunião política no Município de Cajazeiras em direção a Marabá. Não reagiram, mas perderem tudo.
Essa é a Segurança Pública do Pará!
Essa é a mera sensação de insegurança que a Governadora caçoou do ex-Governador Almir Gabriel na campanha!!
É essa a cara mais bem acabada do Governo da mudança: a bandidagem haja livre, leve e solta à luz do dia em todos os grotões e na Capital.
O Estado faliu!
O horror disso tudo é que o Governador Sérgio Cabral consegue tudo nessa área com Lula, sem sequer ser do mesmo partido do presidente.
E a governadora. Vai dizer que é apenas uma leve sensação de insegurança?!
Quem pode me responder?

Juvencio de Arruda disse...

Novo Repartimento, há anos, é a central da bandidagem naquela região.
Abs, Val-André.

Anônimo disse...

Ò pessoal,
É só "sensação de insegurança", mas diferente das administrações tucanas.
Agora, roubam, matam e esfolam, com o povo fazendo justiça com as próprias mãos no lugar da "Puliça".
Não está melhor assim, seu Juvêncio? É só sensação....

Anônimo disse...

Luluquefala:
Enquanto isso lá pelas bandas do amor a nossa sensation governadora ama e é amada.
Com toda a segurança é claro.
O felizardo é um daqueles da turma do ex deputado Priante.
Uns, o chamam de Miguel, outros de Felipe.
É lindo o amor...
E viva a governadora !

Anônimo disse...

Não seria primeiro Felipe e depois Miguel ?

Anônimo disse...

Luluquefala:
Nunca, mas nunca mesmo, se viu tanta insegurança em nosso estado.
Ou a governadora enquadra esse povo que está aí comandando a área, ou a coisa vai pro brejo mais rápido do que se pensa.
A sensação é que aumentou a nossa sensação de insegurança do governo do boa praça Jatene pra cá.

Anônimo disse...

Esse vicquefala é mesmo um pândego, agora deu pra patrulhar a vida íntima da governadora. Será que está com ciúmes?
Quanto à "sensação de insegurança", o deputado poderia ser mais coerente: em tão pouco tempo, Ana Júlia não poderia mesmo resolver essa questão, levada ao paroxismo pelos l2 anos de tucanato, que sempre teve o apoio incodicional do deputado "demo". Vamos criticar, mas cuidando da carapuça...

Anônimo disse...

Pô! Ambos, Jatreme e AnaPoderosa são zero em segurança pública.
E os defendores dela vem com a frase pronta mais manjada e requentada :

Ainda não teve tempo, herança maldita..
Ah, conta outra ô fã da Ana.

Tudo igual.

Cadê o "meu amigo Lula" que ela tanto gritou?

Tudo papo furado de campanha.

Continua tudo na mesma, desde oa tucanos até os petistas.

Pobre Pará.

Anônimo disse...

Tanto safado por aí vão acertar logo o Walter. ô bandido incompetente.