31.12.05

Reveillon

Acabei de fazer um Bacalhau à Gomes Sá e um Lombinho à Califórnia.
(Sim, eu mesmo, pessoalmente)
É que a família tem uma tradição de não comer nada que fuçe pra trás ,no reveillon e no dia 1º. O suíno e o peixe vão prá frente.
Nos também.
Não temos adega, de modo que as três garrafas de vinho, franceses, estão no lugar menos frio da geladeira. Cervejas e refris completam a parte hidráulica.
Uma torta de nozes, na verdade feita com pecas peruanas no lugar das nozes, algo salgadas, mas trazidas de Lima por uma prima, e um pavê de cupuaçu, completam a ceia.
Como vêem, nada de mais, nada de menos. Tudo gostoso.
Antes de encher a boca o blog deseja a todos os seus leitores e links um 2006 na medida dos desejos de cada um.
E que a gente continue juntos no ano que vai chegar daqui a pouco.
Ou o mais próximo possível.
Forte abraço.E som na caixa!

4 comentários:

Françoise Terzian disse...

Bela ceia. Estou com água na boca!
Principalmente na parte que diz respeito ao bacalhau e à torta de nozes.
Um feliz 2006 e que tudo no seu ano entre para afrente...
Um abs,

Juvencio de Arruda disse...

T,depois mando as receitas.
E da próxima vez,com o nome do blog.É que entro em pouquíssimos blogs,figuras que conheço pessoalmente até...mas voce tem razão sim.Sorry.Abs.

Pinky disse...

ai, ai, ai, hein? nem vou comentar sobre as sobremesas, nem vou...rs... eu ando muito chata para salgados, mas preocupada em não perder a forma... :)

Juvencio de Arruda disse...

Voce? Perder a forma Pinky?
Ora não me faça inveja...r.b