21.8.08

Baixas

O jornalista Paulo Roberto Ferreira entrou de férias e não volta para a direção da TV Cultura, do governo do Pará. Junto com ele, está de saída a antropóloga Patrícia Guilhon, ex diretora de Cultura da Secult, que ocupava a assessoria de marketing da emissora.

40 comentários:

Anônimo disse...

Juca, parafraseando o Tim Maia: me dêêê motivoooo pr'eu ir embooora... (ou seja, nos diga quais são os motivos dessas defenestrações, please).

Juvencio de Arruda disse...

Tim Maia, teria havido uma desinteligência - não sei o motivo - entre o diretor e a presidente da Fundação no dia da visita do Lula em Barcarena, embora as diferenças já ocorressem há mais tempo, ao que soube.
A assessora de marketing teria saído em defesa do diretor...e deve voltar ao CEFET.

Anônimo disse...

Quinta-feira, 21 de Agosto de 2008
PROPAGANDA ELEITORAL
Tive a oportunidade de assistir a propaganda eleitoral de ontem (20),no horário da noite e na oportunidade, me dou o direito de opinar, pois o que vi, parece aquela estória do pinóquio, se não vejamos:
Fiquei a imaginar que o Prefeito atual fosse fazer sua propaganda com uma visão mas ordenada e moderna, afinal das contas seu marqueteiro é Duda Mendonça, mas para minha decepção a mesma coisa dos candidatos que desejam a reeleição, que durante 3 anos não pode fazer nada , aquele papo pra boi dormir, que todos fazem, então pra que marqueteiro?outra falacia, qual foi a proposta concreta deste senhor, ele não realizou quase nada de suas promessas,então logo pensei, fora!!!!!
Em seguida analisei a Candidata do DEM, ai, é brincadeira, até parece que ela foi a governadora do Estado, coitado do Jatene, nem bem esqueceram dele, a boa samaritana se apresenta como a que fez tudo de social e saúde , será que ela esqueceu dos escandalos na SESPA e seu fiel escudeiro Fernando Dourado, será que ela esqueceu os super faturamentos nas ações do Presença Viva, por onde anda os equipamentos que sumiram?
Querer que o povo a receba como a garota propaganda do grupo Liberal até poder ser devido os laços de amizade entre seu marido e o Rominho, mas passar uma imagem de sexo frágil e guerreira ao mesmo tempo, é piada de salão. Essa candidata representa o atrazo no processo politico, até dizem por ai que ela lava as mãos com alcool depois das caminhadas, com medo de pegar algum tipo de doença, sabe como é coisas de laurinha e patricinhas da vida.
Quer saber de uma coisa ,pura e certa, Dudu e Valéria são farinha do mesmo saco, veja só, na SESMA a irmã do Jatene está lá, na Codem a cunhada e etc..., mas o Jatene não é PSDB, e o PSDB não indicou o vice da Valéria, caramba, não entendo mais nada. Há, já sei, isso tudo é pra se manterem no poder, junto com o grupo do Rominho, isto que claque! apenas esqueceram da vontade popular, o eleitor sabe que é trocar seis por meia dúzia. É como colocar vampiro no banco de sangue, foram 12 anos + 4 e ainda querem 4, isso é um absurdo.
O tempo do João Moraes, coitado, sem analise.
Marinor já se esperava, PSOL é isso !nada mais.
Professor Mario , fiquei pensando, o Presidente do PT nacional, apresentando o candidato, logo ele que no mensalão comandava o PT, quando era ministro do Lula, queria acabar com o 13º salário, férias, licença maternidade, ai fiquei pensando pode uma coisa desse tipo e o Mario, durante a greve dos professores, onde ele estava, qual foi seu marco na SEDUC, então aquela frase dos movimentos politicos antigos da UFPA, pra que PT,pra que PT.
Deixei por último o Priante, devido o impacto que senti, ao ver o depoimento do Lula pró Priante, as bases ptistas foram a loucura, claro que sabemos da simpatia do Presidente ao candidato do PMDB, sabemos do esforço que Lula fez junto ao seu partido para que apoiasse Priante, afinal o Presidente Lula sabe reconher um aliado importante que garantiu a eleição de Ana ao Governo.
Em seguida ouvi Priante falar da segurança pública, propondo a criação da Secretaria de Segurança e Cidadania, com a Guarda Municipal e PM, juntas ao apoio a comunidade, em seguida falou algo que desejava ouvir, com relação as obras inacabadas, isto é um fato, o gestor deveria ser obrigado a cumprir o calendário de obras deixadas pelo Prefeito anterior. Valeu Priante, pela brilhante idéia.
Estarei acompanhando outros programas para que possa declarar minha opinião!

Anônimo disse...

Poxa Juca a tua tese não é nem de mestrado...

Anônimo disse...

Só falta sair a presidente Regina Lima, para a Funtelpa, para os funcionários comemorarem.

Anônimo disse...

Dsde aquele malfadado episódio da "demissão" dos ex-presidentes da Funtelpa, o Paulo Roberto vinha pedindo demissão. Foram vários. Agora aprece que é para valer. A presidente protelou todo esse tempo porque náo cosneguia ninguém capaz. O Paulo não concorda com os, digamos, métodos bacanas de administração da Funtelpa, atualmente, muito embora seja amigo da presidente há muito tempo. Ocorre que o poder (poder, que poder tem o presidente da Funtelpa - agora e para sempre, no pretérito passado e futuro?) virou-lhe a cabeça. O Paulo tem talento e rspeitabilidade como jornalista. A Presidente tem algum que de professora que passou mais de uma década no Rio de Janeiro, estudando. Nunca havia adminsitrado nada. O Paulo sofreu muito, é visceral quando entra em um projeto. Nesse da Funtelpa entrou para sofrer porque, além de adminsitratr segundo o modelo da TV, não tem recursos fianceiros parea produzir. Fez uma TV (assim como a R';adio fz ambém) como nunca antes foi tão chapa branca. Dá pena ver como vivem as equipes de produção; nas viagens é uma penúria. O Paulo tem idéias, mas não em equipe e sem equipe, náo existe TV; os melhores da TV Cultura, forjados ao longo dos anos, foram embroa exatamente por discordar dos métoidos da profesora. E o Paulo segurou a barra, ganhando inimizades irreversíveis e não raro o corpo-mole da equipe, por conseqüência. O Jornalismo é um desastre.
Quando à antropóloga, a qustão vai na mesma batida. Ela tem idéias, tem pegada pafa a coisa, é realizadora, tem rede de relacionamento, boas amizades e uma capacidade incrível para conquistar apoiadores e arrancar recursos, mas a presidente a desaoturizava tudo e, por isso, a Funtelpa perdeu bons parceiros. Inbclusive um que ia garantir a compra de uma Unidade Móvel de Televisão - velho sonho da TRV Cultura. Aliás, a Ré, que perdeu tudo o que tinha de bacana, é um trator no relacionamento com as pessoas e quando a idéia não é dela, já eram os projetos. Mas o fato é que ela náo os executa porque lhe falta algo mais bacana - talento apra formar boa equipe e realizar, fazer acontecer. Principalemte quando tem viagem, nunca tem dinheiro para as equipes de produção saírem para o interior, mas para a presidsente viajar...O Fato é que a funtelpa, hoje, é resultado do caótico modeo de comunicação do PT.

Anônimo disse...

Na verdade há uma debandada maior, outros técnicos pediram para sair.

Anônimo disse...

Você devia fazer um post sobre os lixeiros que ficam pedindo dinheiro nas casas das pessoas. Ao invés de coletar o lixo pela cidade perdem preciosos minutos batendo de porta em porta pedindo
"dinheiro pra merenda", uma "gorjeta pra inteirar o lanche". Que porcaria de serviço é esse? Alem de passar nas casas e fazer monturos de lixo no meio da rua, o que demonstra claramente que tem pouca gente no serviço... Vergonha, no tempo do Edmilson não era assim.

Anônimo disse...

Coitado do CEFET...

Anônimo disse...

Não sei como posso mandar mensagem pessoal mas queria saber se ja comentou o fato do Pará so ter um senador enquanto alguns estados tem 4.

Anônimo disse...

já vão bastante tarte...

Anônimo disse...

Num momento onde se discute tv pública a aprendiz de cuca queria discutir a FUNTELPA OS pode?
vai mesmo...

Anônimo disse...

É justo, muito justo, o salário pleiteado pelos médicos da Santa Casa, R$ 7.500. Creio que ainda é pouco para profissionais qualificados, que são sobrecarregados por uma demanda enorme e reprimida de doentes de todo o estado.
Outra questão são os salários dos servidores de nível superior do estado (professores, economistas, Jornalistas, Administradores, Psicólogos, Contadores, Assitentes Sociais, Analistas de sistemas, Engenheiros...). Esses profissionais que também são qualificados estão ganhando, em muitos órgãos da administração direta e indireta, uma migalha! Seus vencimentos básicos são de um (01) salário mínimo! Isso mesmo R$ 433,00. O que ajuda e ameniza o bolso são as gratificações (ou penduricalhos), mas que não incorporam na remuneração. Já os primos ricos são os advogados - procuradores, procuradores autárquicos e os fiscais da SEFA, ganham fortunas. Até os delegados ganham mal, por isso estão na luta para equiparar seus salários ao dos primos ricos promotores do MP. Por que essa diferença absmal de ganhos entre profissionais? Se todos tiveram de passar pela academia, muitos são especialistas, com mestrado.
O que se observa é a ausência de uma política salarial por parte do governo e dos sindicatos e conselhos, que mais perece uma colcha de retalhos que aprofunda as contradições no serviço público em que poucos ganham muito, enquanto a maioria dos servidores cada vez mais tem seus ganhos arrochados. Pobres barnabés

Anônimo disse...

já foi tarde...sem saudades.

Val-André Mutran disse...

A contar pela esculhambada transmissão via sinal da Cultura para o canal NBr, esse pode ser um bom motivo para a debanda, negociada, para não ficar mal na foto.

As ORM dão de ombros.

Deita Pará.

Anônimo disse...

Pois é, na casa de minha mãe e na vizinhança, lá no esquecido bairro do Jurunas, o sinal da Tv Cultura continua sofrível: chuviscos, sombras, aumento e diminuição da intensidade de áudio. Outra questão que já se arrasta há tempos é o amadorismo e falta de qualidade nas transmissões ao vivo, como os festivais de musica, etc.
Apesar das burradas e vaidades da atual gestão, tem-se que dar um desconto, já que o nei mauricinho messias, e sua thurma maluquete, bregalizou e sucateou a Funtelpa. Deu de presente suas repetidoras a poderosa ORM e o governo ainda pagou por isso, isso que é uma teta!

Anônimo disse...

Oh, anonimo das 8:24 não fale o que não sabe, apenas para destilar suas frustraçoes. O que tem discussão de Tv Pública com OS? Fique sabendo que o projeto de reformulaçao juridicada Funtelpa já esta na Assembleia.

Anônimo disse...

Engraçado. Quando os petistas chegaram ao "pudê", a tchurma que os apoiara tão efusivamente dizia que tudo iria mudar na TV e Rádio Cultura. E realmente tudo mudou... pra pior. O motivo é simples: competentes em suas áreas de atuação (Regina, na UFPA como teórica, e Paulo Roberto, como jornalista de projetos e não mais de redação, coisa que ele deixou de ser há muitos anos), os dois não tem nenhuma experiência de TV. Podem dizer tudo o que quiserem, mas Ney Messias e equipe ficaram na história da Funtelpa com a medalha de prata de melhor administração. O ouro, claro, vai ficar com AKlautau que implantou a TV e até hoje não foi superado em sua administração final dos 80 início dos 90 (como diretor da da TV, pois quem era presidente da fundação era aquele pavão, o César).

Anônimo disse...

Além de nomear e exonerar o "staff" como vemos todos os dias no Diário oficial (uma verdadeira ciranda de cadeiras), quando realmente começa o governo de Ana Júlia?.
Até agora, salvo os 5% dos serviços que faltavam para a conclusão do Hangar, que obra de vulto genoinamente do governo atual foi inaugurada?
Projetos são muitos, frentes de serviço - várias, mas o tão falado "foco" de Charles Alcântara, tá mais para lanterna giratória.

Anônimo disse...

A imagem da Cultura é ruim da tela pra fora e da tela pra dentro. Falta sintonia entre a presidência e as diretorias, entre estas e as equipes de produção, e o resultado é essa exibição feia e distorcida da gestão pública.

Anônimo disse...

Juca...coitado do Paulo Roberto. Demitir-se em plena campanha...Agora a vendetta do PT nunca mais vai lhe deixar em paz. O governo do estado, através dos doutores da secom, está fazendo uma coisa que eles sempre odiaram: sucatearam a FUNTELPA!! ahahahahaha
O caso da produção de tevê é o mais emblemático. Coitados dos que ficaram, agora têm que fazer o mesmo que antes era feito por 15.
Mas pelo menos, a gente sabe que os que foram demitidos estão conseguindo viver, o Walter jr não deixou quase ninguém na mão e levou quase todo mundo pra Ó de Almeida. :)

Anonymo

Anônimo disse...

Val-André, infelizemente, ficou muito mal na foto, porque nesse governo, parece que aqueles que estão a frente do poder, pensam mais com aquele lugar que deveria servir para sentar e sentam com aquele que deveria servir para pensar. Esse foi o caso da Presidente da Funtelpa, que foi para o Reporter Diário, arrotar a arrogancia propria de gente com este perfil, para dizer que dispensou uma diretora, ou seja, o que deveria ser apenas um caso de mudança em equipe, vai virar mais uma querela pública. Caiu ainda mais pelo menos no meu conceito, se não a péssima qualidade da Tv Cultura.

Anônimo disse...

Que coisa! Parece que não tem um petista "papa chibé" com capacidade técnica e intelectual para gerenciar alguma coisa neste Estado. Não conseguem administrar nem o mangueirão ou programa de TV. Estamos esperando a "marca" Ana Júlia, nesta administração. Assim não dá! Vão entregar de bandeja este Estado para a turma dos "demoscano". Aproveita Ana, porque, ao que parece, e foi dito nas entrelinhas do finado Blog do Charles, o grupo "O Liberal" largou do seu pé e já está dando até uma forcinha. Então, ainda é tempo, mas como dizia Cazuza este mesmo tempo não para.

Anônimo disse...

Belém é uma cidade bem mixuruca, não acha? Os grandes destaques da semana: o incendio num deposito no centro da cidade que chamam de "Comércio" (ninguem percebe o absurdo, um deposito no centro) e os vendedores de lanche chamado de "lancheiros" se ficam na Doca ou vão pro Ver-o-Rio... Imagina, uma cidade dessas é provinciana demais.

Anônimo disse...

O val-andré é uma graça, pra não dizer outra coisa.
Quando está aqui no Quinta, esculhamba adoidado o Liberal, mas quando quer matéria para o seu chefe Giovanni, é uma doçura com a redação.
É um bobo.

Anônimo disse...

Esculhambada também foi a transmissão do Horário Eleitoral Gratuito , já que ficou na responsabilidade da Tv Cultura transmitir para todas as outras emissoras, nesta 1ª semana.

O que me dizem alguns funcionários da casa, é que não tem técnicos e muitos foram embora com a chegada da atual presidente, pelos métodos nada bacanas.

Anônimo disse...

Os médicos da Santa Casa querem 7500 por mês? E porque eles se submetem a menos da metade disso trabalhando pra Unimed? Se ficarem com muita graça é so ir no Maranhão e Tocantins e trazer médico de lá pela metade disso e depois rir muito dos radialistas e jornalistas que disserem que "os médicos são de fora, não conhecem a nossa realidade" como se caganeira em Bacabal fosse diferente da caganeira de Capanema.

Anônimo disse...

A desgraça da Ré começou quando tentou fisgar uma secretaria, mas se esqueceu que a Funtelpa começou a perder grandes profissionais para as campanhas políticas deste ano, e nem buscou fortalecer a Fundação com a convocação dos profissionais aprovados no único concurso público da Funtelpa. Concurso que está para caducar (se já não caducou). Prá piorar sua situação com o grupo político do poder, teria prometido transmitir ao vivo os discursos do Lula e da Ana, no ato de Barcarena.Mas o que se viu foi alguns flashs, durante o Sem Censura (boicotaram a transmissão). Isso teria deixado o alto escalão do governo irritado e a presidente REgina caiu em desgraça. Mas ainda há tempo de salvar a Funtelpa, basta deslocar Fatinha para lá (ela tem esperiência em Tv).

Anônimo disse...

Anônimo das 8h44. Vc é desinformado. Sucateada a Funtelpa não foi por Ney Messias e equipe. Pelo contrário: ele conseguiu colocar a TV e Rádio no orçamento oficial do governo e assim se comprou equipamento digital (Câmeras e ilhas de edição pra TV, digitalização da rádio) que todos do ramo sabem que fizeram as emissoras as mais modernas de Belém. Maluquetes que conseguiram colocar o Pará no mapa da música do Brasil: se hoje as bandas paraenses fazem sucesso (Madame Saatan, Euterpia, etc) no meio cultural do sul maravilha isso se deve às maluquices do Ney e seus maluquetes.
Mestres da Guitarrada na Globo? Pois foram os maluquetes que conseguiram isso.
Documentários, curta-metragens, em tudo a TV Cultura participava e se destacava no Brasil todo. Então, chegou o PT e tudo empacou. Infelizmente. Pessoas de talento que estavam lá há mais de 15 anos, ou foram demitidas ou forçadas a se demitir. A política? Nada do que se fez antes deveria seguir, assim destruiram o que se construiu e no lugar não colocaram nada. Viva a maluquice competente. A "sobriedade" e a "lucidez" do PT na verdade têm nomes: incompetência e atraso.

Anônimo disse...

Uma pena tudo isso e quem sofre nessa guerra de ego é a TV Cultura...

Alan Lemos disse...

"o fato do Pará so ter um senador enquanto alguns estados tem 4" - gostei da colocação.

Por sinal, o Distrito Federal "está" com uns 50 deputados federais.

Val-André Mutran disse...

Com sua licença mestre, mas o anônimo das 7:36 PM, parece ser um tanto confuso quanto ao conceito de bôbo, misturando minhas convicções pessoais com meu trabalho, coisas que não se tocam; quando a discussão aqui não sou eu, que nem ibope tenho, mas, os problemas técnicos de transmissão de uma TV mantida com a arrecadação dos contrubuintes do Pará.
Há tempos, por exemplo a mantenedora da TV Cultura de São Paulo, a Fundação Anchieta, aprovou anúncios captados na iniciativa privada o que elevou potencialmente sua estrutura e qualidade, e citarei apenas o programa Roda Viva como exemplo, o mais longevo jornalísticos de entrevista da TV brasileira...
Se há bons profissionais para gerir a nossa TV Pública que o façam. Chamem também os concursados, obviamente,mas, coloquem a direção na mão de profissionais cuja espertize seja comprovada pela experiência.
Será que esses profissionais tomaram doril?
Um bom domingo à você.

Anônimo disse...

Aqui no bairro da Pedreira, já tentei de tudo para conseguir um sinal, pelo menos razoável (até palha de aço na antena). Até tentei assitir alguns programas, mesmo com chuviscos, mas a qualidade dos programas é péssima e não segui em frente. Se alguém consegue um bom sinal, por favor diga qual é o seu bairro! Ou qual é a mágica. E solicito encarecidamente aos responsáveis pela direção da TV, que coloquem programas de qualidade no ar. Já será um bom começo!

Anônimo disse...

O Paulo Roberto foi a maior vítima da insegurança e desequilibrio da Presidente, a mulher não quer que ninguém pense perto dela, para não lhe fazer sombra, passou a boicotar o proprio Diretor de TV, tirando-lhe todas as condiçoes de trabalho e desautorizando-o diante dos seus proprios gerentes e técnicos. Era de dá pena! O seu erro foi não ter chutando a porta antes, não sei se por frouxura ou por compromisso com o governo.

Anônimo disse...

Anonimo das 8:46, voce então terá que solicitar a saida da atual presidente, com ela não tem DIRETOR DE tv QUE CONSIGA TRABALHAR com autonomia, não adianta ter ideia, senão não for dela, esquece. Então se conforme com essa programação chinfrin. A mulher só quer saber de expandir torre de transmissão. Para transmitir o que ninguém quer ver.

Anônimo disse...

Aqui no bairro da campina só reza forte pra melhorar a imagem e audio da Tv Cultura e olha que ja tem quase um mês da mudança do equipamento de sua transmissora

Anônimo disse...

Mano, se eu que moro no Marco, quase ao lado da emissora, a imagem e o audio são sofriveis, imaginem voce da Campina ou outro bairro qualquer, mas também não tem muito o que ver, parece que um dos poucos programas que ainda dava para ver, o Cultura Paidégua , perdeu o apresentador, o bem-situado Alberto Neto, que também debandou.

Anônimo disse...

É o que diz no autidor a Curtura pegande bem em toda a Belém, ah,ah

Diógenes Brandão disse...

Torço que o Paulo crie logo seu blog e não o finde por nada nesse mundo, assim poderíamos entender, de uma vez por todas, que o PT nunca teve um projeto de comunicação sério, nem tão pouco há a soma militante+profissional, quando se é um, não se pode ser o outro, ou pelos menos não se acumula os dois perfis em uma só pessoa, ou será definitivamente não há investimento institucional cabível para tal.

Fora a Fundação Persel Abramo, não há vida comunicacional no Partido dos Trabalhadores, vide a coordenação de comunicação da candidatura de Mário Cardoso, nesta eleição de nossa querida Nova Déli.

Anônimo disse...

"A TV Cultura agora pega bem". Essa propaganda é que está pegando mal!!!