6.8.08

Derramou

Juiz pulando muro pra fugir da turba enfurecida. Promotor público resgatado de helicóptero. Forum e delegacia de puliça incendiados. Saques e depredação. Cenas da paisagem de Vizeu, no nordeste do Pará, ontem.
“É lamentável o que aconteceu. Me senti uma autoridade impotente e tive que contemplar a destruição do fórum”, disse o juiz Cesar Augusto Rodrigues à reportagem do Diário do Pará.
Do lado da horda, a impotência frente às injustiças e a violência transbordou, e pode ter sido o combustível para as ações.
Como é tenue a linha d´água do cálice.

15 comentários:

Anônimo disse...

Lincharam a cidade foi? É nisso que dá ver todo dia nas paginas dos jornais gente baleada, sangue, punguista sendo linchado, radialista fazendo apologia ao crime. Quando o povo sente-se ofendido é assim mesmo. Mais uma vez ta provado, mais importante que a pessoa humana é a propriedade. Se fosse alguem linchado nao daria rolo nenhum.

Alan Lemos disse...

Da boca do próprio filho do prefeito de Viseu: anos atrás (antes do pai ser prefeito), um membro do judiciário foi cercado pela população, fugiu de carro, continuou cercado na praia, desceu o carro (abandonando-o), jogou-se ao rio e foi NADANDO até o Maranhão (é "só" atravessar o rio).

Assim ele sobreviveu. Dureza, ein?

Anônimo disse...

O Pará perdeu toda faixa de terra que vai de Turiaçu ao Gurupi depois de saques promovidos por pessoas vindas de Belém isso no século XIX. Como o povo se sentia desamparado pelo governo instalado em Belém pediu a Corte pra ser anexado ao Maranhão. Foram atendidos.

Anônimo disse...

porque o diário não informa o nome completo do juiz,
será porque ele é parente do chefe da casa civil, o puty e do outro puty que é PM?
será se essa teia ajudou a saída rápida da autoridade que literalmente pulou o muro?
será se em outro local, com outro juiz seriam tão prestativos os pms?

Juvencio de Arruda disse...

Jornal não é obrigado a declinar nome completo que nem certidão de nascimento.
Na sua terceira pergunta vc responde a primeira.
Se fosse seu primo,das 1:35, vc não seria tão "prestativo", tanto mais que estaria agindo corretamente?
Sabia que até as antas jovens protegem seu semelhantes?

Anônimo disse...

PARÁ, terra de "direitos"...

Anônimo disse...

LEIAM "O GRANDE MEDO" DE GEORGES LEFEBVRE. ESTÁ ESGOTADO, MAS NA JINKINGS TEM AINDA 2 EXEMPLARES. FALA SOBRE OS ACONTECIMENTOS DURANTE A REVELAÇÃO FRANCESA E O METO GENERALIZADOS DOS "BANDIDOS" E O ESTADO FEZ PRA DETER O POVO. NO HAITI TAMBEM FOI ASSIM. O POVO MATOU MILHARES DE FRANCESES PRA "SE LIBERTAR". BADERNEIROS? VANDALOS? NAO DUVIDEM DA FORÇA DO POVO, AINDA MAIS UM POVO ILETRADO COMO O NOSSO... TEMOS UM BOM EXEMPLO AQUI, HA 100 ANOS COM A PERSEGUIÇÃO A ANTONIO LEMOS... CHAMEM DE VANDALOS E "CASO ISOLADO" OU VOTE SEMPRE NO PSDB E SEUS CORRUPTOS AMIGOS, COMO DANIEL DANTAS.

Anônimo disse...

Este tipo de revolta popular sempre aconteceu.
Só as que me lembro, correu em São Miguel do Guamá, Rondon do Pará e Goianésia.
Esta ultima em 2006 por conta do estupro e sumiço de uma menina com necessidades especiais de 3 anos de idade.
Então não tem nada e ver com o governo de plantão.
Quando a sociedade se sente ofendida ela reage.

Anônimo disse...

Observem a diferença de interpretação dos fatos.
Um rapaz pobre adolescente foi morto em Vizeu.
Á população revoltada com a morte reagiu a ateou fogo em tudo e botou o juiz para correr.
A revolta dos formadores de opinião, não é com o assassinato do pobre rapaz e sim com o patrimônio queimado.
Cinco jovens de classe média alta, lindas e famosas morrem em acidente de carro.
Revolta generalizada dos formadores de opinião, matérias pagas de paginas inteiras nos jornais, depoimentos mil.
Na opinião dos espíritas que a tudo observam: Não há qualquer diferença entre essas vidas, quem as faz somos nós que classificamos essas vidas em mais ou menos importantes.
É completamente natural e comum morrem pobres, anônimos e desvalidos.

Anônimo disse...

É...
Pelo visto tudo é causado pelo(s) Puty(s).
Estou até achando que se o Puty não existisse teríamos que iventá-lo, até porque temos que colocar a culpa em alguém.
Lembram daquele terremoto que sentimos em belém e que abalou as estruturas das mais altas torres da Doca? Pois é... deram o nome de Puty!
Dá-lhe Puty, abalando geral, do sismico ao governamental! até rimou....

Anônimo disse...

O Pará sempre foi um país muito estranho, de gente mal assistida, gente mal governada, gente mal amada, gente que não se sente gente, por ser excluída dos arquivos do cartório, das escolas, dos bancos, do bolsa tucupi e tudo mais, gente inexistente. Essas revoltas esclarecem o seguinte: Traçando uma linha reta dividindo o Pará no meio entre Leste e Oeste, do lado do Leste existe um povo valente que não deixa barato injustiça, que tem a capacidade de união para defender seus valores morais éticos mesmo que pra isso seja preciso incendiar a cadeia o fórum e ignorar qualquer ética.

No lado do Oeste existe um povo completamente diferente, desunido, sem comando e que não está nem aí pra injustiça, o negócio é criar um Estado que vá resolver suas necessidades e suas emergências financeiras, se a polícia ou a justiça falhar, não estão nem aí, se o pobrezinho espernear por justiça, te vira caboclo! Esses dois Parás só tem uma coisa incomum a falta de governabilidade. Não acredito que ainda vá existir Governo capaz de assistir o Estado por um todo, isso é utopia, o acesso as localidades e até mesmo algumas cidades é muito complicado para apenas um governo central em Belém que também é um caos sem solução.

Nelson Vinencci

Anônimo disse...

De tudo o que não presta tem nesse estado de contradições. Égua!Empresários gananciosos e atrasados e esse governo frouxo e incompetente, vêem, envergonhados, o Pará se afundando num lamaçal de corrupção, miséria e ignorância.

Anônimo disse...

que vergonha, chega a ser ridículo!

Anônimo disse...

A violência esta por todo o Estado do Pará de norte a sul os crimes acontecendo e o governo esperando o que para resolver o problema, o cidadão sendo massacrado e humilhado em seus direitos e o governo nada faz para acabar com este desmando, até parece que esta conivente com está violência desenfredada que asola o estado, se não for tomada providência pode ter certeza que outros episodios vão acontecer, pena que outras vidas seram ceifadas.
Acorda Governo o povo clama por segurança.
Se não me falha a memoria não era este o Governo da Mundança!

Anônimo disse...

Cheguei agora e estou pasmo, não com a revolta em Vizeu, que fatos como este acontecem todos os dias, em todo o planeta. Estou pasmo é com a declaração de desamor ao Pará de alguns comentaristas, como se vivessemos aqui num inferno, enquanto o resto do mundo é um mar de felicidade e harmonia. Certo está o anônimo das 9:15, que não deixou passar em branco a reação da imprensa ( e autoridades espertalhonas) horrorizada com o crime contra o patrimônio ( um pecado atacar a propriedade!!!) mas achando mais que normal o assassinato de um jovem, afinal ele tinha mesmo culpa, pois era pobre!