21.8.08

Preview

Faltam editores de imagens em algumas campanhas do interior. Em outras, falta puxar as orelhas do editor. Ontem, logo na abertura do programa do recandidato petista em Parauapebas, vazou a voz do repórter orientando uma velhinha que pedia votos para Darci Lermen.

-----

Blackout

Em Canaã dos Carajás faltou luz na hora do programa eleitoral da tarde.

-----

Campeão de Audiência

É a primeira vez que tem horário eleitoral em Barcarena, só na rádio. Em compensação, graças a potência dos transmissores da geradora, a Rádio Metropolitana, os programas podem ser ouvidos em nada menos do que 65 municípios do Pará.

4 comentários:

Nivardo Cavalcante disse...

Dr. Juca... estava com saudades da sua presença na minha rotina matinal de leitura do Blog.

Um grande abraço.

Sobre o fato de parauapebas é aquela velha questão preço x qualidade, ou melhor dizer capacidade.

Anônimo disse...

http://www.ibope.com.br publica aí Juvêncio Darci 55% Bel 28%

Bia disse...

Bom dia, Jucaquerido:

falta também o TRE nos poupar de assistir a transmissão do programa eleitoral via transmissores da Cultura. Além da mesmice - e algumas coisas interessantes como um cabo da polícia militar que se qualifica como candidato a vereador para lutar pela segurança dizendo que é polícia militar há 20anos e eu, cá, ouvindo penso: caramba, e ainda é cabo??? - um programa que já é desagradável,ainda tem uma imagem detestável.

Beijos com saudades.

Zé Dudu disse...

E como é que se explica os 55% das pequisas?
É preciso que o "mau pago" tenha que cochichar para uma simples e idosa eleitora para que a mesma fale "bem" do Darci.
Não seria mais fácil buscar uma que realmente votasse nele?