28.3.07

CGU Arrasa Dourado

Com o resultado da auditoria da Controladoria Geral da União nas contas da secretaria estadual de Saúde em 2005 em mãos, o deputado Arnaldo Jordy subiu à tribuna da Assembléia ontem, e escandalizou seus pares com a apresentação de parte do relatório.
É superfaturamento prá tudo quanto é lado.
As aquisições das cestas de medicamentos, por exemplo, são destaque.
Em certos casos os preços excedem, em muito, todos os limites previstos pelo Ministério da Sáude.
Jordy classificou o relatório de "demolidor".

10 comentários:

Anônimo disse...

O deputado Arnaldo Jordy, bem que poderia enviar ao Quinta todo o relatório da CGU.
Os remédios comprados pela SESPA faziam parte de um programa do governo do estado, que agora não lembro o nome, em que as embalagens já vinham personalizadas de fábrica, desde as caixas de papelão, sacolas, caixas de remédios, vidros com remédio, envelopes de comprimidos e tudo o mais. E é claro que sendo fabricados fora da linha de produção normal, teriam um preço diferenciado. Nenhum laboratório farmacêutico faria isso pelo mesmo preço. ( é como quando compramos um automóvel básico, e pedimos que ele venha com alarme contra roubo. É claro que vai custar mais caro, mas dificilmente será roubado)
Lembro que quando chegou esse relatório da CGU, coisa de mais de um ano, o então secretário, Dr. Fernando Dourado, explicou que a personalização dos produtos era importante por causa dos constantes desvios de medicamentos nas unidades de saúde, constantemente publicados na imprensa, onde lotes de remédios eram encontrados em locais sendo vendidos. Com essa padronização, seria impossível de acontecer.
A CGU entendeu, que com os preços acima da média nacional, de que a empresa fabricante teria de provar os custos e a diferença de preços praticados. E com toda a razão.
E o que fez o ex secretário, Dr. Fernando Dourado?
Mesmo com dinheiro disponível e em caixa, determinou que não fosse pago mais nenhum centavo para a empresa, até que ela comprovasse para a CGU os seus custos e a lisura da compra.
O valor bloqueado pelo ex secretário para pagamento a empresa, era o dobro do encontrado pela CGU. Até a saída do secretário, esse dinheiro ficou retido, por ordem dêle, no caixa da secretaria.
Lembro também, que o Dr Fernando me disse que a empresa ameaçava constantemente entrar na justiça para receber o seu pagamento.
Portanto, não houve prejuízo ao estado, já que o dinheiro ficou bloqueado lá na secretaria, até que a CGU se manifestasse sobre o assunto.
Não tenho contato com o deputado Arnaldo Jordy, e a última vez que o encontrei, já que não o via há mais de 4 anos, para minha surpresa, ele estava sentado no roda roda, um brinquedinho infantil lá na granja do icuí, a espera de uma conversa com o seu amigo, o nosso ex governador Simão Jatene.
Por isso, peço pelo Quinta que ele envie esse relatório para que possamos discutir melhor aqui nesse espaço.
Atenciosamente
Vic Pires Franco
Deputado Federal

Yúdice Randol disse...

Já foram dadas explicações sobre aquela aquisição maliciosa e superfaturada de veículos. Alguém vai explicar os preços dos medicamentos? Estou curioso para saber o malabarismo que será feito para provar que tudo foi feito dentro da maior legalidade.

Anônimo disse...

Égua! Essa do jordy "se serve de tudo e de todos" estar na granja do icui para falar com o jatene deve ser de muitos anos atraz. esclareça essa história deputado vic quando foi que o sr encontrou o nobre deputado na casa do então governador jatene. Afinal, ele não se dizia de oposição?

Anônimo disse...

Pois não anônimo das 9:55
Encontrei com o deputado Arnaldo Jordy no Icuí, não só uma, mas várias vezes no ano e no governo passado.
Lembrei desse encontro pois já era tarde da noite e o encontrei no roda roda, um brinquedinho infantil que tem por lá. Fiz questão de ir cumprimentá-lo pois fomos colegas na câmara dos Vereadores. Ele até me apresentou para o Dr Helenilson de Santarém, que não lembro se também estava no roda roda.
Confesso que também fiquei surpreso ao vê-lo por lá algumas vezes no ano passado, até porque também tinha, como você, a impressão de que ele era um opositor ferrenho ao nosso governo.
Só não descobri se nós é que mudamos, ou ele.
Um abraço,
Vic Pires Franco

Augusto Nunes disse...

Se eu não estou enganado a Assitência Farmacêutica, programa do Governo Federal, era finaciado pelo Ministério da Saúde, Secretaria Estadua e Municipal de saúde. Cada um com um valor per capta determinado pela lei que criou o referido programa. Estes recursos eram depositados diretamente nos Fundos Municipais de Saúde e gerenciado pelas secretarias municipais.
Pergunta-se: os medicamentos em tela eram adquiridos com a contrapartida estadual do recurso da Assistência Farmacêutica?
Se a resposta for sim, pq não continuou a cargo dos municípios?
Conheço alguns municípios que adquiriam estes medicamentos através dos Laboratórios oficiais como o LAFEPE e FURP, onde os preços são quase irrisórios.

Gastaria muito de continuar este comentário, mas só se alguém esclarecer os questionamentos acima. Não serei leviano.

Abraços

Augusto

Anônimo disse...

Augusto, tentei esclarecer o que pude sobre o assunto do post.
Agora, com as suas observações, confesso que não tenho como responde-las, pois não entendo como esse processo funciona.
Atenciosamente,
Vic Pires Franco
Deputado Federal

Edson Matos disse...

Olha, eu conheço muito bem o Jordy, até porque sou eleitor dele há 12 anos e sei que ele não faz denuncismo gratuito. Se ele usou da tribuna é porque sabe muito bem o que está dizendo. Portanto, vale a provocação do deputado Vic pra que ele reproduza no blog, o pronunciamento, se possível, mostrando o relatório da CGU.

Anônimo disse...

Luluquefala pergunta:
Cadê o seu relatório demolidor deputado Jordy?
Tá bom de brincar de rodinha né deputado !
E por falar em rodinha, será que alguém pode informar ao Quinta se os deputados do DEM defenderam o ex secretário Fernando Dourado?
Se defenderam, não fizeram mais do que as suas obrigações.
Se não, são uns ingratos e merecem ficar de castigo rodando, rodando e rodando, no roda roda do Jordy. Ops! do Icuí...

Anônimo disse...

O Lulu

Tu tá achando que as raposinhas da AL vão meter a mão em combuca. Se o Dourado se safar estarão todos lá metenda a peia em todo mundo. Caso contrário, todos submergindo à francesa.

Anônimo disse...

É a vida meu caro das 9:36. Muita coisa ainda vai rolar nessa Assembléia Legislativa. Rolar não, desculpa. Rodar meu amigo. No roda roda do Jordy.