19.12.07

Ralo Sem Fim

Quase meio bilhão de reais.
Este é o valor da nova sede do TRF-1, em Brasília, onde o prefeito falsário de Nova Déli poderá depor em janeiro, na ação criminal que lhe move o MPF.
O consórcio vencedor, a Via Engenharia/ OAS/ Camargo Corrêa pode estar na mira de um deputado federal com experiência na detectação de malandragens.
A justificativa singela do TRF-1 para a obra faraônica pode ser lida aqui.

4 comentários:

ANALFABURRO disse...

Gabinetes com 350 e 650 metros quadrados...

Com quê moral um juiz desses julga quem quer que seja?

Yúdice Andrade disse...

Concentrar em um só o que hoje funciona em nove edifícios, de fato e em princípio, proporciona economia, o que poderia justificar certas despesas. Todavia, o tamanho dos gabinetes é um acinte, já que deve custeá-los dinheiro público.
Acima de tudo, o problema é o luxo. Juízes sentem uma necessidade vital de pisar em mármore e, sem ele, a qualidade da prestação jurisdicional cai.
Em suma, não há nenhuma justificativa para uma sandice dessas. Não importa o que digam.

Ana Paula Ribeiro disse...

Ao ler o post, tive a mesma opinião do analfaburro.
O que esperar destas pessoas que aceitam um gasto deste em detrimento de outras prioridades essenciais a melhoria de vida do povo.

Enfoque Foca disse...

Meio bilhão pra construir uma nova sede pro TRF ... oh meu pai, isso é mais do que o governo federal vai reverter para TODOS os estados da amazônia com exceção do pará e amazonas através do PAC ... para ganhando 1 bilhão, Amazonas o seu quinhão e os outros uns trocado ... 5 estados dividindo o dinheiro que vai ser gasto pra construir UM PRÉDIO ...

Assim não tem condições.