27.12.07

Rédea

Ana Julia foi buscar o novo secretário de Segurança no lugar certo - ou no único lugar possível - a Polícia Federal.
Ponto para a governadora.
E a sociedade espera que o delegado federal Geraldo Araújo ponha curto, na bandidagem e nos policiais safardanas que abarrotam a secretaria, como bem demonstrou o caso da adolescente de Abaetetuba.

49 comentários:

Anônimo disse...

A nossa Governadora está de parabéns pela escolha do delegado da Polícia Federal, Geraldo Araújo.
A Polícia Federal tem dado um exemplo no combate ao crime organizado no Brasil, e com certeza como secretário de segurança pública do estado, o delegado Geraldo Araújo vai continuar dando esse exemplo que tem dado como membro da nossa PF.
Vic Pires Franco
deputado federal

Juvencio de Arruda disse...

Bom dia deputado.
Abs

alessandro amaro disse...

Gostaria de registrar aqui uma dúvida.

A lei orgânica da Polícia Civil do Estado do Pará permite que uma pessoa estranha ao quadro de delegados possa exercer a função de Delegado Geral?

Juvencio de Arruda disse...

Geraldo deverá ser o secretário de segurança, professor. E tomara que a lei pemita, e ele traga dois colegas da PF, um justamente para a Delegacia Geral e outro para a Corregedoria.

Anônimo disse...

Não votei na Ana Júlia, não sou petista, mas tenho que reconhecer a escolha acertada da governadora em entregar o comando da Segurança Pública ao delegado Geraldo Araújo. Espero que ele corresponda à expectativa da população, que vive ameaçada pela presença solta e livre da bandidagem. Polícia, muita polícia nas ruas, Delegado ! E nada de "alisar" essa corja de vagabundos.

Anônimo disse...

A lei orgânica da criminalidade não distingue a cara, cor, sexo ou condição social da próxima vitima!!!!

Anônimo disse...

A lei orgânica da criminalidade não distingue o momento, a cara, cor, sexo ou condição social da próxima vitima!!!! Aliás, um grande mal que se instalou nas policias é o corporativismo, que acaba encobrindo as práticas equivocadas e delituosas na instituição. Outra situação que destoa entre as policias do estado e a federal, são as condições materiais, de trabalho e salarial, o seja, se isso não começar a ser resolvido num médio prazo, continuarão pipocando escândalos e a barabárie crescerá cada vez mais.

Francisco Rocha Junior disse...

Juca, se me permites, respondo ao questionamento do Alessandro: a Lei Orgânica da Polícia Civil paraense (Lei Complementar 022/94, art. 8o.) afirma ser privativo de delegado de Polícia Civil o cargo de Delegado Geral, atribuindo preferência a um delegado lotado no último nível da carreira.
Bom dia pra ti.

Juvencio de Arruda disse...

Claro, Francsico, com todo o prazer.
É um pena a vedação.
Abs, nobre, e bom dia.

Mero Espectador disse...

Excelente escolha essa da equipe da governadora para a Secretaria de Segurança.A banda podre da polícia deve estar se "remexendo" uma hora dessas.Afinal,foi um dos motivos da saída da Vera:não saber comandar os vários "grupos" que existem na PM.
Mero.

Anônimo disse...

Bom dia, amigo.
Que bom que você voltou antes do tempo.
Abraço,
Vic

Juvencio de Arruda disse...

Mero, o novo secretário tem a faca e o queijo na mão.
A Corregedoria, o MPE e o TJ devem fazer o resto: desinfectar esta porcaria de puliça que temos por aqui.
Abs

Juvencio de Arruda disse...

Deputado, obrigado. E já vou parar de novo, amanhã, voltando na segunda 7.
Abs

Anônimo disse...

Olá, querido:

que bom que agora descobriu-se que a competência é requisito fundamental, especialmente na segurança pública.

Lamento pela Vera Tavares, que sequer conheço pessoalmente, mas cuja trajetória em defesa dos direitos da cidadania é reconhecida por todos e por mim também. Jogada aos leões, sequer ouviu o balido solidário dos seus cordeiros do rebanho.

O Delegado Geraldo Araújo - creio que não é um homônimo - esteve na PF do Pará até 2001, salvo engano. Depois, assumiu a PF de São Paulo, onde, inclusive acompanhou o caso da venda do dossiê contra Serra pela turma do Mercadante - lembra?

Aqui no Pará, na sua gestão, ao mesmo tempo em que o Dr. Paulo Sette Câmara era secretário especial de Defesa, o trabalho conjunto SEGUP-PF rendeu bons resultados. Por exemplo, a bandidagem que travestia-se de trabalhadores na fazenda Bamerindus.

Se, além de competência, os meninos fossem minimamente generosos politicamente, poderiam ter lançado mão do próprio Sette Câmara, que tem experiência ainda maior do que o próprio Dr. Geraldo.

Ah!!! Mas, e Eldorado??? Hem!?? Como "ficaríamos"? Ficaríamos do mesmo jeito que estamos, tendo que continuar explicando Abaetetuba, São Felix do Xingú, Redenção. Mas, é claro que em Eldorado foram 19! E nesses outros locais "só" meia dúzia de um, dois, três ou qautro. Não só para a aritmética geral, mas para a contabilidade petista, 19 realmente são muito mais do que seis!

Mas, estou contente; como cidadã do Pará - tenho o título, do qual muito me orgulho! - e que o Dr. Geraldo seja muito bem vindo. Competente, afável, conhecedor do Pará e dos seus dramas. Feliz ano novo para nós!


Beijão

Juvencio de Arruda disse...

Querida, aquela praga que comandava a secretaria no governo anterior deve estar se mordendo de inveja.

Feliz Ano Novo pra todos nos.

Anônimo disse...

Ja pensou o desastre que deve ser se morder de inveja dentro de um gabinete pseudo-victoriano? Deve ser a visao do inferno, argh!!

Anônimo disse...

Não quero azarar a indicação do delegado Geraldo Araujo, a quem conheço e sei de sua competência já demonstrada por onde tem passado. Mas uma andorinha só não faz verão. E o buraco, tanto na Civil, quanto na Militar, é mais em baixo. Ou mais em cima. Daí a dificuldade de quem vem de fora da corporação quando assume a Secretaria maior.
O Sette Câmara, lembrado aqui por outro comentarista, foi o que ainda teve o melhor comando. Me parece que, também, veio dos quadros da PF, mas já tinha uma experiência na Segup no segundo governo do Alacid Nunes.
Quem sabe o Geraldo Araujo não consiga essa proeza: transforme a Segurança Públcia do Pará, de um caso de polícia, em um caso exemplar pata todo cidadão que quer viver bem e em paz junto com a família, na sua casa, na sua rua, no seu bairro, na sua cidade, no seu estado.
Torcemos, enfim!

Antonio Fernando

Juvencio de Arruda disse...

Não conheço a decoração por lá.

Anônimo disse...

É tudo pink !

Juvencio de Arruda disse...

Tem alguma coisa errada aqui: ou é pseudo-vitoriano, ou é pink.
Decidam-se.

alessandro amaro disse...

Francisco

muito obrigado pela dica.

então não existe a menor possibilidade (pelo menos dentro da lei) de ser nomeado um Delegado da PF para o cargo de Delegado geral da Polícia Civil.

Mas com certeza deve haver algum nome dentro dos quadros da Polícia Estadual que preencha os requisitos legais e morais para assumir tal encargo.

Bia disse...

Enquanto o feijão pega tempero, vou palpitar de novo aqui.

Dr. Manoel Santino é o típico caso do homem errado no lugar errado. Sua gestão na defesa social foi ruim.

Mas, acho que não dá pra achar graça, por enquanto.

Vera Tavares também foi a mulher errada no lugar errado. Era certíssima na SDDH, quando lá esteve, assim como no Programa de Proteção às testemunhas. Quem sabe, teria sido uma excelente Secretária de Justiça, assim como Manoel Santino foi um bom secretário especial de governo.

Beijão. Vou almoçar. Chateada, porque vai acabar o ano e não comi as empadas...

Pimba! Ponto pra mim...he..he..he...

Juvencio de Arruda disse...

Pimbão!...rs
Ponto prá vc, Bia, pois vou atravessar o ano lhe devendo as empadinhas.
Ponha uma costelinha defumada nesse feijão aí.

Anônimo disse...

Pseudo-victoriano no style mas subjetivamente pink em sua concepcao.Nada contra as cores mas insistir no amarelo ja seria desespero , nao de causa mas de casa,claudia & jardim.

Anônimo disse...

Pra Segurança no Pará melhorar teriam que exonerar 90% da PM e PC, o problema não é quem comanda e sim os "comandados"
Leila

Diógenes Brandão disse...

Se é pseudo Victoriano ou pink não sei, mas uma coisa não duvido: esta panela de pressão da insegurança estava cozendo há muito tempo e seu fogo atiçado na gestão do referido ex secretário com o aval do deputado que inicia as postagens deve ser citada aqui, pois se nem costelinha defumada fica logo pronta, como esperar que a exclusão social e a bandidagem- por consequeência, venha ser uma criança nascida no inicio da gestão de Vera Tavares?

Ah, uma coisa aos que citam-na: A mesma, sendo do Conselho Estadual de Segurança à séculos é também uma deas pessoas que mais contribuíram para a formatação de todo o plando estadual que nunca saiu do papel.
Coorporativismo é pouco, lá se tem é formação de quadrilha e quem não sabe disso?

Saúde à Geraldo e paz à Vera Tavares e ao blogueiro retirado à força de suas férias proclamadas !

Juvencio de Arruda disse...

Diógenes, vc está com a corda toda hoje...rs
Amanhã vou responder, na ribalta, seu interessante comentário no outro post que trata das chances eleitorais do PT.
Abs, saúde e paz pra vc também.

Anônimo disse...

Juca, creio e muito que o Dr. Geral Araújo à frente da Secretaria de Segurança Pública, saberá dar o devido "tratamento" a um ex-recente delegado geral que falou besteira em Brasília e hoje está no Palácio dos Despachos, bem como ao atual Deleg.Geral Interino, e a uma certa turma de "antigos" que jamais tiveram respeito a Dra. Vera Tavares. Assim como também aviso ao Dr. Geraldo, demita de imediato os incompetentes e sem poder de mando que ainda estão na cúpula da briosa PM. Diria mais Dr. Geraldo: chame o Del. Sales da PF para ser o seu Adjunto na SEGUP; chame os Delegados novos da PC para assumirem cargos estratégicos na Del. Geral, porque estes ainda não estão, suponho, viciados nas propinas e acredito ainda terem respeito a hierarquia. Na PM faça a mesma coisa: mande para casa aquelas "criancinhas" que sempre se utilizaram de cargos para inclusive mandar no próprio Comandante Geral, em um frontal desrespeito a ex-Secretária Vera Tavares e a Gov. Ana Júlia,só porque são duas mulheres de belíssimas histórias e exemplos de vida neste Estado. Conte com o nosso apoio Dr. Geraldo Araújo.

Anônimo disse...

Então estão ai se debatendo.........
sei que tem imediatamente... verificar o crime organizado no sudeste e sul do Pará.. e o comando da pistolagem.....isso é querer resolver... o povo não aguenta mais.....

Anônimo disse...

O problema da Polícia não é de nomes e sim de gestão e baixos salarios, e ai está o filme Tropa de Elite, é exatamente o que ocorre, como cobrar desses pobres homens que até moram em locais de bandidagem, não podem nem sair de casa fardados pois correm risco de morrer, passam o dia fazendo de conta q combatem o crime, pois como vão combater seus vizinhos na maioria das vezes enqto uns ganham rios de dinheiros para terem suas vidas preservadas por esses homens que ganham muito pouco para colocar em risco suas vidas, pois qdo morrem em serviço recebem honrar militares, mas suas esposas e filhos passam a passar fome tal é que tem de pensão. Então não basta trocar e sim nossos governantes diminuirem serus gastos para melhor pagar essas pessoas.

Anônimo disse...

Bem, so experiencia nao conta, tem de ter boa vontade de todo um conjunto para que o novo secretario consiga pelo menos minimizar o problema que se chama seguranca publica. Isso nao se resolve do dia pra noite como um passe de magica, tem de se investir em educacao, melhoria da qualidade de vida, mais empregos, so colocar preso em cadeia nao adianta. Os politicos deveriam se mobilizar e realizar um profundo estudo pra tentar reverter essa situacao a longo prazo. e o que eu acho.
DESCULPA A FALTA DE PONTUACAO E QUE MEU NOT ESTA DESCONFIGURADO!!!
RSRSRS VALEU!!!

Juvencio de Arruda disse...

Diógenes, meu caro, amanheci com febre e gripe. Lamento não poder cumrprir meu compromisso com vc hoje.
Mas deverá ser um dos primeiros posts de 2008.O tema já chama minha atenção há algum tempo.
Conto com sua compreensão.

Diógenes Brandão disse...

é Claro que Sim, Juvêncio.

Sua disposição em dar o feedback aos comentários que fazemos me mantém seu leitor e divulgador de seu blog, não só reproduzindo, sem sua autorização - copyleft é isso?- no meu blog, mas também, indicando à pessoas de dentro e fora de nosso Estado para Le-lo. Isso se dá desde quando meu/seu amigo Eduardo Lauande me apresentou ao teu espaço há algum saudoso tempo atrás.

De lá prá cá, tento salpicar tecos sobre nossas vidas. Vc e L.Flávio me inspiram!

O Universo deste metiê ainda é promissor, mas já revela o poder comunicacional que temos nas mãos, ou nos dedos, como queira, mas o imprescindível é mantermos nossa luta para que nossos filhos não vejam esse mundo, pior a cada dia e termo cuidado com a L.E.R.

Votos de boas festas novamente e muita atenção com esse negócio de comer carne gorda na casa alheia!

Forte Abraço!

Juvencio de Arruda disse...

Cabra, mas vc está cedo por aqui...rs
Obrigado pelos votos e advertencias em relação a dietas.
Vou mandar um mail prá vc com meu telefone prá conversarmos.
Abração, Diógenes.

Anônimo disse...

Hordas na PM dão conta que o novo comandante geral da instituição será o coronel Pantoja Júnior. (hoje chefe da Casa Militar da Governadora). Mas aí a própria militância desconfia da opção: É que Pantoja Jr foi principal escudeiro do Fabiano Lopes (aquele que era comandante geral na época de Eldorado).

Anônimo disse...

Bem Vindo Dr. Geraldo, sua experiência será fundamental no trato com a bandidagem dentro e fora das polícias. Mas para coordenar o Sistema de Segurança Pública não basta experiência de polícia é necessário ter a visào de que o problema da violência e criminalidade no Estado é fruto de anos de abandono das politicas públicas, herança dos tucanos.
Prabéns Dra Vera e equipe! Pois durante o ano tenho acompanhado seu trabalho e entendo que em que pese a bandidagem e a falta de respeito dos dirigentes dos órgãos de Segurança Pública, ao pesarmos os prós e os contra temos um saldo positivo na sua gestão.
Entretanto, Dr. Geraldo mais uma vez cuidado com os "nenens" da PC e da PM.

Anônimo disse...

Acho que o anônimo das 8:57 está com muito medo dessa mudança que haverá na área de segurança. Pelo receio que demonstra, ele faz parte dos muitos apegados ao corporativismo da segurança pública do Pará. Por isso acabou esquecendo que o cargo para o ilustre Geraldo Araújo não é de delegado geral, mas sim de secretário de segurança (o cara tem patente pra isso). Outra: por que nos governos tucanos tivemos sucessivos secretários que não eram do quadro da polícia e não se disse nada? Tais como: Santalice, Santino e Sete Câmara (arre. Ave Maria. Que nunca mais voltem!).
Meu amigo, aqui no Pará a situação só vai mudar com medidas sérias. Uma delas é contratação de pessoas sérias. O caso de segurança passa pela questão social? Passa sim! Mas, tem um ponto nelvrágico que tem que ser resolvido: a alto grau de corrupção policial. Basta ver o que vem acontecendo nos Estados brasileiros que investiram no combate a esse problema. Ah, foi assim (também) que NY conseguiu reduzir a violência em seu território.
Parabéns, Ana. Dê uma chacoalhada nessa polícia corrupta que vc herdou! O povo paraense merece.

Anônimo disse...

Juca, muito se fala que a questão da corrupção da polícia paraense passa pelos baixo salários. Pelo que a conheço concordo em parte com essa tese. Mas, meu amigo, sabemos que boa parte dessa gentalha pode ganhar até um milhão de salário, mas vai continuar (ou será mais ainda) corrupta. O problema é de mudança de quadro. O governo tem que botar essa bandidagem da PC e da PM, aos poucos, pra fora das instituições. Ah, para àqueles que defendem esse magote de canalha vou dar um conselho: vão neste final de semana (de preferência na virada do ano) ver qual delegado está cunprindo seu plantão. Com certeza vão estar na mesma mesa de bar dos médicos do PSM do Guamá. Com certeza!

Anônimo disse...

Seja Feliz Drª Vera Tavares, de fato a Senhora é uma mulher muito digna e honesta pra comandar esta podridão que é a polícia do nosso Estado, quanto ao novo Secretário olhe com cuidado quem ficará do seu lado, não eceite os deslumbrados fique só com os competentes!!!

Anônimo disse...

Existem uns anônimos aqui no blog atacando a atual gestão de segurança do Estado e elogiando o Dr. Geraldo. Tudo disfarce, são uns tucanos recalcados e pessoas que mandaram 12 anos na Polícia Civil e agora pensam que irão à forra... Tadinhos!

Anônimo disse...

Um recado a Governadora, espero que a companheira Vera Tavares por sua luta e história no PT, e por se tratar de uma mulher de confiança espero que ela continue no Governo e esperar 2008...

Juvencio de Arruda disse...

A partir do dia 1/01/08 entra no ar o serviço Fale Com a Governadora, no site www.pa.gov.br
Vc poderá dar esse recado a ela.
Tomara que tenha melhor sorte do que eu, que em 2003 enviei uma mensagem ao então governador Jatene e nunca obtive resposta.

Anônimo disse...

Juvencio,
me aponte, um grande trabalho que o Geraldo Araujo, fez no Estado do Pará, onde campeia o crime organizado, quadrilhas interestaduai, de Roubo a Banco, Trafico Intrnacional de Drogas, tudo nas vistas da PF. Troca de sei por meia duzia. trata-se de um Poliial em fim de carreira. precisamos de novas cabeças, com ideias novas.

Juvencio de Arruda disse...

Policiais em fim de carreira são os melhores.
Procure a PF para saber maiores detalhes sobre a carreira de Geraldo Araújo.
Aliás v não sustenta sua afirmação de que tudo corre às vistas da PF assinando seu nome, sustenta?
A cabeça nova com idéias novas não era a Vera? Deu certo?
Se eu fosse vc torcia pelo Geraldo,
como deve ter torcido pela Vera, não é?
Ou não?
Quem seria seu indicado?

Anônimo disse...

o fato é que para Vera e seu grupo pegou muito mal. Eles sempre criticaram o sistema de segurança pública e agora, no poder, foram um fracasso. Como voltarão para suas ONG,s e ainda criticar? com que moral? foi uma pena esse fim de carreira!

Anônimo disse...

Fim de carreira? É só o começo...,tenho certeza que ela tentou sim melhorar o sistema como um todo, mais de certo se cansou em dar murro em ponta de faca!!!!

Anônimo disse...

Dr.Geraldo, vai assumir com uma denuncia de corrupção: No Bengui está preso um cidadão que foi encontrado com uma arma, sem o porte para conduzi-la, sua advogada conseguiu um habeas corpus na justiça, pois seu cliente não tem antecedentes criminais, porém o delegado só libera o preso mediante o pagamento de R$ 2.500,00.Ainda há tempo de apurar, pois o preso ainda está lá, e a justiça do nosso estado nao vale nada?

Anônimo disse...

corregedoria nele!!!

Anônimo disse...

Fracasso deve a vida do anômimo das 11:11, pois até onde sei o grupo da Dra.Vera está muito feliz com o trabalho que conseguiu realizar nesse ano de governo. Infelizmente não vão estar na secretaria para colher os frutos plantados. Tudo por conta das bandidagens das corporações.