27.9.06

Debate-se

Foi tão mal no debate o candidato peemedebista que a edição de hoje do Repórter Diário preferiu atacar os adversários a enaltecer seu candidato.
Já no primeiro round, digo, bloco, o tucano emparedou Plutão...oops, Priante.
Ana Júlia preferiu falar de seu programa de governo, do que responder as provocações de Almir quanto aos escandalos petistas.
Edmil50n, mais uma vez, foi traído pelo seu estilo.
Deveria tomar um tarja preta antes de entrar no ar, um Rivotril, por exemplo.
E o tucano, melhor estrategiado, confirmou a velha tese: a competencia passa longe do espírito democrático.Vai um prum lado, e a outra para o outro.
Quem ganhou o debate?

--------------------------------------------------------------------

Por problemas técnicos, tive que repostar esta nota.
Peço ao Anonimo que já havia comentado, que me ligou aos tucanos pela origem de minha renda ( rs) que, por favor, volte a faze-lo pois não tenho como recuperar seu comentário.

28 comentários:

Marcelo Vieira disse...

Juca,

engraçado como são sempre anônimos, hein?
abraço pra vc.

Juvencio de Arruda disse...

É professor, e nem precisava, não é? Tem vários comentaristas, voce inclusive, que por vezes fazem críticas e assinam embaixo.Qual é o problema?
As críticas tem ajudado, e muito, o blog.Então porque não assinar?
mesmo assim nada tenho contra os anonimos.
Abração prá voce.

Anônimo disse...

Sr. Juvêncio,
Realmente o Orly deve estar te dando uma ponta firme, ou vc deve estar apavorado de ser demitido já q vc deve ser um dos 4000 Assessores do Almir Gabriel.
Mas quem foi empregado do Nilson Pinto....
Marco Antonio Souza

Juvencio de Arruda disse...

Eh eh....puxa vida, Tonico, voce errou nas tres.Nem ponta, nem assessoria, nem empregado do Nilson.
Continue (a)tentando, se lhe faz bem.

Anônimo disse...

Juvêncio,
Nenhum dos quatro candidatos ganhou o debate.
Priante foi grosseiro, irônico, confessou que não conhece nem orçamento.Tem um far play amolecado.
Edmilson teve um ataque de narcisismo. Quem conhece bem Belém sabe que ele foi escorraçado da prefeitura, não conseguindo eleger sua sucessora, hoje, sua rival Ana Júlia.
Ana Júlia quis empurrar na cachola do eleitor, como diria o papudinho, que o Pará só tem jeito se o governador for do mesmo partido do presidente. Nem o Maranhão, quando Saney era o presidente, foi beneficiado, basta ver os números da pobreza do nosso estado vizinho.
Almir não tinha que falar em Barja Negri, projeto Alvorada, admitir que a violência aumentou no Pará.
Mas quem perdeu mesmo foi o eleitor. Foi duro aguentar o chato do Zé Raimundo mandar os candidatos calarem a boca a toda hora.
Plim-plim.

Juvencio de Arruda disse...

Debateram-se,não foi Anonimo?
Obrigado pela visita.

CJK disse...

Olhem só, após assistir ao debate minha primeira impressão foi a mesma do Anônimo das 11:44h.
Mas, conversando com várias pessoas agora de manhã, advogados na maioria, e um procurador de Justiça, penso que existe um fator que agora passou a ser considerado, já que pela primeira vez o candidato tucano compareceu na televisão ao vivo.
Todos comentaram o tom de voz do candidato tucano, revelador de sua idade. O volume, a rouquidão, o gaguejamento, uma certa falta de vitalidade, tudo isto muito diferente de seus períodos anteriores no governo.
Consta que o candidato está com ótima saúde e disposição, mas senti que alguns eleitores balançam quando lembram quem é a vice.
Priante foi bem quando lembrou as ligações passadas entre Jáder e Almir, e quando criticou setores do Governo que vão mal. Entretanto, perdeu uma chance de cutucar o tucano quando esqueceu de lembrar que o atual governador correu atrás de Jáder, autorizado por Almir, para pedir apoio no segundo turno de 2002, contra Maria do Carmo. Esse episódio, aliás, eu conto outro dia, com detalhes.
Ed50: Juvêncio, nada a acrescentar ao seu diagnóstico clínico! Mas as pessoas gostaram de sua atuação, acham que pelo menos ele saberia administrar. Não sei se isto se transforma em intenção de voto.
Ana Júlia: carismática, simpática, as pessoas temem apenas sua falta de equipe, o chamado "jeito petista" de governar.
Do Almir: não agradou definitivamente a ponta de soberba, afirmada desnecessariamente por duas vezes: "falta apenas dois por cento para EU (sic) ganhar". Um advogado chegou a me dizer, o meu 0,1% ele perdeu.
Agora vamos ver as urnas...

Anônimo disse...

Vamos a análise dos candidatos :
1- Edmilson : ele dá enjôo. Precisa urgentemente de uma consulta no psicólogo, psiquiatra porque ele piorou muito nesses últimos anos. Não tem um pingo de controle, encena muito, gesticula demais, grita. Não tem nada que agrade nele. Nada ! Só quem gosta dele é o espelho.
2 - Priante : Raivoso, agressivo, descontrolado, mentiroso e vazio. Um JB bem piorado. Sem cultura e informação. Nota zero. Perdeu os menos de 10 pontos que tem.
3- Ana Júlia : Aproveitou a bola levantada pelo Priante e pelo Edmilson . Deu seu recado. Mas é fraca, muito fraca. E a boca dela é estranha, incomoda de olhar o jeito que ela fala. Não ganhou e nem perdeu.
4 - Almir : Foi respeitoso e concentrado. Podia ter respondido mais as tantas acusações. Mas, coitado do Almir, que sacrifício deve ter sido aguentar aqueles três.
Enfim, esperava MAIS.

CJK disse...

Um P.S.:
Todo mundo no forum percebeu uma coincidência: no "sorteio" relativo as últimas considerações dos candidatos, os três nomes da oposição ficaram de um lado da "urna" transparente, e o nome de Almir ficou do outro lado, numa posição separada. O "moderador" retirou três nomes do mesmo lado da caixinha, e só depois estendeu a mão para o outro lado, e retirou o último nome, afortunadamente o do Almir.
Eu estranhei a ingenhuidade dos candidatos oposicionistas, que deveriam ter pedido que o "jornalista" desse uma balançadinha nos nomes, antes de retirar o primeiro nome, para que todos ficassem juntos do mesmo lado.
Parabéns Heathrow, mais um gol de placa, você cada vez mais se credencia com o tucanato!

Anônimo disse...

Juvêncio,

sei nao. Fiquei bastante preocupado com o cenário. Ana Júlia... fraquíssima! Deve estar sensivelmente envergonhada do partido dela, do "jeito petista" de politicar. Edmilson, de fato, parece adorar um espelho. Priante, falar de panelinha? Antes a atual do que a dele, cujos integrantes conhecemos bem. Agora, sinceramente, fechar o debate dizendo que 70% dos paraenses se consideram felizes e ilustrar com o "aumento de vagas prisionais"? Demais, Dr. Almir. De menos, na verdade!
Grande abraço

Fernando Bernardo

Anônimo disse...

8 x 23 disse...

Parabéns, Juca, pelo debate do debate. Que bom. Muitas opiniões interessantes, em especial, os comentários dos anônimos das 11:44 e o das 12:28. Só discordo de um ponto: foi bom o Almir assumir que
a violência aumentou.

Anônimo disse...

Juvêncio,

Esse tal de Marco Antonio deve estar se espelhando na maneira de ser dele. Quem te conhece pelas estradas da vida ou te acompanha pelo Quinta, que é um sucesso, sabe muito bem da correção de profissional que você é. Eu sou testemunha desse seu comportamento. Quantas vezes já discutimos democraticamente tantas questões discordantes? Mas é isso, companheiro. O caráter e dignidade não é para qualquer um. Não se encontra em qualquer esquina. Quanto a mim, Marquinho, fique certo de uma coisa: só trabalha comigo profissional competente. O que, com certeza, não é o seu caso...
Um forete abraço,

Orly Bezerra

Anônimo disse...

Juvêncio.

Creio que você é suspeito para fazer tal análise...

É notório que só quem perdeu foi o Almir, que pela primeira vez, nessa campanha apareceu como é. Voz rouca, constantes esquecimento, tremores, gagueira. Talvez estivesse nervoso.
Já Ana Júlia foi fraca, mas apagada não teve.
O Priante, por sua vez, apesar de não saber números e não apresentar propostas, fez o que o povo gosta e esquentou o debate.
Edmilson, porém, apresentou propostas e ainda esquentou o debate ao partir para cima e se diferenciar dos demais candidatos. Um ponto negativo foi a falta de objetividade.
Max Costa

Copulatum et Malum Remuneratum disse...

Ok, vamos lá, fazendo um contraponto ao Anônimo das 12:28:
1. Almir - Desrespeitoso e senil. Não tem como responder a tantas acusações. Que sacrifício aguentar tanta soberba.
2. Ana Júlia - Carismática, simpática, e até gostei da boca dela (com todo respeito, como diria o poster). Só não vi o lado fraco dela...
3. Priante - É engraçado como todo mundo se torna mentiroso quando fala das sacanagens do PSDB. Também não vale fazer referência às relações passadas, sobretudo aquelas que todos fazem questão de esquecer.
4. Edmil50n - Um par de algemas iria bem, pra acalmar um pouco o candidato (não, não são as algemas da PF, tipo Flexa Ribeiro, Yamada, Ademir...). Agora, cá pra nós, fora esse lado histriônico, Edmil50n certamente seria a melhor opção.

Anônimo disse...

Volto a comentar, já que meu post de 11h44 foi motivo de tantas e respeitosas considerações.
Primeiro, assisiti ao debate ao lado de meu filho, pré-vestibulando. Pedi a ele que comentasse ao final de cada bloco.
Compartilho com os leitores as impressões dele.
1- Achou covardia 3 contra 1. Se indignou quando Ana Júlia pediu para Priante comentar a tal declaração do Almir sobre 'sensação de insegurança'. - Pai,o Almir está no debate. Por quê a Ana do PT não pergunta isso diretamente a ele?
2- Ainda no tema. O garoto não entendeu bem quando Ana do PT propôs acabar com a violência construindo mais delegacias. Ele perguntou: - Quando alguém chega na delegacia [ se é que chega - comentário meu], a violencia já não aconteceu antes?
3- Sobre Edmilson, meu filho de 16 anos, que vai votar pela primeira vez, não gostou do tom de voz do candidato do PSol. Como ele morou algum tempo em Belém, diz que não lhe sai da memória as ruas infestadas de camelôs.
4- Quanto ao Almir, o garoto não gostou das respostas do tucano quanto à venda da Celpa. 'Os concorrentes do Almir dizem que ele é responsável pelo aumento da conta de luz e ele não diz o que qualquer estudante secundarista sabe - a tarifa de energia é reajustada pela ANEEL, órgão federal e não estadual. Por quê o Almir ficou calado, tendo tanta experiência?, questionou.
5- Meu filho em tom de gozação, saiu-se com este comentário final. "O Priante é a cara do Jader."
Plim-plim, de novo.

Flanar disse...

Olha. Realmente a impressão de fragilidade física no Almir talvez seja o único consenso deste debate. Que me causa preocupação adicional quanto a continuidade do governo tucano no Pará.
No resto, ainda precisamos de melhores opções. Vamos acabar uma vez mais no "menos pior".

Anônimo disse...

O fato do Almir ter comparecido -se submetido - e o liberal, transparentemente, privilegiá-lo como o último a encerrar o debate, mostra que vai haver o 2ºturno, a tucanada está fraca!
Quem irá enfrentá-lo? o único que teria cacife gerencial seria o Edmilson. Qualquer um dos outros dois, no 2º turno seria só para prorrogar a decisão.

CJK disse...

Ainda sobre o debate, e a "sensação de insegurança" que assola o Pará, o Brasil e o mundo, desde o dia 11/09/2001, que como nos ensinou o candidato tucano, é portanto responsabilidade total da "Al Qaeda".
Agora mesmo, às 15:30h, em frente ao prédio onde reside a vice-governadora do Estado, na popular Doca, uma senhora que dirigia uma carro foi assaltada por um adolescente. Dois guardas de trânsito que estavam no sinal da esquina conseguiram prender de imediato o assaltante. Depois de muita espera pelos magníficos equipamentos e investimentos que os governos tucanos fizeram em 12 anos de governo, todos os envolvidos, policiais, assaltantes e a vítima, tiveram que embarcar juntos no carro da pobre assaltada, agora transformada em motorista de viatura policial, e seguir juntinhos para a Seccional.
Mais uma traquinagem do Bin Laden para eu avisar a CNN.

Flanar disse...

Alah Akbar!
Hehe...

Anônimo disse...

Guerrilheiro das idéias diz:
Alah Akbar!
Shaloon!
Javeh!
Jesus Cristhus!
Só mesmo as bênçãos do deuses poderiam iluminar as cabeças coroadas de péssimas idéias que pululam neste espaço sideral.
Não ia votar no Almir, pois o achava com a cara de um roedor da família dos murídeos, mas a tela da vênus plantinada paroara, ontem á noite, me fez mudar de idéia.
Vou cravar 45 porque, pela primeira vez em muitas campanhas que acompanho aqui no Pará, não vi no debate a surrada acusação do 'uso da máquina' pelo candidato da situação. No passado, Almir sofreu vários processos e quase perdeu o mandato. Nâo há processo no TRE contra Almir nesta eleição. Isso é ponto positivo.
Lembro-me que o Almir tinha um secretário aloprado ( não os 'aloprados' do Lula), parecido com um gordo comediante do cinema, que fretou um teco-teco da TAIL para levar a comitiva do Almir a Tucumã e deu no que deu. Parece que o nome dele começava com as iniciais ckj, por coincidência, as mesmas digitais de um assíduo frequentador deste blog.
Se for o mesmo, o mundo é pequeno e redondo para não ter esquina aonde se possa se esconder! Que o diga o Vic.

CJK (96 kg) disse...

Ora vejam, existe um quase homônimo meu (ckj e não cjk), que andou financiando as campanhas de Almir Gabriel em 2002.
Mas apenas para prevenir responsabilidades, quero notificar o distinto público que eu não tive esse prazer, até porque em 2002 votei em outro candidato, e nunca tive condições de financiar quem quer que seja, ou fretar qualquer avião.
Acho que se trata de alguma confusão. Ou não.
Agora quanto á forma física, eu tenho 1,89m e peso atualmente 96 kg, mas coincidentemente sou realmente um obeso ideológico. Ser obeso não é questão de peso, e sim de ideologia, de gosto, de convicção. Não é para qualquer um, é também uma questão de caráter, pois como dizia Nelson Rodrigues, não se encontra um gordo canalha, já os pulhas são todos magros.

Flávio Sacramento disse...

É meu amigo depois do debate fiquei com a sensação de que o Pará merecia coisa melhor, mais sé o que temos é apenas estes é fechar os olhos e pedir aos Deuses do mundo que nos ajude nos próximos quatro anos. Abraços do amigo.
PS: Continua me devendo uma visita.

Anônimo disse...

Guerrilheiro das idéias volta ao ataque.
Minha suspeita está confirmada. Cjk é o mesmo Ckj. Ele realmente fretou um teco-teco da Tail,em 1998, quando o mesmo era secretário de indústria,comércio e mineração(Seicom), no primeiro governo de Almir. Os processos que Almir respondeu foram movidos pelo Jáder. Lembram agora?. Até o sanguessuga Raimundo Santos estava nesse vôo fretado pela Seicom. A Maria Eugênia Rios é quem sabe dessa história toda.
Quanto à obesidade, não faço cavalo de batalha por ela. Se Cjk é um esbelto senhor, com 96 quilogramas, palmas para ele. Mas esbelteza não se põe à mesa.
Nestas eleições, CJK que fique com o cara de pau e eu continuo com o cara limpa. Que o diga o Vic, o gostoso!

CJK disse...

Corajoso(a) anônimo(a) guerrilheiro(a) está havendo alguma confusão (ou não): a impugnação por causa de avião do Deputado Raimundo Santos (e de outros deputados, candidatos a governador e a vice-governador) ocorreu em 2002, e nada teve a ver com 1998, ou com a SEICOM. Foi movida pela Frente Trabalhista, os advogados eram o Mártires Coelho e o Sábato Rosseti, que hoje empresta seu brilho jurídico a campanha de seus ex-impugnados.
Acerte suas datas, embora fique certo que seus interesses (ou tarefas) neste debate são bastante transparentes.
Eu participo do debate de forma bem-intencionada, e desinteressada, o que talvez incomode alguns(mas).
Agora se o seu interesse é chamar o Vic de gostoso, bom, acho ele até uma figura carismática, muito educado, que apenas ganharia mais espaço e liderança regional se tivesse mais substância intelectual.
Se ele é gostoso, bem, gosto não se discute, e no espelho cada um vê o que quer.

Luana Caldas disse...

Eita todo mundo quer falar de ontem.Bem para não fugir da regra, que é clara(rsrsrsrsrs), vamos de um por um.
Edmilson: Um ator convicto.Fez tanta força na hora de falar que fiquei com medo em certa hora do debate;
Priante: O plutão arrependido (rsrsrs)parecia seu mentor na hora de falar.Outra coisa revindicou uma estátua?Pelo amor de DEUS!!,Nada contra com a Nazica, mais....tstststs
Ana Júlia:"Meu governo é de alinça com prseidente"....sem cometários;
Almir: Os estatísticos de campanha estãoo trabalhando muito nesta campanha, o homen só falava em números,melhor dizendo só falava em BILHÕES e BILHÕES,agora me pergunto.O pobre sabe o que BILHÃO?N é, então?
No geral acho que foi muito bom já sei em quem não devo votar, agora só falta decidir o resto dos votos...hehehehehe

Marcelo Vieira disse...

Juvêncio,

o que o anônimo, que acabou se assumindo, faz não são críticas. Nesse caso, não teria problema mesmo em ficar no anonimato.
Agora, se quiser acusar, como ele fez com vc., tem que ser de peito aberto e cara limpa. Afinal, tá com medo de quê?
Torço para que o debate volte para os (altos) níveis normais...

Anônimo disse...

D. Juquita,
Não havia percebido de imediato a polêmica e como adoro uma, resolvi meter minha colher enferrujada.
Faço minhas as palavras do Bezerra e sobre a possibilidade de vc ser um dos assessores especiais do Governo (coisa que vc não é, garanto), poderias responder mais ou menos com as palavras de Almir ao Priante, quando acusado de ter sido nomeado por Jáder: "Se fui, foi por minha competência e não por qualquer tipo de apadrinhamento."
Fecha o pano.
Em tempo: também me incomoda a boca (boca?) de Ana Júlia ("não confio em ninguém com mais de 32 dentes", diriam os Titãs), a falta de conhecimento de Priante e a palha seca sempre presente nos pés de Edmilson, pronta pra queimar.
Grande abraço,
Pascoal Gemaque

Anônimo disse...

Dos quatro, só o EDMIL5ON não dispõe de tempo na TV para dar seu recado.
Tal fato justifica, na oportunidade de maior tempo de exposição, a tarja preta, a palha seca, a força na hora de falar, o tom da voz, a gesticulação, o narcisismo e tantas outras más qualificações, sem nexo, assacadas contra ele, sem observar que o que importa é sua qualificação como governante, que foi passada e não como ator de televisão!