18.9.06

Planos?

Bastaram tres semanas de estabilidade nas pesquisas, e a enfermeira HH começa a deixar cair o véu.
Como diz o Ancelmo Goes, deve ser horrível viver num país sem futuro político.

16 comentários:

Anônimo disse...

Cumpriu-se o que todos já sabíamos: na medida em que abrisse a boca, afloraria a arrogância e a absoluta falta de projeto para o país. A curto, a médio e longo prazos, registre-se.
E ridícula foi também a presença dela, à tarde de ontem, desembarcada no aeroporto de Brasília. Seguida por quatro cinegrafistas, acompanhada da médica deputada federal Maninha, respectivo marido e uns dez "papagaios de pirata", andava de um lado para outro literalmente se amostrando, vestindo aquela indefectível blusa que lembra a de Olívia Palito.
Do outro lado, criando transtorno pelo engarrafamento provocado, menos de 30 carros ensaiavam uma carreata psolista no calorão que tudo piorava. Trinta carros é o tamanho de HH no Distrito Federal!

Anônimo disse...

Ao poupar FHC, PSDB e PFL em suas críticas fartas em adjetivos, Heloisa Helena mostra que coloca o rancor pessoal acima de projetos políticos e o moralismo udenista acima do razoavelmente racional. Ele se sente "traída!" pelo PT. Mas como, se na Carta aos Brasileiros o PT já apresentava, item por item, o programa que executou a partir de 2002? A camiseta de comungante e as posições pró-Bush e Ratzinger sobre o Aborto e pesquisas de célula tronto colocam HH à anos-luz da esquerda marxista e séculos-luz do trotskismo. Quanto ao PSOL, não tem qualquer futuro. O espaço da ultra-esquerda já está ocupado pelo PSTU e pelo PCO. O espaço da esquerda racional mas não petista já está ocupado pelo PCdoB. A cláusula de barreira acabará com as pretenções do PSOL de ser algo mais que uma legenda para a história, como foi o PRN para Collor no passado. O trágico da passagem do PSOL pela terra não foi HH e seu séquito de malucos, mas o fato de Edmilson Rodrigues, o melhor prefeito que Belém já teve, ficar sem capacidade política de fazer a disputa eleitoral agora ou na próxima eleição. Resta a esperança de que Edmilson, comunista de carteirinha, aceite ao convite feito pela Direção Nacional do PCdoB e ingresso em uma legenda com presença nacional e capacidade de fazer alianças, coisa que o PSÓ é incapaz de fazer.

Passarim disse...

Juvêncio,


Xiitas são assim, em qualquer seguimento. Seja político ou religioso. Abs. Jarbas

Anônimo disse...

A expressão "xiita" é racista e seu uso indiscriminado deve ser abolido, como já se faz com expressões carregadas de anti-semitismo. Não parece, mas ao chamar de "xiita" a qualquer maluco (por um erro da imprensa nacional que pegou despreparados intelectuais em todos os quadrantes), estamos chamando uma casta médio-oriental (e não uma religião) de maluca. Ou seja, fazendo discriminação ao mesmo tempo étnica e social, mas também religiosa. Quanto a HH, não tem futuro e bem que poderia se fazer de mulher-bomba e explodir essa eleição sem graça, sem outdoor, sem festa, sem oposição nem situação (é tudo a mesma coisa). Sobre Edmilson, realmente o ofeti comparação com o atual prefeito nos leva a essa crença de que não houve melhor prefeito que ele, embora excessivamente voltado para a periferia e com uma visão limitada sobre o centro e as áreas mais ricas da cidade. O PCdoB seria um bom abrigo eleitoral para ele. Se fosse ele o candidato da Coligação Muda Pará a disputa estaria bem mais animada.

Anônimo disse...

Não sei se Edmilson ainda é comunista. Se for, estaria bem melhor no PCdoB do que no partido da Olívia Palito, que é contra o direito da mulher ao livre arbítrio sobre seu corpo e contra as experiências de célula tronco - que tirariam da palalisia milhares de brasileiros. Esse partidinho dela nem tem programa de governo, tamanha o personalismo da criatura que diz "meu programa de governo sou eu". Vá Edmilson, para o PCdoB e garanta seu lugar na disputa de 2008. Aí onde vc está, não dá.

Anônimo disse...

Tem razão o anônimo das 11:36h. Vamos ajudar a colocar cultura geral em nossos leitores. Os Xiitas (العربية, de "Shiat Ali", "partido de Ali") são o segundo maior ramo de crentes do Islão, constituindo cerca de 10 a 15% do total dos muçulmanos (o maior ramo é o dos muçulmanos Sunitas, que são 85-90% da totalidade dos muçulmanos). Os Xiitas consideram Ali, o genro e primo do profeta Maomé, como o seu sucessor e olham com indiferença os restantes três dos quatro Califas que o sucederam. De fato, chamar malucos como HH de "xiita" seria um elogia para o qual ela não está a altura.

Anônimo disse...

Edmilson no PCdoB?! Faz tempo que não ouço uma idéia tão boa. Afinal, conheci Edmilson, como professor, defendendo o comunismo e a URSS (lembram?). Continua seguindo a cartilha de Lenine e de Marx. Então, por que não o PCdoB? Esse PSOL não tem história, não tem ligação alguma com o movimento social. É um ajuntamento de parlamentares rancorosos, que não encontraram espaço no PT. Uma personalidade como o Edmilson tem que estar em um partido de esquerda com história. Edmilson no PCdoB é Edmilson com capacidade de fazer alianças e ainda assim manter seus princípios de esquerda, mais identificados com o partido de Paulo Fonteles hoje do que com o partido da Olívia Palito (ótimo esse apelido!).

Anônimo disse...

É verdade que Edmilson recebeu esse convite do PCdoB? Se é verdade, por que ele não foi ainda? Se é comunista, tem que estar no partido comunista. Isso parece tão óbvio quanto se é cuequeiro tem que estar no PT ou quem é propineiro tem que estar no PSDB...

Carol disse...

Edmilson é uma raridade na política brasileira. É comprometido com a população, não fazendo distinções entre eleitores seus ou não. Tem caráter e neste pleito eleitoral, aqui no Pará, é o único candidato que pode falar em Honestidade sem medo de que exploda um escândalo político envolvendo o seu nome em seguida. Não tem medo de ser desmoralizado, porque sabe que sua dignidade é palavra de ordem em seus mandatos. Seu ingresso no P-SOL, ainda que eleitoralmente possa representar um "tiro no pé", como se diz, tem caráter de protesto contra a corrupção, e isto não teria qualquer efeito caso ele tivesse ingressado no PCdoB, base do governo Lula. Por outro lado, acredito que o P-SOL, talvez por crescer sobre a crise política brasileira, já esteja ganhando proporções que poucos partidos de esquerda no mundo conseguem tomar, ao contrário dos estagnados e retrógrados PSTU e PCO. Edmilson tem cacife pra vencer estas eleições mesmo com todo o aparato da mídia a seu desserviço; mesmo com toda a cara-de-pau de certos candidatos que aceitam dividir o mesmo palanque com gente do nível de Jader Barbalho, configurando uma orgia política. Edmilson não se vende, e o P-SOL é uma alternativa socialista racional e comprometida com o futuro.

Anônimo disse...

Ainda bem que existem os EDMIL50NS, os Ivans Valentes, os Chicos Alencares, as Aracelis e as Heloisas Helenas. Se não existissem há muito tempo esse pais estaria explodido.
O programa deles se chama "vergonha na cara", "respeito ao próximo", ESPERANÇA POR DIAS MEHORES, MAIS JUSTOS E BELOS.

Anônimo disse...

Ainda bem que existem, os Ivans Valentes, os Edmilsons, Chicos Alencares e as Aracelis. Mas Heloisa Helena é apenas uma louca, sem proposta, que grita com jornalistas, que não ataca do PSDB e dedica-se ser a quinta coluna contra da direita contra o PT. Ninguém esquece o papelão de Heloisa Helena no episódio em que ela votou pela inocência de ACM. O grande feito de Edmilson não é a sua administração - embora denúncias tenham explodido em áreas críticas de seu governo e seu chefe de gabinete tenha sido preso pela Polícia Federal por envolvimento na gangue da CDP. Esse puritanismo em política só leva a um beco sem saída, porque nenhuma organização humana - NENHUMA!!! - é o reduto dos puros e imaculados. O último a pregar isso foi Hitler e deu no que deu. Dizer que o "programa deles se chama "vergonha na cara", "respeito ao próximo", ESPERANÇA POR DIAS MELHORES, MAIS JUSTOS E BELOS" é dizer que se faz política sem projeto, apenas com discurso moral. Isso é prática da TFP e não de um partido que se quer socialista. Aliás, para ser socialista tinha que ter programa e não uma candidatura tão personalista que sequer deu espaço uma vez sequer para seu vice, o grande César Benjamin, falasse. Ela, a louca, tinha medo que a inteligência de Benjamin escurecesse sua mediocridade. Vou votar em Edmilson pelo muito que ele fez, sem considerar que ele é o mais puro dos homens, porque pureza é coisa de santo e Edmilson é homem. Mas jamais votaria ou votarei em um louca. Menos ainda, uma louca sem programa e que acha que pode construir, com os restos do PT, algo melhor que ele.

Anônimo disse...

O PSOL é uma miragem feita do vento fétido que saia do PT com o mensalão. Se fosse resultado de um projeto histórico, não nasceria da crise mas da necessidade histórica, como aconteceu com o Partido Bolchevique ou com o próprio PT. Dizer que o PSOL "é uma alternativa socialista racional e comprometida com o futuro" e estar completamente fora da realidade. Em primeiro lugar, não é uma alternativa socialista. Se é, onde está seu programa socialista, sua análise da realidade, suas referências históricas. Alguém já disse aqui: é um ajuntamento de ressentidos. "Comprometido com o futuro" de quem? Um partido que não consegue ter posição sobre nada porque não tem unidade interna para isso não está comprometido com coisa alguma, a não ser com o projeto personalista de sua líder (führer!). Ninguém me disse, eu vi em Brasília, HH empurar um jornalista que a havia orientado a seguir por um corredor menos congestionado com a frase "Sai da frente, moleque! Ninguém manda no meu caminho!". Vc já imaginou uma retardada autoritária como essa na presidência do que quer que seja? Ela vai mandar eliminar os adversários políticos, menos, é claro, ACM, FHC e Luis Esteves.

Anônimo disse...

Infelizmente, Araceli será mais uma vítima da tática kamikase do APS (grupo de Edmilson) de sair do PT e entrar no PSOL. Deputada exemplar, fará falta. Eu como funcionário público, sentirei a sua falta. E para quê? Por orgulho? Para não se "contaminar" com os sujos do PT? Os sujos estão em todo lugar, inclusive nas igrejas mais limpas. Todo mundo comenta no Rio que Ciro Cardoso, da direção nacional do PSOL, já foi acusado de roubar dinheiro da CUT. O ex-chefe de gabinete do Edmilson tá na lista da PF. Babá já foi acusado de fraudar eleição na Associação de Servidores da UFPA. São culpados? Não sei. Mas são acusados, como os petistas são. Partido político se forma em torno de programas e projetos e não nessa onda moralista de "aqui estão os puros; lá, os impuros". O PSOL (Partido Socialista da OLívia) é um beco sem saída. Para Araceli e para Edmilson, infelizmente. Teimar contra os fatos só os levará longe demais dos objetivos de trabalhar pelo povo e perto demais do ultraesquerdismo estéril.

Anônimo disse...

O cara quis dizer "Luis Estevão", aquele que HH disse que não engoliu, mas cuspiu (ou vomitou)?

CJK disse...

Já assisti este filme. A História dos partidos políticos de esquerda, ou mesmo os meramente reformistas, no Brasil, é mesmo cíclica.
A postura do PSOL frente ao PT, e as críticas que recebe de outras forças de esquerda, são em essência as mesmas que em 1979 (quando muitos dos que agora postam no blog não haviam ainda nascido) o PT dirigia às demais forças políticas, e também recebia em seu nascedouro. O PSOL, caso supere o obstáculo da cláusula de barreira para os pequenos partidos, o que está sendo tramado pelo Aldo Rebelo para salvar o PCdoB, terá seu espaço, sim senhor.
Quanto à HH, o PT (principalmente o de Alagoas) sempre teve reservas quanto ao seu personalismo. Mas, de forma oportunista, engolia as atitudes da Senadora para "cavalgar" nos seus votos.
Sempre afirmei que o PT chegaria ao Poder quando se transformasse num amálgama, numa frente tipo PTB pré-1964, o que sempre achei inevitável, pelos seus componentes e suas idéias.
Os estilhaços fazem parte...

Anônimo disse...

Um fato importante merece ser informado neste conceituado blog, que não foi destaque da imprensa local. É que na última sexta feira, dia 15 de setembro o Ministério Público Federal apresentou DENÚNCIA contra 31 pessoas suspeitas de corrupção na CDP, resultado da na operação Galiléia executada pela polícia federal. O destaque é que o SR ALDENOR MONTEIRO ARAÙJO, ex-chefe de gabinete do Edmil5on, não foi denunciado, portanto em outras palavras, foi excluído do processo pelo o mais respeitado orgão de justiça do país.Confirme no site do MPF-Pa.
Só mais uma coisa, mesmo que o Sr. Aldenor estivesse envolvido no caso, o Edmilson não poderia e nem poderá responder pelos atos de seus ex assessores ou auxiliares pelo resto da sua vida. Ele responde somente por sua administração na PMB.
Com a palavra o Presidente Lula e Ana Júlia,que dividiram o palanque com Ademir Andrade no domingo.