28.9.06

Merci

O poster agradece a solidariedade e os elogios dos jornalistas e professores Marcelo Vieira e Pascoal Gemaque, e do publicitário Orly Bezerra, na caixinha de comentários do post Debate-se.
E o faz menos por merece-los, e mais por admirar quem não tem medo de entrar em bola dividida.

2 comentários:

Miguel Oliveira disse...

Meu caro Juca,

Encontrei um tempinho hoje cêdo para me atualizar das notícias do 'mundo de lá'. Aqui no hinterland, só viagens e mais viagens a serviço de O Estado do Tapajós.
Até porque, ontem à noite, um temporal deixou Santarém às escuras, por mais de uma hora. A cidade viveu um caos.
Bem, sem mais rodeios, atesto para quem quiser saber que o amigo utiliza com maestria e responsabilidade a internet. E chegar ao final de uma campanha eleitoral sem ter sido levado às barras da justiça eleitoral é um preciosos atestado de idoneidade moral, o que falta a muita gente que se aventura pela web apenas para extravasar seus recalces e preconceitos.
Juca, ser acusado de estar a serviço de 'a' ou de 'b' é uma velha música, que toca com mais intensidade em campanha eleitoral.
Depois da posse dos eleitos, tudo volta à normalidade para as pessoas de bem, como você. Mas para os maus espíritos, a purgação vai continuar.
Lúcio Flavio Pinto escreve no JP que chega às bancas da capital daqui a pouco, um interessante comentário sobre a liberdade de expressão. Diz LFP: um escritor em visita a uma pequena cidade européia observou que no alto da 1ª página de um jornal local que acabara de receber, em seu quarto de hotel, a seguinte frase: "Os fatos são sagrados, as opiniões livres!".
Portanto, fiquemos com as opiniões livres, sem agredir os fatos ou deixar aflorar as paixões.
Um forte abraço,
Miguel Oliveira

Juvencio de Arruda disse...

Pô, obrigado,mais umavez, Leão D'Oeste.
Tomara que com a volta à normalidade a gente possa fazer aquela viagem.
Vou ficar de olho no novo artigo do Lúcio, que o estado do tapajós , gentilmente, permite que o Quinta republique.
Grande abraço, e até domingo.