26.3.08

Critérios de Diárias

Comentarista anônimo do blog pergunta por que a governadora e seus assessores viajam com as diárias na carteira e os policiais militares destacados há mais de 20 dias para Tailândia ainda não viram a cor do dinheirinho?
A minha resposta é...não sei.

6 comentários:

Bia disse...

Bom dia, de novo, querido:

mais grave - ou tão - é o reconhecimento público do Governo de que usar medidas de exceção para encaminhar soluções, quando feito pelo PT, é justo e solidário.E merece publicidade. E aplausos da sociedade. E algum constrangimento, é verdade, quando o prefeito de Tailandia declara que não há motivos para o estado de emergência mas como o Governo do Estado pediu, ele decreta.

E em seguida, a governadora, referenda que isso possibilita mais rapidez, pois não é preciso fazer licitações. O argumento é do tamanho da lucidez e da boa intenção.

Eu não sei se o Governo do Estado tem recursos financeiros e morais para atender da mesma forma - ágil e solidária - outros municípios em situação de desemprego e com indicadores sociais graves. O que seria justo, pois que se o Governo afirma que os procedimentos administrativos legais são um estorvo para a agilidade, que se elimine o entrave com o que estiver mão. Lá, MPs. Cá, decretos de situação de emergência.

Democracia participativa deve ser mais ou menos isto. Vale pros 143 municípios. Ou não?

Beijão.

Anônimo disse...

Eu sei!
O problema não está na Governadoria. O polícia Militar tem dotação orçamentária própria e é administrada pelo Comandante Geral da PM, que no fim das contas é quem diz quem, quando e pra onde irão viajar os PM. a PM tem ordenador de despesas próprio (Comandante Geral) e equipe de planejamento e execução orçamentária. Aí é que está o problema: não há planejamento! Pura e simplesmente, ou vão querer me convencer que a operação não foi planejada com antecedencia, mas vem cá, 20 dias não é tempo suficiente para tomar providencias?
Se nas viagens do Comandante Geral que não são programadas o dinheiro sai antes porque ele não pode pagar com a mesma pressa os outros PM?
Diárias adiantadas somente pra quem faz parte do Alto Clero da PM.

Anônimo disse...

lembram da carta dos coronéis, em um trecho ela dizia sobre o Comandante da PM:
"Diz ainda que Ruffeil tem "demonstrado esforço incomum no sentido de, de forma inovadora, nortear as decisões provenientes de seu comando, tanto que as decisões operacionais e administrativas são inclusive discutidas de forma técnica, estratégica e democrática em reuniões do Alto Comando da Corporação, onde participam todos os oficiais do último posto."
Agora estamos vendo o esforço incomum, a forma inovadora, as discussões técnicas, estratégicas e democráticas do coronéis.
Caiu a máscara!

Lia disse...

Acho que mudaram o rumo da prosa, o buraco beeeeeeem mais em baixo. A situação não se limita, simplesmente, ao Comando Geral da PM ou ao Coronel Ruffeil. Como bem disse a nobre Bia, em seu comentário, a coisa é bem mais grave e muito mais séria e na minha opinião passa pela questão da moral, da ética e da descência do modo PT de "usar medidas de exceção para encaminhar soluções".. O modo PT de governar.

PS: beijos pra vc Bia!!!

Anônimo disse...

Se a operação é o cartão de visita do governo para dizer que esta combatendo o desmatamento então porque não priorizar as diárias dos policiais.
É estranho a escolha de Tailândia. Não tiveram coragem de começar pelo sul do Párá ou Terra do Meio.

Anônimo disse...

Concordo com todos vocês, mas realmente discutir teoricamente a questão, não resolve, o que resolve é começarmos a ter conciência de nosso papel social e a importância que temos, a Governadora, a PM e seja mais lá quem for relacionado à gestão pública, são pagos por nós, devemos fiscalizar e exigir que se gaste o dinheiro com o que é necessário...Em vez da governadora comprar todos os blazeres da Gregory e da La Rocha para aparecer bem na foto, deveria se preocupar em gastar nosso dinheiro com algum que traga benefício para nós enquanto cidadãos, como a segurança pública...
Ao que parece também dentro da PM, uns são mais iguais que os outros e poucos os beneficiados, os apadrinhados politicamente, como os pm's e bombeiros do Tribunal de Justiça por exemplo que chegam a ganhar mais de R$ 1800,00 reais de DAS para segurar a pasta do desembargador ou fazer segurança pessoal para a desembargadora, levando o neto dela na escola e coisas do gênero.
Está na hora de tirarmos esse nariz de palhaço que colocaram na gente. Temos que fazer valer nossa voz.
O Ministério Público deveria se manifestar sobre isso, os representantes dos Direitos Humanos também, não podemos nos calar, os policiais tem família, SE ELES DESISTIREM DE FAZER O TRABALHO DELES, QUEM FARÁ POR ELES? TENHO CERTEZA QUE EU NÃO FAREI, JAMAIS ME ARRISCAREI PARA GANHAR UMA MIGALHA DO ESTADO E AINDA SER TRATADO COMO INIMIGO SOCIAL, NÃO PODER TER UM PLANO DE SAÚDE, NÃO PODER FAZER UMA UNIVERSIDADE PAGA, OU SEJA, VIVER COMO MISERÁVEL, ARRISCANDO MINHA VIDA EM PROL DA SOCIEDADE. EU NÃO FARIA, VC FARIA???????