15.3.08

Prognóstico Sombrio

A reação da presidente da OAB-PA, Angela Sales, à capitulação diferenciada dos crimes cometidos pelos policiais contra a adolescente de Abaeteteuba, livrando, na prática, a careta de quatro delegados de puliça, pode comprometer gravemente o inquérito realizado pela secretaria de Segurança.
É inexplicável, ante os crimes cometidos, a impunidade que pode vir a encobrir os acusados.
Também ficará em xeque, caso a Justiça aceite as reclamações da OAB, a posição do secretário de Segurança, Geraldo Araújo, trazido da Polícia Federal justamente para imprimir novos rumos à puliça paroara.
Depois de um passo à frente, a Navalha na Carne, outro para trás?

5 comentários:

Anônimo disse...

Angeja Sales, em primeiro lugar deveria se preocupar com os advogados que ficam com os dinheiros de seus clientes, principalmente com relação à seguros, gostaria de saber se alguma vez a OAB puniu um associado por ter ficado com dinheiro alheio. O dona da Ação Penal é o MP, caso ela não saiba, a Autoridade Policial enquadra provisoriamente.

Juvencio de Arruda disse...

Colabore com o blog, por favor.
Diga-nos por que, em sua opinião, a capitulação diferenciada procede.
Antecipadamente obrigado.

Anônimo disse...

Juvêncio,o indiciamento é ato privativo da autoridade policial, e de acordo com sua convicção o mesmo capitula e individualiza a conduta de cada investigado de acordo com a ação poduzida pelos mesmos, logo, a delegada de forma acertada indiciou todos que direta ou indiretamente contribuiram para a ocorrência desse crime que envergonhou os paraenses.

Juvencio de Arruda disse...

Obrigado, das 10:36.
Não há o que se discutir quanto à prerrogativa da autoridade policial em realizar o indiciamento, na forma que bem lhe parecer, de acordo com as investigações, e nem a OAB está discutindo isso, senão o por que da capitulação diferenciada dos crimes entre os agentes públicos envolvidos.
Quanto à preocupação de Angela com seus colegas inadimplentes com os clientes é outra história, relevante decerto, mas em nada interessa neste caso presente.

Anônimo disse...

Saiu o indiciamento e a Ângela deu o alarme. Quero agora esperar o pronunciamento do Ministério Público. Como será a denúncia?