29.11.06

Na Grande Área

Eram sete da noite de ontem, horário prá lá de nobre para visitar a redação, quando o publicitário Chico Cavalcanti entrou na área de produção de O IVCezal.
Ciceroneado por Ipojucan Moraes, diretor industrial do jornalão, Chico, num jeans e camisa de tecido branco, fez o percurso cumprimentando amigos.
Os coleguinhas ficaram assanhados, e não faltou quem lembrasse de igual périplo, anos atrás, com outro personagem da propaganda paroara, Orly Bezerra.

4 comentários:

Anônimo disse...

O mundo é assim mesmo Juvêncio. Agora é a vez do Chico e quem sabe amanhã, será a vez do Orly novamente. O mundo gira e o tempo corre.
É como a maré, que sobe e desce.Maré alta, maré baixa!
Uma coisa é certa, com a competencia do Orly, logo logo ele vai dar a volta por cima.
Basta que ele se dedique a escolher e preparar desde já o candidato ou candidata para as próximas eleições. Vai depender muito mais do seu faro de melhor marqueteiro político da nossa terra, que sempre foi muito apurado, do que decisões feitas de cima pra baixo. Se é que ainda tem alguém por cima, pelas nossas bandas.

Juvencio de Arruda disse...

Sim, Anonimo.Tempos vão, tempos vem.E acho, como voce, que ninguém está por cima neste - me desculpe,por favor - cú de mundo.

Anônimo disse...

Caro Juvêncio,
Acho que é por isso é que o mundo é redondo.É pra gente saber que um dia estamos lá em cima e no outro já estamos lá embaixo.
Acho que o Orly não está por baixo. Muito pelo contrário, a Griffo continuará sendo uma grande empresa com uma equipe fantástica comandada por ele.
Com certeza, com essa derrota na política, ele vai aprender a ouvir, o que é difícil pra ele, e diversificar suas contas, dividindo em duas áreas de atuação: Uma para a área institucional de governo e outra para empresas privadas,com estruturas separadas.
Aliás, estrutura, credibilidade e seriedade ele tem de sobra.
Um abraço,
Vic
PS. O Orly que me desculpe por mais uma vez eu meter o meu bedelho onde não fui chamado.

Anônimo disse...

Cavalcanti tá na área. Se derrubarem é penalti! Agora, como até as pazes com Orly ele já fez, não é de se admirar que transite com desenvoltura em ambientes antes hostis aos vermelhos.