29.11.06

Ônibus da Morte

Estudioso da terceira idade chama atenção do poster para os números absurdamente altos de acidentes de ônibus envolvendo vítimas idosas, aqui em Nova Déli.
A legião de mortos e inválidos tem dois responsáveis principais: as autoridades que não fiscalizam o transito, motoristas e empresas; e o Conselho Regional de Psicologia, que faz de conta que os testes psicotécnicos do DETRAN atestam a sanidade mental dos motoristas dos coletivos, marginais gravemente doentes em sua esmagadora maioria.

3 comentários:

Flanar disse...

E não me venham com aquela estória de que "existem os bons moços e blá, blá, blá". De fato, eles podem mesmo existir. Mas a ESMAGADORA maioria é mesmo de dementes ensandecidos, necessitando de fartas doses de haloperidol. Além das(os) psicólogas(os), é claro. E o povo que aguente.

Juvencio de Arruda disse...

Enuanto não pegarem uma centena desses marginais e botar na penitenciária, vão continuar matando.Sob o silencio da autoridades e, pior,de entidades.

Anônimo disse...

São quatro as principais razões: falência do poder de polícia do município com respeito ao trânsito de Belém; despreparo técnicos dos condutores de veículos automotivos; horários absurdos de trabalho dos motoristas de coletivos (obrigando alta velocidade, avanços de sinal, queima de paradas, arrancadas imprudentes); imprudência do pedestre.