13.3.08

Cadê Tu?

Estava prevista para agora de tarde a coletiva da secretaria de Segurança sobre o caso da adolescente de Abaetetuba.
O inquérito, com mais de 1000 páginas e conduzido pela delegada Marcia Contente, não dispensa Chico e Francisco. Quatro delegados, já afastados, devem tomar o rumo da porta da rua, e enfrentar as acusações na Justiça.
Lá, no TJ, parece que não há boas notícias para a juíza que mandou encarcerar a adolescente numa cela masculina por 21 dias.
Só falta o MPE. E como falta.

-----

Atualizada às 20:22.

Do Portal ORM.

Foi divulgado nesta quinta-feira (13), após quase cinco meses depois de aberto, o inquérito que apurou a prisão e outros crimes contra uma menor no município de Abaetetuba, no nordeste do Estado. O inquérito tem 1496 folhas, dispostas em cinco volumes. No total, foram ouvidas 71 pessoas, incluindo 19 presos de Justiça, 25 policiais civis e 5 agentes prisionais.
Ao final da apuração, que durou quatro meses e vinte dias, foram indiciadas doze pessoas. Cinco delas do Sistema Penitenciário de Abaetetuba; cinco da Polícia Civil e dois presos de Justiça, estes últimos - os reais autores do crime de estupro - conhecidos como 'Beto' e 'Cão'.
Ao final da apuração, restaram comprovadas as seguintes infrações penais: estupro, lesões corporais, ameaças e vias-de-fato. Os crimes figuraram como vítima a adolescente, que foi inquirida na sede do Departamento de Polícia Federal, em Brasília. Com objetivo de dar total lisura às apurações, todas as audiências contaram com participação de representantes do Ministério Público do Estado.

3 comentários:

Anônimo disse...

Caro amigo, esta recebí agora a pouco, o prefeito de Curionópolis Sebastião Curió acaba de receber uma liminar que o garante de volta ao cargo.
Neste momento ele está voando para cidade onde deve reasumir o cargo de prefeito amanhã.
Abraços
Flávio Sacramento

Juvencio de Arruda disse...

Obrigado pela notícia, Dom Flavio.
Telefone qualquer hora dessas prá contar as novidades.
Boa sorte ao Fábio.
Abs pra vc e a todos no jornal.

Anônimo disse...

Sorte dos envolvidos que o judiciário Medíocre não funciona.