13.3.08

Homicida Reintegrado

Do jornalista Flavio Sacramento, diretor do Correio d0 Pará.

Caro amigo, esta recebí agora a pouco, o prefeito de Curionópolis Sebastião Curió acaba de receber uma liminar que o garante de volta ao cargo.Neste momento ele está voando para cidade onde deve reassumir o cargo de prefeito amanhã.

3 comentários:

Anônimo disse...

Não é o que eu falo, o Grande Problema deste País Chama-se (JUDICIÁRIO MEDÍOCRE). Com essa fuiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii

Anônimo disse...

Deu no blog Página Crítica


Com a corda no pescoço

De um leitor anônimo, que assina simplesmente como um "Servidor público indignado", atento às vicissitudes dos funcionários estaduais em apuros com as taxas cobradas nos empréstimos consignados oferecidos pelo Banpará. Vale a pena ler:

Talvez aqui não seja o espaço adequado, mas não posso deixar de externar minha insatisfação com as linhas de créditos consignados que estão sendo ofertadas pelo BANPARÁ.

1- O governo (Executivo) liberou com exclusividade ao BANPARÁ a linha de empréstimo consignado em folha, que está concedendo somente na semana do pagamento.

2- a taxa de juros cobrada pelo BANPARÁ aos já combalidos servidores estaduais está na faixa absurda de 3 % (três por cento), muito acima até do estão sendo aplicados pelos banco PRIVADOS, sem consiganação em folha.

3- O prazo de pagamento do BANPARÁ é em até 48 (quarenta e oito) meses, que nesse percentual faz o empréstimo ficar algo astronomico.

4- Para servidores do Judiciário Estadual e Federal a CAIXA ECONÔMICA aplica o percentual de 1,2% (um ponto dois) por cento, para a linha de crédito consignado que pode ser obtido A QUALQUER HORA, e pode ser parcelado em até 72 (setenta e dois) meses!

5- o HSBC e o banco Real, que são PRIVADOS, aplicam o percentual oscilante entre 1,5 e 2,00% (um e meio e dois por cento) de juros para empréstimos QUE NEM SÃO CONSIGNADOS EM FOLHA.

O que está acontecendo com os economistas do BANPARÁ? Querem levar os servidores estaduais à falência, de uma vez por todas?A Governadora prometeu ao funcionalismo taxas máximas de 1,8% e prazos mais elásticos, por que não está sendo aplicada?
Se o BANPARÁ não pode competir com os demais bancos, em termos de taxas, por que o Governo não abre a outros Bancos a opção de crédito consignado?
Isso não seria Reserva de Mercado, que é proibida pelo Código de Defesa do Consumidor?REALMENTE, NINGUÉM RESPEITA NINGUÉM!!!

Servidor Público Indignado

Jones disse...

Juvêncio, é assim que um assassino e torturador é tratado pelo Judiciário desse país, fecho com o anônimo das 10:25, fuiiiiiiiiiiii também.