28.2.07

Tiroteio

É tenso o clima na Assembléia Legislativa do Pará.
Pululam acusações, de toda ordem, sobre a gestão do atual senador Mário Couto, do PSDB, aquele cuja mão tremia de tanto convênio que assinava e que se negava a publicar regularmente o DO da Casa.
Deve ser por isso que até o site de lá engasgou.

4 comentários:

Anônimo disse...

Com certeza também foi por isso que ele se bandeou pro lado do Jáder e apoiou tão ardorosamente o Juvenil, contrariando o seu partido PSDB e esquecendo que só se elegeu Senador porque pegou carona de Almir e Jatene e da própria estrutura e poder da presidência da AL que foi dada à ele por Jatene para cumprir um compromisso de Almir. Ufa !!! E quem viveu, lembra o quanto foi difícil emplacar o Mario Couto na presidência da AL.
Mas, como sempre no meio político, ele esqueceu de tudo e foi cuidar da própria pele.
Será que algum político nesse Estado e nesse País tem ética e coragem pra fazer diferente ???
Vou pensar pra achar um ou uma.

Anônimo disse...

O que esperar do mario couto?
Todo o Estado do Pará sabe que ele é ligado ao jogo do bicho e o nauseabundo senhor nega pra revista de circulação nacional, argumentando que não sabia nem jogar!!!
Leiam o livro sobre o Carnaval Paraense onde o autor, dr. Alfredo Oliveira diz com todas as letras o contrário, relembrando fatos ligados ao carnaval da escola politiqueira Arco Iris do nefasto senhor.

Anônimo disse...

É amigo, não são acusações não, são fatos, e que saltam aos olhos... só não vê quem estava sendo beneficiado pelo nobre senhor Senador, aliás, ardorosos defensores de uma administração íntegra, honesta, exaustiva e democrática... só balela.
Enquanto isso, no meio do tiroteio, os pobres servidores efetivos, que como sempre pagarão a conta.

Copulatum et Malum Remuneratum disse...

bem feito pra gente...