25.9.07

Muitas Teses

O PT municipal reuniu sua correntes neste final de semana, num hotel em Nova Déli.
Não estavam presentes suas estrelas mais fulgurantes, é verdade, mas também não era o baixo clero da legenda.
Talvez por isso falam em eleger Edmilson Rodrigues como inimigo público número 1 nas eleições de 2008, e pensam recusar qualquer nome da DS.

8 comentários:

Anônimo disse...

Se a esquerda paraense não for burra e incompetente, marchará para a hegemonia das forças democráticas e populares, não só no Pará, mas em todo o Brasil.
Não há nenhum representante do povo belenense,melhor posicionado, nesse momento, que não seja o Edmilson. Não há.
Não há um político mais democrático que o Edmilson.
Se as esquerdas estão pensando em construção ao invés de demolição, a solução para 2008 é o Ed.

Anônimo disse...

Agora me deu medo! Se o Ed mort é a nossa única saída. Por favor, o último a sair apague a luz!

Anônimo disse...

Esquerda? Fala sério!
Qual caracteristica destes grupos que compõem a política local permite afirmar que um ou outro farão um governo de esquerda? ou de direita?
Meu caro, não haverá candidatura de esquerda ou de direta em 2008. Haverá apenas candidatos e grupos se degladiando por quatro anos de orçamento municipal, cargos de DAS para a família e os amigos, fotos no jornal, viagens e recepções sociais.

Assinado

Analfapoli

Anônimo disse...

Vcs sabem que nessa reunião foi colocado a disposição dois nomes para a prefeitura de Belém: Zé Geraldo e Waldir Ganzer....

Anônimo disse...

Juvencio a novidade não é esta e sim que duas denuncias chegaram a direção do PT contra o Charles Alcantara e a Edilza Fontes, por uso da estrutura do governo a favor da luta interna do PT, ou seja para cooptar filiados e prefeitos, dirigentes políticos para o seu grupo. Eles já estão sendo chamados de os aloprados do governo.
Pela reação de alguns dirigentes petistas, e do povo de marabá e outras cidades, "o gato do Charles e da Edilza subiu no telhado"

Juvencio de Arruda disse...

Estou acompanhando daqui.
Mas acho que vc exagera ao usar a expressão "povo de Marabá e outras cidades".
A não ser que seja o "povo do PT", ou, talvez melhor, o "povo de parte do PT".
Abs

Anônimo disse...

como diz o outro...
acorda Brasil!
que eu vou dormir...

Anônimo disse...

As eleições municipais merecem o devido respeito e a união das forças de esquerda para vencer as eleições ED JÁ