16.6.09

Apareceu o Português

Trecho de matéria da Agência Estado, despachada na manhã de hoje, que trata dos atos secretos ordenados pelas conhecidas vergonhas da República.
O Pará está em pelo menos um dos casos levantados até agora.

Em outro caso, de 2 de dezembro passado, o Senado publicou a exoneração de Antônio José Costa Guimarães, acusado pelo Ministério Público Federal no escândalo da Superintendência do Desenvolvimento da Amazônia (Sudam), que envolveu também o hoje deputado Jader Barbalho (PMDB-PA). Guimarães estava lotado na liderança do PMDB como secretário parlamentar, com um salário de R$ 7,6 mil. Mas um ato secreto, de 15 de janeiro passado, anulou a demissão. Até hoje uma nova exoneração não apareceu no levantamento dos atos secretos feito pela comissão de sindicância do Senado. Na verdade, Guimarães trabalha na Câmara. É uma espécie de secretário particular de Jader, ex-presidente do Senado.

Na íntegra aqui.

2 comentários:

Anônimo disse...

Juvêncio, porque ninguém comentou aqui ainda? Será por se tratar de um post relacionado a Jader, a noiva da vez?

abs

Levi Menezes

Juvencio de Arruda disse...

Boa presença, Levi.
Nada se falou porque nada se pode falar, além da razão que vc enuncia.
O Português tem grandes amigos em todos os partidos. É simpático, ativo, "joga bem" e tem sorte.
Abs