12.6.09

"Não É Mais Gostoso Comprar Sem Grito" ?

O Grupo Pão de Açúcar, maior companhia do varejo brasileiro, informou ao Ministério Público Federal (MPF) nesta quarta-feira, 10 de junho, que suspendeu a aquisição de produtos e subprodutos de origem bovina de frigoríficos apontados pelo MPF como corresponsáveis pelo desmatamento da Amazônia. A empresa também declarou que solicitou aos frigoríficos a apresentação ao MPF de um plano de auditoria socioambiental que comprove a origem do gado a ser comercializado.

Na íntegra aqui.

----

Os supermercados Líder e Formosa são as mais conhecidas empresas da capital notificadas pelo MPF para evitarem a compra da matéria-prima ilegal.
Vão agir como o Pão de Açúcar ou continuar vendendo matéria-prima ilegal?
E o mais gostoso de tudo: as notícias saíram do abafa da mídia estadual ou das matérias e suites irresponsáveis que fazem coro à ilegalidade, do comportamento acovardado do governo do estado, e ganharam repercussão nacional e internacional.
Resultado: a pressão vai aumentar. Com grito.

17 comentários:

Anônimo disse...

Essas tabernas que temos aqui bem que poderiam tomar vergonha na cara e agir como empresa séria.

Juvencio de Arruda disse...

Estão longe da condição de tabernas. Há anos são considerados os mais suntuosos supermercados do Brasil.
O post nada mais é que um alerta ao comportamento dessas empresas, que podem escolher em acatar a recomendação ou aguardar a "vara" mais na frente.
Em respeito ao meio ambiente e aos clientes, deveriam alinhar-se com o Pão de Açúcar.

Anônimo disse...

O Pará vai pro saco, hein? Pporque só no Pará esta ação, e os produtores do resto do Brasil, devem estar rindo de orelha a orelha, hein e a carne poraqui, vai aumentar bastante.

Juvencio de Arruda disse...

Rá!
Por que só por aqui?
O Pará está no saco por causa da sem vergonhice. Sem ela, vai sair dele.
Por que só no Pará, ai ai ai?
Ora, lindeza, porque aqui está o centro da ilegalidade.
Que riam os produtores do resto do Brasil de seus iguais paroaras. Que riam muito...eheh
A carne vai aumentar bastante? Sem problemas.
Paga quem pode, substitue quem não pode.
Tem outras carnes dando na canela...eheh.
Perdeu! Perdeu! Perdeu!...rsrsrs

Anônimo disse...

rsrsrs, é isso aí. Paga quem pode.

Juvencio de Arruda disse...

Claro, como qualquer bem de consumo ou serviço, em todos os lugares do globo.

Anônimo disse...

Num perdi nada não, que isso. Mas este Estado está preocupante.

Juvencio de Arruda disse...

Ainda bem, então.
Mas não é a ilegalidade que lhe preocupa?
Ou vc acha que o modelo fora da lei poderá ser rompido sem traumas?

Anônimo disse...

É verdade, este Estado precisa mudar, então que seja com traumas.

Anônimo disse...

Engano seu, anônimo das 10:23, a carne vai baratear, porque os meliantes não vão ter grandes empresas de outros estados para vender seu gado engordado às custas da floresta amazônica e da destruição do equilíbrio ambiental.

Anônimo disse...

Tomara, das 11:07, tomara. Torço por isso.

Anônimo disse...

Melhor resposta à insanidade da "MP da grilagem" é impossível!! "Tomate"!! Vão querer guerra com rabo preso?? Então tá!! Agora se virem!!

Anônimo disse...

Deveriam agir com a mesma presteza e seriedade contra a Governadora de uma obra só e do Prefeito falsário na questão da destruição em suas barbas do parque ambiental que está situado atraz dos Conjutos Marex, Bela Vista e Medice. Em vez de desapropriarem casas eles preferem destruir este parque para construção de uma estradinha. Onde estão tambem estes ambientalistas de araque que não veem e não protestam contra esta destruição?

Anônimo disse...

Das 1:23, vc pode se explicar mrlhor.

Anônimo disse...

Juvencio, como assim das mais suntuosas? Acho os Sm daqui um lixo, atendimento péssimo e admnistracao familiar falida. Só sobrevivem pq colaboram nas campanhas e os políticos nao deixam entrar os Supermecados de fora. Até um Manaus tem carrefour, se bem que Manaus tem tudo que belém não tem, até a copa agora. vergonha.

Anônimo disse...

Sou o anônimo das 1:53! Acho que é comigo que vc está falando, não é anônimo das 7:48?

Pois bem... Explico!! Com a MP da grilagem, a bancada ruralista foi provocar o poder de organização da sociedade civil organizada através das ongs, e que não representam mais meia dúzia de ambientalistas!!E sim o poder organizado do sistema capitalista mundial que clama por sobrevivência... Daí meu companheiro, veio a resposta!!! O Ministério Público saiu a caçada de quem estava na ilegalidade!!! Ou seja, a bancada ruralista (estúpida) vai conseguir jogar os olhos de todo o país e do mundo contra os seus negócios escusos!!! Muito hábeis não!? Agora vão pegar boa parte dos "empresários" que se mobilizaram para aprovar a MP 458!! Não tem jeito, esse povo vai demorar a entender que a guerra deles não é mais com as populações sofridas desse país (como foi na época PNRA) e com meia dúzia de ongs!! A luta deles agora é contra o SISTEMA, que lhes quer expurgar!!!! Vão aprender isso por bem ou na marra!! Se continuarem dando murro em ponta de faca, vão se ferrar!! Pode escrever!!!

Anônimo disse...

Ainda ao anônimo das 7:48... Qual foi o segmento empresarial que aprendeu a lição?? Reposta: o grupo da soja do Maggi! Esses tem visão de futuro, e já estão se adequando a uma realidade inexorável e tentando entrar na regra do jogo, e, com inteligência, tentando dar um nó nos ambientalistas e aproveitar as falhas que o sistema os impõe. Desitiram de bater de frente com essa questão!! O Maggi vive abraçado com árvores!!..rs. Enquanto isso, nossos empresários hganhadores de prêmios (Xavier e cia.) continuam insistindo em um discurso retrógrado de oposição ao meio ambiente!! Vão ser burros assim lá nas cucuias!!!!!!!