11.6.09

Reação em Cadeia

No blog Página Crítica, sob o título acima.

Como um rastilho de pólvora, cresce a reação à denúncia do Ministério Público Federal contra frigoríficos no Pará que comercializam carne proveniente de áreas desmatadas ilegalmente. Os gigantes do varejo, Pão de Açúcar, Walmart e Carrefour, decidiram embargar a carne paraense, produzindo um pesado efeito na única parte do corpo onde os plutocratas do agronegócio são capazes de sentir: o bolso, é claro.Dificilmente o arremedo de solução que no desespero o governo do Estado tenta propor ao MPF, vai surtir o efeito esperado. Como sempre, os secretários de Ana Júlia agem tarde e à reboque de fatos consumadíssimos.Fica, porém, a certeza de que boa parte da cadeia produtiva do Pará cresce - e enriquece - à sombra do crime, e sob o olhar plácido dos órgãos governamentais cuja vocação adaptativa às crircunstâncias está mais do que provada.

7 comentários:

Anônimo disse...

As dificuldades impostas há uns, jorra sobre um mar de facilidade para outros. Conseguir Licenciamento Ambiental nesse estado para alguns segmentos produtivos, principalmente os menores é tão difícil que tem Licença de Operação protocolada na SEMA no inicio do governo e sequer foi vistoriada. Enquanto os grandes conseguem a tramitação em tempo Record. Parece que estamos condenados a andar na contramão da história, quando era para fortalecer a economia local, que a renda circula no próprio o governo do PT prefere incentivar as mega produtoras de outras regiões.

Val-André Mutran disse...

Quem vai resolver essa parada é o presidente Lula 2.a feira. E a Bancada Ruralista até o fim do ano.
Quem viver verá.

Juvencio de Arruda disse...

Enquanto isso, mestre, peia que é bom pra tosse!

Anônimo disse...

O povo brasileiro deveria fazer abaixo-assinado, pedindo a cassação dos membros da famigerada bancada ruralista, predadores inconscientes eleitos pelos interessados na destruição geral do planeta. Pessoas que se apropriaram ilegalmente de enormes quantidades de terras nacionais, que destruíram criminosamente preciosos ecossistemas, que contaminaram os principais cursos d'água em todo o país e que usam do poder comprado nas urnas para manter esse status predador, dando as costas para as necessidades de todo um povo. O almofadinha Minc disse nada mais que a verdade, só que não tem moral para tanto, ele que sorridentemente liberou tantas obras criminosas para eleger dona Dilma. Mas em relação ao agrobusiness ele disse a verdade. Esse pessoal fezs tudo o que pode à margem da lei e agora que simplesmente mudar a lei em seu próprio benefício. Impeachment neles, a começar pela indecente Karla Abreu e pelo médicopecuarista predador Caiado. Eles que apresentem atestado da situação ambiental das terras que abocanharam!

Val-André Mutran disse...

Quem trabalha direito já está no "sal", mestre.
Agora você imagine o "pilantras" do setor?!
Ninguém está 100% regularizado. É esse o problema legal do produtor brasileiro.
Ocorre que o Minc (ministro do MA) acha que tudo pode e quer enquadrar até as formigas que comem as fôlhas das árvores.
O MPF, se não mudar a Lei e for escrôto mesmo.
-- O Brasil aguarda se o MPF é escrôto mesmo. Baixar o galho de goiabeira nas outras regiões.
Se o fizer estará -- diga-se -- apenas cumrindo a Lei.
E aí, nesse momento, que eu quero ver quem vai se garantir.
A coisa é muito mais grave do que pensa e a Imprensa está fazendo "vista de paisagem" por não cobrir com cohecimento uma grande pauta.
Nada que me surpreenda.

THOMERIUS SEVERUS HINTOLERANTIUS MAXIMUS disse...

O TEXTO É ESPETACULAR E TRADUZ COM CLAREZA E DISCERNIMENTO O QUE REALMENTE ACONTECE ALCOVA DA ECONOMIA-POLÍTICA PARAENSE.

E, PIOR QUE ISSO, É QUE AINDA TEM QUEM SE INDIGNE. APENAS AQUELES ARROGANTES E ENCEGUERADOS PODEM SE INDIGNAR COM TAMANHA ESTUPIDEZ PRATICADA NESSE NOSSO FALIDO ESTADO.

UMA SALVA DE PALMAS PARA O WAL MART, CARREFOUR E PÃO DE AÇUCAR PELA SERIEDADE. E, OUTRA SALVA DE PALMAS PARA O MPF.

E, AOS DESMATADORES IRRESPONSÁVEIS O LIMBO, SE, OBVIAMENTE, O GOVERNO DA D.NANÁ NÃO INTERCEDER. QUANTO AOS SECRETÁRIOS DELA. BOM, ELES ESTÃO MAIS PREOCUPADOS COM SUAS FUTILIDADES QUE NÃO ENXERGAM O QUE ACONTECE AO SEU REDOR.

E, ENQUANTO ISSO....MAIS ALGUÉM MORRE NA DOENTE SAÚDE DE BELÉM.

Anônimo disse...

Juvêncio, vc. tem toda razão, como sempre os Secretários da Ana Agem tarde, depois do fato consumado, haja vista, a Secretária Eutália da SEDES ir a Portel só depois de levar um esculacho da Governadora, porcausa da reportagem da prostituição infantil, ela não acerta uma, também é do Tocantins, FORA FORASTEIRA!