26.11.07

Em Cima da Hora

A deputada estadual Bernadete ten Caten, virtual candidata do PT à prefeitura de Marabá, ainda tentou convidar o prefeito Tião Miranda para um encontro com a governadora no hotel em que ela ficou hospedada na terra de São Felix do Valois.
Eram 16:30 do sábado, 24, quando a deputada e o prefeito se falaram pelo telefone.
Mas Tião, tinhoso, agradeceu e recusou o convite, dizendo que a gov deveria ter enviado o convite e a agenda de visita ao município previamente, e não convidá-lo em cima da hora, após seu desembarque.
Tião pediu que a deputada levasse seu abraço para Ana Julia e que, na próxima vez, avise antes.
Bernadete não ligou para o deputado João Salame (PPS), da base aliada e também candidato a prefeitura, que estava na cidade.
Será que a campanha 2008 já começou?
A noite, depois do passeio na orla, ao voltar do comício de Nova Ipixuna (50 km de Marabá) comentada no post Agenda da Governadora, de ontem, a gov deu uma esticada na boite Gol de Placa, onde demonstrou sua recuperação do acidente em Canaã, no ano passado.

10 comentários:

Anônimo disse...

Ei, seu Juvêncio, a nossa governadora não deixa mesmo a peteca cair. Ela botou pra quebrar em Marabá: desfilou pela orla em carro fechado, tomou uma cervejinha num dos bares e ainda teve folego pra dançar os mais variados rítmos que fazem tanto sucesso por aquelas bandas. Afinal, ninguém é de ferro. E o que a governadora queria mesmo era esquecer da repercursão negativa para a imagem dela e do Pará, com a prisão da menina de 15 anaos na cela de Abaetuba. Talvez tenha esquecido até amanhecer o domingo e ler o estrago nas páginas da imrpensa nacional e internacional.
Sim, ia esquecendo: não deu pelotas para o prefeito Tião Miranda e para o deputado João Salame. Mas aí uem saiu perdendo foi ela. O prefeito tá muito bem e tem obra pra tudo que é lado da cidade. Aliás, das três cidades: Marabá Velha, Nova Marabá e Cidade Nova. E o deputado circula com uma boa desenvoltura, sendo cumprimentado por onde passa. Quer pelo trabalho que vem desenvolvendo na Assembléia Legislativa, quer pela possibildiade de ser candidato a prefeito de Marabá.

Anônimo disse...

Se ela dança, eu danço, lá-laiá...
Psiu! Ei, governadora, que tal , agora, começar a governar?

Comece mandando rodar essa sua "thurma" de (maus) aspones que
não lhe ajudam em nada.
Aliás, foi promessa de campanha, mas pelo jeito, tem mais aspones do
que teve a tucanagem.

Juvencio de Arruda disse...

Ei, psiu, que tal deixar a governadora dançar?
Que história é essa?
Ou vc quer ser a oposição que todo governo sonha?...rsrs

Anônimo disse...

juvêncio, será se bernadete só chamou o prefeito depois de ler o teu blog,onde tem uma nota que o prefeito sequer fora avisado da presença da gov? Não conheço esta boite com esse nome aqui em Marabá, tem é uma academia de ginástica. E o mandado de segurança na Nova Ipixuna para que a eleição de domingos seja por via indireta, comentas?
anônimo

Juvencio de Arruda disse...

Não,^das 4:40. O post saiu no domingo, e a deputada fez o convitwe no sábado a tarde.
Quem é o Quinta para pautar alguém, deusolivre...rs
Quanto as eleições de N. Ipixuna soube por alto. Deve estar dentro da lei, embora o PTB esteja entrando com um pedido de suspensão das eleições, segundo os jornais de hoje em Nova Déli.

Anônimo disse...

Essa eleição é meio extemporânea, aliás eztemporânea é pouco, mas parece que há um vácuo normativo na CF/88, de forma que se a Lei Orgânica Municipal não regulamentar a forma como deve se preencher a vacância do executivo municipal, o processo deverá ser solucionado tomando como parâmetro a CF no que se refere à vacância do cargo de Presidente da República, pois à Constituição Estadual não é permitida tal normatização, a não ser que se limite a repetir a CF. Coisas do nosso federalismo.

Assistir a uma sessão do TSE, que tinha caso semelhante, município do Goiás, a coisa foi decidida mais ou menos assim.
Portanto se a LO municipal não tratar do assunto, valerá, simetricamente, a CF, logo, Ipixuna terá prefeito eleito indiretamente.

Juvencio de Arruda disse...

Obrigado pelo esclarecimento das 5:18.
A boa vontade de pessoas como vc me estimula a tocar este blog.

Anônimo disse...

O povo paraense é musical, daí termos tido um governador cantor e agora, uma governadora dançarina. É tudo uma grande festa. Tá bom assim?

Juvencio de Arruda disse...

Melhorou, das 10:26, melhorou.

Quaradouro disse...

E por falar em dança, professor, o senhor me dá o prazer de uma contra dita?