26.11.07

Jornal Paraguaio

Advogado também chora. Alguns até no colo do Seventy, como se depreende da sequência de notas, nas última semanas, tentando desacreditar o curso de Direito da UFPA.
Considerando a decadência da coluna, o Quinta até que tem deixado a pocilga de lado, tal a notoriedade dos interesses que a movem contra a UFPA, todos fedidos, prá variar.
Quem quiser fazer uma crítica procedente, dirija-a ao curso de Santarém, que enfrenta problemas estruturais sim. Nem do curso de Marabá pode-se falar neste nível.
Na última vez que lá estive, gravando cenas do documentário dos 50 anos da UFPA, em junho, o coordenador do campus mostrou-me a aprovação da OAB para o curso marabaense. Em Nova Déli então, nem pensar.
O que a coluna nariguda não pode explicar, e por isso omite de seus leitores minguantes, é que o curso do campus de Nova Déli tem das melhores estruturas da universidade paroara, tem contratado seguidos professores - mais tres contratações estão engatilhadas, para brevíssimo, todos doutores - e na última avaliação da Capes sua pós graduação obteve a mesma nota da tradicional e respeitada pós da Universidade de São Paulo.
O IVCezal largou a informação, para vender bugingangas ordinárias.
Compre quem quiser. Custa baratinho.

8 comentários:

Cris Moreno disse...

Bom dia, Juca.

O JP já está nas bancas.

Beijos.

Juvencio de Arruda disse...

Isto sim é jornal.
Bjs e bom dia, dona Moreno.

Anônimo disse...

Apoiado, mestre Juvêncio.

Anônimo disse...

Porque os Maioranas tem tanta raiva do Reitor?

Juvencio de Arruda disse...

Obrigado, mestre anônimo das 9:54.

Das 9:57, a história é longa, antiga e já contei uma vez aqui no blog.
Vou contar de novo qualquer dia desses, mas remonta ao início dos anos 90 quando o atual reitor, então pro reitor de extensão e no exercício da Reitoria, seguindo a pauta de um reunião do Consum, colocou em votação uma moção de desagravo ao então docente Lucio Flavio Pinto em razão dos processos que O IVCezal movia contra ele.
Pronto. Desde aí...

Anônimo disse...

Me parece que os advogados dos Maiorana, fizeram o curso na UFPA. Tô errado? O curso pode até não ser tudo de bom, até pq alguns professores coroados, faltam bastante. Mesmo assim não troco o meu diploma por outro de qualquer faculdade particular. Sou mais o meu, mesmo com as greves etc. & tal.

Janjão disse...

Juvêncio, essses "críticos" da Ufpa não tem a mínima condição de criticar uma Instituição como a nossa Universidade, nem moral para isso eles possuem.

Fábio disse...

O mais engraçado é que, mesmo com todas as críticas que se possa fazer, o curso de Direito da Ufpa continua sendo referência não só no Pará como em toda a Região Norte !!!!

E tenho como minhas as palavras do companheiro acima: Mesmo com todas as dificuldades e contratempos, não troco meu diploma da UFpa por nenhum outro, pois só lá nós podemos ter mestres do nível de Antônio G, Maues, José Cláudio Filho e muitos mais ....