28.1.09

Doidão

Finalmente divulgado o laudo do Instituto Médico Legal do exame de dosagem alcóolica do médico que atropelou e matou duas crianças no dia 13 deste mes, no bairro do Telégrafo: estava bêbado o patife, agora indiciado por duplo homicídio.

7 comentários:

Cabelo Seco disse...

Ele vai ter o mesmo fim do Edmundo, do Alexandre Pires, do Guilherme, etc...

Vão se reunir e comer pizza.

Cássio disse...

Não falei, Juvêncio? A pergunta continua: cadê as solidariedades devidas aos garotos pela SDDH, OAB, Sindicato dos Médicos, CRM e o escambau?

Juvencio de Arruda disse...

Cadê a manifestação de algum parente das vítimas da violência dos últimos tempos na cidade, que pedi naquele post O Comentário Que Falta, aqueles que pediam paz nas passeatas brancas pela cidade?
Tem razão, Cássio, a coisa é mais feia do que os números.
Mas aguarde mais um pouco, camarada, as entidades estão no FSM e o laudo só foi divulgado agora de manhã.

Anônimo disse...

Juvencio,
se fosse um Adolescente,que tivesse atropelado e matado dois Medicos, a Midia, estaria fazendo um estardalhaço. Passetas nas Ruas etc... Pobre sociedade hipocrita.

Juvencio de Arruda disse...

Obrigado pela informação.
O laudo do IML apanhou uma dessas drogas no exame de dosagem alcoólica.

Renato Ferreira da Silva disse...

Caro Juvencio,
além de bêbado o médico tinha consumido Benzodiazepínico que pertence ao grupo de medicamentos com propriedades ansiolíticas, sedativas, miorrelaxantes etc. A pessoa que ingere este tipo de substância não pode realizar atividades perigosas que requeiram grande atenção como operar máquinas perigosas ou dirigir veículos.
Atenciosamente,
Renato Ferreira da Silva
Farmacêutico-Bioquímico

Juvencio de Arruda disse...

Obrigado pelos esclarecimentos, prof. Renato.
Ele, realmente, não deveria estar dirigindo.
Sds