23.1.09

Mandou Bem

Em Breu Branco a coisa tá preta. O prefeito anterior vendeu a antiga sede da prefeitura e não terminou a construção da nova. Enquanto isso, os cofres públicos pagam aluguel de R$ 2 mil.
Pensando em casos assim, que pululam no Pará, o procurador de Justiça Claudio Melo sentou a pracuúba nos marginais, em recente encontro do TCM que reuniu centenas deles no Hangar.
Declinou, inclusive, o nome de alguns desses arrombadores.
É tão incomum quanto auspicioso ver um procurador do MPE dizer a verdade na frente das gangs.

7 comentários:

Anônimo disse...

Isso mesmo.
Bem que ele poderi ter incluído o Gandor Hage que arruinou Almerim, ou não podia, por causa da mamãe?

Juvencio de Arruda disse...

Não tem essa de mamãe com Claudio Melo. Ela,inclusive, estava lá.
Vc tem "material" do Gandor?
Mande pro procurador.

Anônimo disse...

Ele falou alguma coisa sobre o forum de marabá?
Bem que ele podia sentar a pracaúba nesses marginais tb. Teria coragem?

Juvencio de Arruda disse...

O seu problema é com o procurador?
Vc não leu que o caso de Marabá já foi para a Procuradoria Geral do Estado?

Anônimo disse...

Gandor rimou com procurador!

Anônimo disse...

Li sim, mas ai é que fiquei com maior dúvida, já que a Procuradoria Geral do Estado é um órgão do Poder Executivo, então nada mais correto que um membro do MPE tomasse a frente ou a própria Procuradoria Geral de Justiça.
Em Tempo: Não tenho nenhum problema com nenhum procurador, só tenho com a inércia, a inaptencia, o imobilismo, a falta de coragem, e o pior, com o medo de comprarem briga com "cachorro grande" que muito deles tem. O que resultou o processo contra o Santino? a Procuradora ainda está sentada em cima dele(processo claro)? O Caso murrieta, o caso Brabo, etc, etc etc... se fizessem parte do PPP, a historia seria diferente!

Anônimo disse...

Na Vigia, a ex-prefeita fez meia sacanagem com o que assumiu: raspou o cofre pagando todas as contas; entregou, no dia que deixou o cargo, uma ambulância zero, para facilitar o "Serviço de ambulanciaterapia", que significa mandar para Belém os pacitens do sucateado hospital local; e pagou, abonos de vários níveis para a patuleia, mesmo assim, merrecas.
Pobre Vigia!
O Prefeito eleito, Noé Palheta, agora no terceiro mandato com intervalo, é daqueles que não está nem aí pra lei. Tem nas costas quase 30 processos, quatro contas não aprovadas e ainda responde a inquérito sob acusação de crime eleitoral no último pleito. É do tipo que governa com caixa preta: só ele manda; não tem plano de governo, muito menos plano de contas; age por impulso; muda de opinião rapidamente e vai gastando como pode, sem muita transparência. E pensam que ele dá bola para os impedimentos legais à nomeação de parentes? Nepotismo é com ele mesmo: nomeou a filha para Secretaria de Obras, o irmão e ex-vereador para a Ação Social, fora os parentes indiretos para quadros menores. Quando pedem emprego aos secretários, a resposta é uma só: "É só com o prefeito, mas ele nem sabe se vai ficar no cargo. Nomeação só depois de março". Salário de prefeito em Vigia: 12 mil. Não precisa roubar! Concordam?