13.1.09

Não Temos Nada a Ver Com Isso

Do presidente regional do PT, o blog recebe o e.mail abaixo.

Setores da imprensa local dão conta que teria existido uma rodada de reuniões no PT para solicitar da governadora que faça mudanças no secretariado, em especial a Segurança Pública.
Sobre o assunto, o PT/Pará tem a informar que são inexistentes tais reuniões.Reafirma, ainda que, cabe ao Governo decidir como montar ou rearrumar o secretariado. É competência exclusiva do Governo a indicação de pessoas para os cargos. O PT não determina quem deve, ou não, ocupar cargos no governo. O Partido trata, sim, de políticas públicas de interesse do povo do Pará. E defende e estimula essas políticas públicas de forma transparente e democrática.
Esperando ter contribuído com informações, coloco-me à disposição de toda a imprensa.
Atenciosamente,
João Batista Barbosa

Presidente do PT/Pará

Está publicado o desmentido do presidente do PT.
O do presidente do PT.

16 comentários:

Anônimo disse...

Juvêncio, em relação à repressão ao crime, é bom perguntar qual a providência da polícia para acabar com esse verdadeiro derrame de armas de fogo na RMB. Sim, porque a julgar pelo noticiário, as mortes e ferimentos a bala são bem mais numerosos que os de outra natureza. Então me parece que os contrabandistas de armas são pessoas com ligações bem mais fortes a grupos econômicos do que se possa imaginar. Tanto que o noticiário se limita a gritar contra os revólveres e pistolas, mas nunca vi alguém perguntar de onde está vindo tanta arma. Já é de praxe que a "grande" imprensa desvie de assuntos que mexem com interesses de grupos que a podem beneficiar ou prejudicar, logo, fica a desconfiança.
Abraços

Artur Dias

Hiroshi Bogéa disse...

Juvêncio, bem o disse: o desmentido do presidente do PT.

Na segunda-feira, conforme divulguei em meu blog, e você repercutiu, membros do PT paraense (entre eles deputados) estiveram reunidos, inclusive com presença de integrantes do quadro policial filiados à legenda. O nosso caro João Batista, coitado, tem que fazer esse papel mesmo. E se ele pediu, com essa tal "nota de esclarecimento", terá detalhes lá no blog, ainda hoje.
Abraço parceiro.

Lafayette disse...

Bem... errr... gasp... hummm (pô, não gosto de meter nestes assuntos internos, mas lá vai).

Perguntar não ofende (ou ofende?): Em sendo assim, pergunto se o PT/Pará está satisfeito com o governo e seus rumos, incluindo na pergunta acerca do atual e do futuro Secretariado e chefes do 2º, mas não menos importante, escalão?

Assim... errr... só pra saber...

Anônimo disse...

Juvencio,
convenhamos,qual éo Partido, que chega ao Poder, e não faz nenhuma indicação para Cargos. Conta outra Joao Batista.
Cesar Souza.

Anônimo disse...

ME ENGANA QUE EU GOSTO.

Anônimo disse...

Verdade, ele não é da DS , são os Dses que decidem ,kkkkkkk . Adios Geraldo em breve ,

Juvencio de Arruda disse...

Artur, excelente pauta.
Mas se a Puliça não divulga as estatísticas quanto mais esses, digamos, adereços.
Uma coisa é certa: dificilmente há um assalto a banco no interior do estado que não tenha a participação de um policial militar. Isto pode ser uma pista.
Abs

Juvencio de Arruda disse...

Hiroshi, o João é gente mui buena, cumpre um papel, tudo bem... mas faça-nos o favor!
Só nesas horas que o estado não se mistura com o partido. Talvez seja isso que a nota queira dizer, não dizendo.

Anônimo disse...

Juca,

Com todo o respeito para o Joao Batista, que uma grande pessoa.
Permita-me de dar uma bela gargalhada AHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAH
como comentário à nota do PT.

Tiberio Alloggio

Juvencio de Arruda disse...

rsrs
Muito bom seu artigo de ontem, Italiano.

Anônimo disse...

O João e demais parlamentares do PT tem sim a obrigação de meter o bedelho na indicação de nomes que estão posto á mesa ou já confirmados. A prova da porcaria que está sendo feita é esta: Cel. Dário fazia campanha com o botton de Almir Gabriel; o nome que o Benassuly está bancando para o IML é tucano de bico grande; e cuidado, mas muito cuidado com o homem que está assumindo a SUSIPE. O penúltimo Superintendente - leia-se Alírio Sabbá - saiu rico de lá. Muita hora nesta calma Governadora, Geraldo Araújo e José Sales.

Juvencio de Arruda disse...

Das 1:59, vc sabe dizer por que a dra Teresa, da Auditoria Geral do Estado, nunca falou nada a respeito de Alírio Sabbá?
Ou ela sabe e guarda pra mais tarde, como ameaçou dia desses o deputado Faleiro em escancarada chantagem na Assembleia Legislativa?

Alan Wantuir disse...

Caro amigo, tem autoridades que tem quadrilha de escutas telefônicas, e sabem quando vai ocorrer tal crime. Os assaltos a banco principalmente, depois eles vão lá e tomam o dinheiro dos bandidos! Falta as ditas autoridades cortarem na própria carne e extirparem os corruptos, talvez melhore esse panorama tenebroso!

Juvencio de Arruda disse...

Louvo sua atitude de assinar um comentário como esse, caro Alan.
É exatamente a tese que defendo, e é exatamente por isso que não acredito na cúpula da secretaria de Segurança.
Nem eu nem o povo que acompanha o Círio.

Anônimo disse...

Juca!
Por isso escrevi ontem sugerindo a devassa nas constas de alguns policiais (e ainda incluo os civis). Quanto ao Alyrio "mor" Sabbá, ele ainda vai pegar uns petelecos, pois além de farto patrimônio amealhado, o mesmo colecionou alguns desafetos, pois, apesar daquela pinta toda (1,50cm), tentava ser o garanhão da SUSIPE. Quase apanha no reveillon da AP. Se não fosse minha intervenção, três irmãos, protegendo um deles que teve sua Sra. ciceroneada durante algum tempo pelo malaco (pra não usar outros termos, tanto para o autor, como para a ação), iriam transforma-lo em sustrato de pó de mico.
Abs.,
O Vigiador 2009.

Juvencio de Arruda disse...

Será que vão dar mesmo uns petelecos no garanhão-pônei?...eheh.
Vc fez bem em não deixar baterem nele, coisa feia.
Abs