13.1.09

Notícias da Câmara

Fonte do blog informa que o primeiro ato da nova mesa da Câmara de Vereadores de Nova Déli foi aumentar de R$8.000 para R$10.000 a verba indenizatória dos vereadores. Sua Execelência o presidente da casa de Noca, Walter Arbage, foi um grande, digamos, pavimentador da vitória do prefeito falsário.
Mas tem um outro personagem que sombreia aquela casinha, o marginal Paulo Castelo, que mesmo em local incerto e não sabido, para escapar da penitenciária para a qual foi condenado em última instância, conseguiu, de acordo com o Diário do Pará, nomear o diretor geral da Câmara.

8 comentários:

Blog do Lennon Aleixo disse...

Amigo Juvêncio,
Como fala o jornalista Boris Casoy: " Isso é uma vergonha".
Até breve.
Um forte abraço.

Juvencio de Arruda disse...

Lenon, se a Justiça não abre, se a Polícia não entra, um dia a sociedade arromba a porta.
Taí a História a nos ensinar.
Até breve amigo, e um abs.

Anônimo disse...

Medida corretissima, em tempos de crise qual a melhor forma de fazer a economia girar? Colocar mais dinheiro no mercado atraves do aumento de salarios e gratificaçoes dos politicos...

He He He

Anônimo disse...

O TCM já avisou da irregularidade, mas a atual presidenta teima em ser a boazinha. Com o dinheiro púbico...

Anônimo disse...

Juca, o tal Diretor Geral (Lima) foi nada menos que o coordenador da campanha do Castelo para Deputado Federal...

Juvencio de Arruda disse...

Então eles sabe quem são, um ao outro. Daí, certamente, a indicação do marginal.

Anônimo disse...

Pará terra de direitos.
Belém terra de errados.

Anônimo disse...

Que falta faz o pirão! agente era feliz e ainda reclamava! rsrs

ass.: funcionario CMB