20.1.09

É Pouco

Foi preciso um Forum mundial para que o prefeito falsário de Nova Déli mandasse passar uma mão de cal no Bar do Parque, na praça da República, e ainda assim agregando obra de duvidosa qualidade, pertinência e legalidade: um quiosque para os motoristas de taxi que se aboletam no local.Talvez essa seja a principal contribuição do falsário ao Forum Social Mundial.
O que precisa mudar no mais agradável logradouro da cidade, antes de tudo, é a frequência, infestada de marginais, pafúncios, drogados e outros quetais.

11 comentários:

Anônimo disse...

Segundo motorista de taxi, Belém está sem cheira cola, ontem à tarde mais de 20 meninas foram levadas ao DATA no bairro do Arsenal.

Anônimo disse...

Quem faz do Bar do Parque o que é hoje. É uma boa parte dos taxistas que ali fazem o ponto.
Ele merece uma atenção melhor, com o mínimo de boa vontade o ambiente do bar poderia ser bem melhor. Dando uam nova opção de lazer para muitos.

Anônimo disse...

Há por trás do muquifo do Bar do Parque estórias bem do focinho do belenense, do tempo do velho poeta Ruy Barata que ficava ali de vez em quando tomando umas. Cheguei a vê-lo de pernas cruzadas passando uma das mãos nas barbas de quase bruxo, muitos malucos da área se aproximavam e ele soltava um mau humor sobre os chatos que doía até na alma do sujeito.

Não entendo como aquilo ali foi se transformando em área de lazer dos doidos e malucos, sempre achei que quem iria assumir o espaço era a elite pelo fato de estar ali um teatro glamoroso, mas não, a elite se mandou pros condomínios fechados distantes do centro e abriu espaço para o caboclo que vem de todas cidades para Belém em busca de alguma coisa, e quase sempre encontram ali na Praça da República.

Hoje quando vou a Belém olho aquele espaço como um bueiro no meio da cidade, cheio de ratos apesar do ambiente lembrar um pouco alguma paisagem européia ou argentina, mas quando ando por lá esbarrando nos nacionais, catigorias, um zé povinho feioso, Zé Ruelas e Emos sem esperança, rindo da desgraça alcançada por serem o rei do pedaço, penso que ainda vai chegar um desses governantes a lá Hugo Chaves que vai mandar encomendar muitas almas sem salvação e reerguer o espaço para o uso da liberdade desejada pelo povo mais careta.

Nelson Vinencci

Anônimo disse...

Quiosque de saudosa memória , Minha formação política é quase toda devida ao Bar do Parque.
Abaeté , Sergio , Antonio amigos que "empurravam" a primeira gelada depois bem depois nunca interessou muito , meu medo Juca é que naquela época eu facilmente seria enquadrado na área dos "drogados e quetais" acho que quetais cairia bem................
Abraços
Tadeu

Anônimo disse...

E o momumento em homenagem à República, que até agora às 11:30 da manhã continuava totalmente pichado num tom vermelho berrante? Essa linda obra de arte vai ver o Fóm passar sem ser reparada?
Uma pena mesmo...

Cássio de Andrade disse...

Égua Juvênio, és da époa do "pafúncios". Só faltou "mequetrefes". Rs.

Anônimo disse...

Texto bem preconceituoso desse Nelson... Sem comentários...

Juvencio de Arruda disse...

Sou sim. 53, e tu achas o que?..rs

Anônimo disse...

Falando em "pafúncio" conheceste Juca , o Reino de Mú , terra do brucutú : Bianor Gemaque ?????Kakakaká.
Biazinho é do coração e moramos juntos por anos eu , ele , Mamazinha e Lena num barraco lá por trás do Mercado São Brás.
Abração
Tadeu

Anônimo disse...

Esse canalha nao fez e nao fará nada pelo FSM.Pois ideologicamente é contra, mas como é covarde não tem coragem de asumir publicamente.

Anônimo disse...

Juca,

Você víu como está toda quebrada a calçada da Caixa Econômica em plena Av. Presidente Vargas (próximo a Estação das Docas)?

Fico pensando que nem o prefeito tem vergonha de mostar uma cidade tão suja e maltratada para o mundo como também me admiro muito da gerência da Caixa econômica deixar uma situação como essa a meses sem tomar nenhuma atitude correndo risco de pessoas idosas ou crianças caírem por lá.