24.10.08

As Melancias e a Carroça

Festa da Carta Capital em Sampa, convênio políticamente correto com o corrupto governador maranhense Jackson Lago ( PDT), e outras agendas do tipo.
Há vários dias a governadora trabalha e flana pela aí. Na boa.
Cumpriu sua palavra: no segundo turno, ficou bem longe do candidato de seu partido. De seu partido. Já seus meninos...
Podem fofocar, espernear, se aborrecer, podem fazer o que quiserem. O diabo velho vai engolir. Tem duas vagas pro senado e a vaga de vice pra negociar bacana ( adeus, Odair!).
Dá pra todo mundo se arrumar, e continuar junto.
Brigando sempre ( afinal tem os PT's pelo meio) , mas junto.

2 comentários:

Anônimo disse...

Fantástico esse post. Resumiu em poucas linhas o futuro das alianças políticas no Pará. Mas há sempre o imponderável da silva, que nas eleições pasadas atendeu pelo nome de Almir "arrogante" Gabriel. Na Alepa pode atender pelo nome de Martinho Carmona na disputa pela presidência. No PMDB pelo nome de Pirante pós naufrágio.No PT pelo nome de Paulo Rocha cada vez mais escanteado. No PSDB pelo nome de Mário Couto bom de voto e ruim de apoio partidário. Não são poucos os imponderáveis da silva, como vemos. O que empresta alguma emoção à empobrecida política paraense. Ainda bem

Ivan, o terrível

Juvencio de Arruda disse...

Obrigado, Terrível...rs...ma fantástico mesmo é a capacidade dos políticos em chafurdar suas reputações, misturando-as, e reerguendo-as em novas bases, embora enlameadas.
Tudo o que vc levanta é possível e mais: está em curso. Se vai dar certo, mais tarde saberemos, mas serve sim para dar alguma emoção - trash - à miserável política paroara.
Não creio que els possam fazer algo mais além disso.