23.10.08

Está Quase Acabando...

Postagens de comentaristas e e.mails enviados ao poster comentam a fuga do falsário Duciomar Costa, agora de manhã, do desafio que lhe foi lançado por Pirante ontem, no debate do SBT.
Dudú mentiu ao dizer que iria construir mais 150 leitos no PS da 14 de Março. Pirante disse que eram apenas 30, e convidou o oculista a comparacer hoje, às 9,00 h, no pronto socorro, para tirar a dúvida.
Pois não é que o prefeito foi?
Foi e fugiu, debaixo de vaias, segundo e.mail que acabo de receber de um amigo petista, e da DS, viram? Pirante gravou um depoimento da arquiteta responsável pelo projeto, confirmando a acusação de Pirante.
Excitados, os pirantescos correm atrás da maior divulgação possível do episódio.
Muito bem, o Quinta repercute o fato. É sempre uma delícia divulgar mais alguma falcatrua deste irremediável nacional.
Que terrível tragicomédia assola a cidade, com protagonistas imundos e seus atônitos figurantes.

21 comentários:

Anônimo disse...

O regime democrático é uma construção permanente, com mecanismos próprios de auto preservação. Nada é definitivo, nada é único.
No presente caso, tenho que me decidir entre ficar dando voltas em torno de mim mesmo, ou de permanecer chorando e lacrimejando.Tanto num caso como no outro, durante os próximos 4 anos, como nos informa a Justiça Eleitoral.
Então não votarei a favor de nenhum dos dois casos, votarei contra ficar chorando e lacrimejando, nas mãos do falso oftalmologista!

alessandro amaro disse...

Juvêncio

relutei muito em comentar este 2º turno das eleições em Belém.

Não o fiz porque sou filiado ao PMDB.

Assim me considero suspeito no que concerne a eleição em si.

Mas não poderia de me manifestar sobre a questão do voto nulo.

Em um momento que nossa Constituição completa 20 anos de sua promulgação essa pregação pelo voto nulo ou abstenção me assusta.

Me assusta porque grandes brasileiros que já se foram como Teotônio Vilella e Ulysses Guimarães enfrentaram tanques e metralhadoras na luta pelo voto direto, pelo direito dos brasileiros escolherem seus governantes, pelo restabelecimento da democracia.

Assim, peço a todos que façam uma reflexão.

Não desperdicem o direito ao voto.

Independente do candidato, exerçam seu direito ao sufrágio pois nossa democracia ainda está engatinhando, carecendo de todos os cuidados possíveis.

Prof. Alan disse...

Juvencio, Mano Velho;

Se eu, na minha condição de servidor público, comparecesse a um evento público e soltasse uma mentira dessas tão deslavada, eu responderia um processo disciplinar por isso.

O Ministério Público certamente iria querer investigar o que estava por detrás da mentira.

Iriam querer saber, por exemplo, se eu declarei 150 leitos e só havia 30, onde estavam os outros 120 - e os recursos correspondentes a eles.

Ou então iriam querer saber porque eu menti sobre a Administração, violando os princípios constitucionais da legalidade, da moralidade e da publicidade. Pois o homem público, quando mente sobre suas funções, está violando estes princípios constitucionais.

Mas, enfim, Duciomar sente-se no direito de fazer o que queira, quando queira, porque parece que a única punição existente neste país, para os homens públicos dessa estirpe, é a morte natural...

Anônimo disse...

O Duciomar pegou corda do Priante. Não tinha, no debate do SBT, de aceitar o desafio de ir no PSM. Assim teve, inevitalmente, de cumprir com a palavra. Aí criou um fato político desnecessário, para ele Duciomar, nessa altura do campeonato, faltando poucos minutos pra acabar o jogo e tendo uma vantagem de pelo menos 10 gols. Uma cerazinha numa hora dessas, como nos jogos decisivos, leva qualquer adversário ao desespero.
Com isso, deu fôlego para o primo do Anhanga que, agora, vai querer tirar proveito disso até no dia da eleição. Quem viu a parada diz que a onda foi braba mesmo. A thurma do Priante entrou com tudo pra cima do Dudu. Quase que tem braçada. E os mais exaltados, pelas imagens já mostradas na Tv, eram o vice Zeca Pirão e um assessor peso-pesado.
Uma coisa é certa: apimentou a campanha num momento em que todos já estavam se arrumando: uns pra chorar , outros pra festejar.
Vamos acompanhar os próximos passos pra ver quem se sai melhor para o grande público. Nessa hora, o marketing passa a ter um papel fundamental.

Roberto Souza

Anônimo disse...

Mais uma do velho Dudu, mas na realidade, gostaria de uma posição sobre a firma Belém-ambiente, será que é de propriedade do Nefasto,como sugeriu o Priante ? Blogueiros me respondam.

Juvencio de Arruda disse...

Alessandro Amaro,não se assuste.
Como advogado, e Mestre em Direito, vc sabe muito bem o que reza o Art. 5 da Constituição, no Títlulo II, que dispõe sobre os direitos fundamentais.

Juvencio de Arruda disse...

Nnguém citou nenhuma empresa "Belém ambiental aqui em cima".

Anônimo disse...

Caro professor Alan, o que assusta o povo de Belém é ter que escolher entre Priante e Duciomar. O voto nulo também é uma manifestação política consciente. Ninguém é obrigado a escolher entre dois pilantras mentirosos. O voto é obtigatório, mas a escolha não.
Pelo voto Nulo Já!

Márcia Guedes

Anônimo disse...

Na verdade foi citado sim,só que botaram Belém-Ambiente mas está errado o nome certo é Belém Ambiental

freitas disse...

Pra quem subiu na vida enganando Deus e o mundo, Dudu cometeu um erro monumental. Acreditou no que ele mesmo disse. Será que Duciomar não conhece Duciomar?
E por falar em Belém Ambiental, os operários da empreiteira que asfaltou minha rua também eram da dita cuja. Logo, logo a Belém Ambiental estará rivalizando com os Maiorana.

Juvencio de Arruda disse...

Desculpe, vc tem razão.
A empresa Belém Ambiental - que está na mira do MPF por falcatruas diversas - é do advogado e "valet de chambre" do falsário chamado Jean Nunes.

Anônimo disse...

Só para apimentar um pouco mais a discussão em torno da Belém Ambiental. A empresa é de Jacó Barata, também empresário do ramo de transportes, dono da empresa Belém Rio que possui a concessão de diversas linhas de ônibus em Belém. Grande parte da mão-de-obra da Belém Ambiental é terceirizada por outras empresas, todas ligadas a parentes do falsário. Os empresários de ônibus estão tinindo de medo do Pirante, pois a promessa deste é legalizar os alternativos.

Cala-te boca!

Juvencio de Arruda disse...

Era do Jacó.
Um instrumento lavrado no cartório de longínquo São Luis do Curumu, no Ceará, transferiu a proiredade da arapuca.
Tenho o documento em meus aqrquivos.
Mais informções sobre a Belém Ambiental vc pode encontrar aqui:

http://quintaemenda.blogspot.com/search?q=Belem+Ambiental

Anônimo disse...

Juca, digamos que "era", existe uma sociedade oculta por trás disso, só o oculista consegue enxergar.

Juvencio de Arruda disse...

Ou isso.

Anônimo disse...

Aposto em um nome de sócio ambiental : "Tales genro branco". Rs

Anônimo disse...

Caro Juca, essa Belém Ambiental e prepostos do Dudu-Randel andaram cobrando dos moradores da Rua Vitória, na Terra firme, para asfaltar essa via. Pegaram o dinheiro e sumiram. Ah, antes começaram o serviço e pararam alegando que houve erro nos cálculos de engenharia. Será que o engenheiro era um certo oftalmo. Ou se consultou com esse certo oftalmo. MISTÉRIO DO MÉDICO MONSTRO!
NINA, aBS

Anônimo disse...

Juvêncio, você tem muita coragem em dizer que a procuração da Belém Ambiental em nome do Jean fica guardado no seu arquivo, o nefasto "DUDU" pode mandar arrombar sua residência.

Juvencio de Arruda disse...

rsrs...
E quem disse que meus arquivos estão em casa?

Anônimo disse...

Dudurú dudú!

lalá disse...

não sei se rio ou choro.
é triste.