24.10.08

Estranha Aliança

Menos de quatro anos depois do assassinato da freira americana Dorothy Stang, em Anapu, oeste do Pará, seu afilhado religioso e herdeiro político mais importante, Chiquinho do PT, aliou-se, para eleger-se prefeito nas últimas eleições, a fazendeiros que chegaram a ser investigados como suspeitos do crime. Um deles, Délio Fernandes, personagem constante nas denúncias da missionária, foi escolhido seu vice. Educado desde a adolescência pela missionária, Francisco de Assis dos Santos, seu nome civil, atuou como dirigente sindical e foi o principal auxiliar da religiosa no combate ao ruralista.


Na íntegra aqui, no Pará Negócios.

2 comentários:

Prof. Alan disse...

Tem certas coisas na política que não dá pra entender. Hoje Collor Maluf e Jader são da base aliada de Lula. Se alguém me falasse há 10 anos atrás que isso ocorreria, eu diria que era impossível e qualificaria meu interlocutor de louco.

Esforço-me, Parente Juvencio, para não me convencer de vez que são todos iguais e que venderiam até a alma da mãe ao diabo pelo Poder (porque a própria alma eles já venderam há muito tempo...).

Esforço-me para não crer que o que vale é o poder pelo poder, o resto é discurso e pose.

Mas está difícil, muito difícil...

Juvencio de Arruda disse...

É, Parente.
A roda da política gira rápido.
Rápido demais para a ralé.
No ritmo dos diabinhos.