22.10.08

Ligador

O celular de Pirante tocava a cada intervalo dos debates na Tv RBA.
Era o Sobrancelhudo, ora puxando as orelhas do rapaz, ora dando estímulos para mantê-lo de pé.

----

Atualizada às 15:12

Walter Jr., coordenador da campanha de tv do candidato peemedebista, comenta:

Juca, É mais uma lenda de campanha. Não houve telefonema de ninguem além do coordenador da pesquisa qualitativa.

10 comentários:

Anônimo disse...

Vc esta enganaddo

Juvencio de Arruda disse...

Sério?

Anônimo disse...

Está sim. Eram recados do grupo de qualitativa que foi feito ao vivo, durante o debate.

Walter Jr disse...

Juca, É mais uma lenda de campanha. Não houve telefonema de ninguem além do coordenador da pesquisa qualitativa.

Juvencio de Arruda disse...

Ok, WR, obrigado pela presença.
Vou consignar, na ribalta, seu comentário.
Mas aduzo: pessoalmente, não vejo nada de mais na orientação "on line" de um político reconhecidamente mais experiente, inteligente e ardiloso, como o deputado Barbalho

Walter Jr disse...

Eu também não... Só que a tal ligação não ocorreu. rsrs

Anônimo disse...

Luluquefala:
Alô, meu garoto
Alô, meu paipai.

Anônimo disse...

Houve sim, Juvêncio. Várias vezes.

Juvencio de Arruda disse...

Não, não houve, das 10:21.
Acredite no WR.

Anônimo disse...

A verdade:o Jader ligou para o primo Priante minutos antes do debate na RBA, rearfirmando a orientação de controle total e de não bater no Dudu.
Aí, deu no que deu.
No debate da Record, o primo foi com tudo e disse que agora ele ia do jeito dele.
Deu no que deu.
Veio o debate do SBT. Aí ele se atrapalhou com sozinho. Ou melhor tropeçou nas regras.
Conclusão: com o Jader ou sem o dr. Jardir, o Priante é, e será, sempre o mesmo: nada.

Roberto Souza