28.10.08

Patinho Feio

No blog do Cjk.

Algumas alas do PMDB não ficaram muito tristes com a derrota do candidato do seu partido na capital

E no blog do Alaílson.

Nem Ana Júlia nem Jader Barbalho queria a vitória de Priante.

17 comentários:

Anônimo disse...

Que bom que o Jáder , a Despeitada da Elcione e a Ana Júlia não queriam a vitória do Pripri, isso prova mais uma vez a liderança dele é inconteste, já que ele elegeu a Ana Júlia (que por um disturbio de personalidade não sabe o que significa a palavra Gratidão, todos sabem e conhecem bem o passado dessa pobre sra); bem como ele foi o único do PMDB até agora que conseguiu uma votação tão expressiva assim na capital . Somando os votos que ele teve em Belém e que todos sabém que foi a pesar de Jáder, apesar da Despeitada da Elcione, da Ana Júlia, apesar do Duciomar e do Liberal e de muitos mais somados com os votos de Santarém e Oriximiná que ele tem . SERÁ O PRÓXIMO GOVERNADOR DO ESTADO DO PARÁ . PEIA NELES PRIPRI

Juvencio de Arruda disse...

Pirante governador!

Anônimo disse...

Desculpem, mas não há como concordar com essa teoria. É certo que seria muito difícil Ana Julia abrir mão da reeleição, e isso o sobrancelhudo sabe muito bem. É certo que seria muito cedo para lançar o sobrancelhudinho a vôos tão altos já em 2010, daí a imaginar que Jader não quisesse a eleição de Priante, que seria um cacife altíssimo para as novas relações pardidárias (PT e PMDB. Ah, isso é desculpa. Quanto ao Pirante: sai pra lá jaburu.

Anônimo disse...

esse anonimo tem que ir pro circo urgente

Anônimo disse...

Pelo visto, o das 3,58h ficou viúva antes mesmo do casamento.

Cássio de Andrade disse...

"Nem Ana, nem Duciomar queriam a vitória de Priante". Parece-me que essa seria a concordância mais adequada, pois não? Só uma pequena correção ao anônimo e ao O LIBERAL que domingo desses caiu no mesmo erro. Coutinho Jorge em 1985, pelo PMDB, teve uma consagrada vitória em Belém, esta sim expressiva, considerando-se a "POP eleitoral" da época. Recordando: tinha o apoio de Jáder, Almir (prefeito biônico) e de O LIBERAL contra o finado Júlio Viveiros do PDS. Faz tempo, é verdade, mas dizer que PMDB nunca venceu na capital (mesmo antes de 64) como afirmou o Repórter 70 é desconhecer a história.

Anônimo disse...

Essa afirmação tem lógica sim, Juvêncio!

Anônimo disse...

Peraê! Para Priante ser candidato a governador ele teria que sair do PMDB ou teria, com os votinhos que teve em Belém (com a força do PT e do Jordy somadas à ele), que enfrentar Jader, ganhar a convenção e somar com outras legendas. Mas não vejo quais, já que ele não dialoga bem com ninguém a não ser com a prefeita de Santarém... que é do PT e também quer o lugar de Ana Júlia, embora possa esperar mais um pouco. Priante terá, na história de Belém, o lugar que é reservado aos derrotados como Xerfan ou Mureno e Ramiro Mentes: o lixo da história ou uma vaguinha de vereador no parlamento mirim de Belém.

Anônimo disse...

Do www.juventudeempauta.blogspot.com
(Leopoldo Vieira):

Duciomar é de novo prefeito.


Para a vitória valeu ter base popular e militância real apaixonada nas comunidades pobres, ter uma trajetória com a qual o povo se identifica (fenômeno semelhante ao do presidente Lula), ser depositário dos votos da opinião pública tucana da cidade e o peso da ajuda do governo estadual.


Duciomar saltou da condição de moribundo estelionato eleitoral para ser uma força política relevante em expansão. Como já foi senador, é conhecido no interior do estado. Ele é o melhor anti-Ana Júlia para 2010. Talvez o PSDB não entenda que o prefeito é o que mais renova sua área de influência e pode recolocar o partido no centro da política local. Essa falta de compreensão se resume no preconceito que a direção tucana nutre contra o Dudu. Em resumo: eles seriam mafiosos, enquanto o outro, um marginal.


Com o esgarçamento das relações entre PMDB e DS (comando do governo e responsável pelo apoio ao candidato do PTB), Jáder pode muito bem lançar um nome próprio para a sucessão e no segundo turno fazer como o governo: declarar-se neutro e apoiar a chapa amarela. Depois das pernadas que levou, tem plena razão e legitimidade para tal. Isso se a força do partido não lhe levar ao segundo tempo da partida eleitoral. Uma coisa é certa: o interlocutor do PMDB no PT não é mais o mesmo. A DS conseguiu a proeza de se isolar e ficar sem retaguarda moral, política ou retórica para se defender. Além de ter impulsionado seu potencial maior inimigo. Afinal, porque Duciomar voltaria para o senado se saiu dessa eleição muito, mas muito mesmo, maior do que entrou e conta com seu amigo Anivaldo para operar-lhe a máquina ao governo em 2010?


Quanto ao PT, cresce a idéia de prévias. O partido vivenciou isso de duas formas: a derrota do Olívio em 2002, que guerreou com Tarso antes; e Lula no mesmo ano, duelando com Suplicy. Numa fracassou (e o balanço sério não permite responsabilizar as primárias) e no outro foi sucesso absoluto. Ao discurso de que prévias aqui significaria dizer à sociedade que nem mesmo o PT aprova o governo Ana Júlia cabem as perguntas: o PT de fato aprova a gestão? Tem legitimidade para seguir representando o partido alguém que não é aprovado por ele?


Parafraseando Saramago, o bom da democracia é que nela as derrotas não são definitivas e o PT se quiser sobreviver precisará se reencontrar com sua linha programática, perdida com esse desastre administrativo.

Anônimo disse...

Não vi nem Helder,nem Jader e muito menos Elcione nas caminhadas do Priante.
Seria um afronta a família se Priante viesse a ser o Prefeito da capital? Atrapalharia lá na frente as pretenções de Helder?
Papai e mamãe zelosos com o seu rebento.

Anônimo disse...

Priante foi pro segundo turno quase sozinho....na raça...com a ajuda de alguns poucos!
No segundo turno apareceram muitos.....muitos para dizer que iam ajudar....porque ajuda mesmo não houve!
Sai vitorioso o Priante, assim como seu vice Zeca Pirão, pois sem uma maquina por trás e sem contar com o apoio daqueles que "fingiam" ajudar, tiveram quase TREZENTOS MIL VOTOS! Isso os coloca como peças importantes na sucessão de 2010.
Voce discorda JUCA?

Um abraço.

Juvencio de Arruda disse...

Discordo em parte.

Não faltou raça, tá certo.
Teve até demais...rs
Não foram sozinhos. Mário e Paulo Rocha, Jordy e Ademir também foram com ele. Seus eleitores é que não.
Ou pelo menos não todos.
Quem há de tirar méritos da dupla que teve 300 mil votos?
São peças na sucessão de 2010. Os dois terão participação importante.

Abs pra vc.

Juvencio de Arruda disse...

Mero, quem te viu e quem te vê...rs

Anônimo disse...

Luluquefala:
Priante pra governador !
Do Rotary...

Anônimo disse...

Lulu, Pripri teve 300 mil votos na capital...
e vc?

Anônimo disse...

Priante perdeu não só para ele mesmo, com a sua antipatia peculiar, mas também para um cara-de-pau muito popular e carismático, que é o Dudu.

Anônimo disse...

vou apostando
1º turno
Chapa 1 :
Ana p/ Governo
Jader e Paulo Rocha p/ Senado
Priante Dep. federal
Chapa 2
Jatene p/Governador
Duiomar e Valéria p/Senado


2º turno
Jader e Paulo vão passear no Alasca
a convite do lula.