30.10.07

Resposta

A desistência do advogado santareno Helenílson Pontes na disputa por uma vaga no Conselho Nacional de Justiça, o CNJ, notícia de ontem no blog do Jeso, pode ter movido uma importante pedra na sucessão da subprefeita Maria "Databrain" do Carmo.
Pode ter sido a resposta do PMDB, partido de Helenílson, aos ultimatuns que andava enviando o prefeito Everaldo "Beiçola" Martins, na tentativa de enquadrar o partido na aliança que lutará pela reeleição da mana.

6 comentários:

Anônimo disse...

Juca, a possibilidade de Helenilson ser candidato a prefeito é nula. Se o PMDB tiver um nome à sucessão da atual prefeita este nome é de Antonio Rocha, que aparece nas pesquisas com cinco vezes mais eleitores que Helenilson. Não há justificativa eleitoral para romper com uma administração que deu espaço ao PMDB e sair com um candidato que não ganha a eleição nem que a vaca tussa. Lira Maia, inclusive, já está negociando com Antonio Rocha. Se a candidatura do PMDB vier, virá com Rocha e com apoio de Lira Maia.

Anônimo disse...

Surpreendeu a todo o círculo mais próximo da governadora alguns números da última pesquisa feita no Estado. Dois prefeitos que estavam tirando o sono de Ana Júlia tiveram uma súbita recuperação, ainda sem as obras do PAC. São eles, Maria do Carmo, de Santarém, e Darci Lermen, de Parauapebas. Cruzamentos mais "finos", por assim dizer, mostram que ações pontuais e a visibilização maior dos prefeitos foi o motor dessa mudança. Duciomar, em Belém, também cresceu em comparação com as sondagens anteriores, mas ainda está longe da performance que se esperava de quem está com a máquina e a grana na mão.

Anônimo disse...

Do Blog do Porter
http://analisedeconjuntura.blogspot.com/

Há uma fofoca que circula nas mesas de bar das noites santarenas. O Blog do Jeso nada mais seria que o Blog do Helenilson. Dizem os linguarudos que o Blog está preste a mudar de nome.

O número de post que noticiam o tributarista já superou a soma de personalidades bem mais relevantes da cidade No Blog do Jeso, Helenilson perde só para a prefeita Maria do Carmo, recordista em citações (negativas).

Até derrotas do tributarista estão sendo transformadas em vitórias, como é o caso da desistência do Helenilson para a vaga no CNJ (Conselho Nacional de Justiça) por falta de apoio político. Agora o Blog do Jeso já o elegeu Prefeito de Santarém.

Juvencio de Arruda disse...

Vai mal seu análise de conjuntura das mesas de bar de Santarém, Porter...eheh
Depois das palavras Santarém, Maria do Carmo, Lira Maia, Beiçola (não com este nome, claro) é este poster quem tem o maior número de citações nos arquivos do blog do cabeça de bacuri...sorry.
E se o candidato do Carneirinho é o HP, tem um bom candidato o Jeso.
Mas deixemos seu blog fora disso.
Longa vida ao www.analisedeconjuntura.blogspot.com

Anônimo disse...

O anônimo das 11:37 precisa combinar a análise dele com o beque russo (ops.. Jader Barbalho) e o blog do tal do Porter é horroroso: muito chapa branca.

Anônimo disse...

Anônimo das 2:12, já está combinado. Entenda que falamos do Pará. Aqui Jader tem um único interesse: reeleger seu filho prefeito de Ananindeua. O PT tem dois: reeleger os prefeitos de Parauapebas e de Santarém. É disso que se trata. Jader fazer uma aliança para garantir Heleninson (repito, um traço nas pesquisas feitas fora do blog do Jeso) significa Sandra Batista sair candidata pelo PT em Ananindeua, tornando nulas as chances de Helder se reeleger. Sandra foi filiada ao PT a convite da governadora e é amiga pessoal da prefeita de Santarém. O futuro político de Jader passa por manter as coisas como estão: Maria do Carmo prefeita de Santarém e Helder Barbalho prefeito de Ananindeua, possivelmente com um vice do PT. Qualquer movimento brusco agora significa adiar por mais doze anos as chances de um barbalho voltar a governar o Pará. Antonio Rocha quer ser candidato e diz ter estrutura e apoio político para tal. Jader mantém a possibilidade, como plano B numa possição trairagem petista na cidade dormitório que seu filho governa. Não são ilações, anônimo. São alianças e acordos, alguns dos quais em mesmo acompanhei.